10 de abril de 2013

Memorial Flutuante


Memorial flutuante !
 Aqui está ele! O navio feito com aço do World Trade Center.






Foi construído com 24 toneladas de fragmentos de aço do World Trade Center .
Este é o 5º numa nova classe de navios de guerra, projetados para missões que incluem operações especiais contra terroristas. Carregará uma tripulação de 360 marinheiros e 700 marines combatentes prontos para sair e actuar através de helicópteros e embarcações de ataque.
O aço do World Trade Center foi derretido numa fundição em Amite, Los Angeles para moldar a parte curva do navio. Quando o aço derretido foi derramado nos moldes em 9 de Setembro de 2003, "aqueles trabalhadores grandes e rústicos do aço trataram aquilo com total reverência", recordou o capitão da Marinha, Kevin Wensing, que estava lá. ' Foi um momento espiritual para todos lá. '
Junior Chavers, o gerente de operações da fundição, disse que assim que o aço do Trade Center chegou, ele o tocou com a sua mão e "o cabelo da minha nuca se arrepiou". "Aquilo tinha um grande significado para todos nós" ele disse. "
O lema do navio? Nunca Esqueceremos!


22 comentários:

  1. Ninguém poderá esquecer. Nem tão pouco onde se encontravam e com quem estavam quando a tragédia aconteceu.

    ResponderEliminar
  2. Eu estava em casa, com a família, a fazer as malas para partir, no dia seguinte.....para os Estados Unidos.
    Obviamente, nunca mais vou esquecer, Catarina.
    Até por causa deste pormenor, desta infeliz coincidência, nunca mais vou esquecer.

    ResponderEliminar
  3. É verdade, Pedro, nunca os esqueceremos!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Ricardo,
      Estas lembranças não fazem mal nenhum.
      Se já tem gente a negar o que se passou naquele dia, a negar o período nazi, estes memoriais não fazem mal nenhum.
      Aquele abraço!

      Eliminar
  4. Não era preciso o navio para lembrar, porque nunca ninguémn vai esquecer. Esperemos é que o barco não se afunde...

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Infelizmente, tal como respondi ao Ricardo, não é bem assim.
      Há já quem negue o que aconteceu naquele dia, no período nazi.
      No período fascista em Portugal, nao é preciso ir mais longe.
      Estes memoriais, infelizmente, são necessários

      Eliminar
  5. Que as vítimas estejam em paz!

    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Pelo menos isso, São.
      E relembrar que nao são americanos - são vitimas de todo o mundo.

      Eliminar
  6. Quando há 2 anos estive em Nova York, junto "daquele espaço", foi-me impossível impedir as lágrimas e tive também essa sensação nos cabelos ! Como que arrepios por todo o corpo !...
    "Nunca esquecerei", até porque presenciei em directo, na hora, (não ao vivo) tudo que se passou e se viria a passar, através de uma das estações de TV norte americana !
    Não sabia deste "Memorial Flutuante".
    .

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Eu também não conhecia este memorial flutuante, Rui
      E não consigo ficar indiferente a estes horrores.
      Visitar o local, visitar os campos de horror nazi?
      Acho que não sou capaz.

      Eliminar
  7. Um aproveitamento que fará lembrar o acontecimento.

    ResponderEliminar
  8. É uma iniciativa louvável tudo o que ajude a lembrar o que não deve voltar a acontecer. Mas não era eu que ir ir nesse barco, medricas e um bocado supersticiosa como sou! :)))
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lou Salomé,
      Para ser sincero, louvando a iniciativa, também não era barco no qual gostasse de viajar :))
      Beijinhos

      Eliminar
  9. Só mesmo os americanos para se lembrarem de algo do género… grande simbolismo e espero que grande sucesso nas missões

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sam Seaborn,
      É sempre preciso relembrar para evitar que um bando de tresloucados continuem a dizer que tudo não passou de uma encenação.

      Eliminar
  10. Alguém alguma vez esquecerá? Duvido muito, que foi um acontecimento traumático para toda a humanidade. Se bem que muito mais para aqueles que lá estavam ou tinham familiares nos edifícios, evidentemente!

    Beijocas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teté,
      O problme é que já há gente a dizer que não foi bem assim, que foi tudo uma encenação.
      Como tal, se clahar é mesmo preciso relembrar.
      Beijocas!

      Eliminar
  11. E há coisas que não podem nem devem ser esquecidas nunca!

    ResponderEliminar
  12. Para isso mesmo, estas iniciativas são sempre importantes, Poppy

    ResponderEliminar
  13. Exactamente, ninguém pode nem deve tomar o exclusivo do sofrimento.

    Até porque as consequências retaliativas vitimirasm outros inocentes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O ataque foi NA América. Não foi só À América, São
      Algo que, muitas vezes, é esquecido.

      Eliminar