25 de abril de 2013

Blogue Olhar Direito

Mais uma vez por aqui
Hoje para fazer referência às comemorações do 25 de Abril em Macau

11 comentários:

  1. Apesar do desastre enorme em que nos encontramos com esta direita capitalista etc, etc, etc., gostei de ler e sem entrar em pasteis de bacalhau e beberolas, grito 25 de Abril SEMPRE e PARA SEMPRE!

    Beijos rapaz e extensíveis à tua família

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fatyly,
      Eu dou muito mais valor a manifestações vindas da sociedade civil do que às chachadas do croquete e pastel de bacalhau.
      Onde, tantas vezes, se vai para ver e ser visto.
      Não há celebrações oficiais?
      Há-as mais genuínas, mais sentidas.
      Beijos!

      Eliminar
  2. Não fazia ideia que aí fosse comemorada a data, Pedro. Mas ainda bem que assim é! Quanto às comemorações do consulado, pois, na volta são ordens de Lisboa, que os atuais governantes não gostam nada da data... :P

    Beijocas e divirta-se!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A data normalmente é comemorada oficialmente, Teté.
      Este ano, não sei porquê, só há comemorações provenientes da sociedade civil e do IPOR.
      Beijocas!

      Eliminar
  3. Pedro, não sendo eu conhecedora bastante do que se passa em Macau, não me surpreendi, no entanto, com as não comemorações acerca da data que mudou o rumo da História de Portugal após o 25 de Abril.
    Talvez, por me ter vindo à memória aquele escândalo ocorrido com Carlos Melancia, enquanto Governador de Macau.
    Se bem me lembro,com uma certa cobertura de Mário Soares. Ou será que estarei a fazer confusão com outro facto idêntico?

    Seja como for, português que se preze e sentiu na pele os efeitos da ditadura do Estado Novo, tem sempre uma razão para comemorar, mesmo sem eventos oficiais.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A data não é comemorada pelos governantes de Macau, Fatyly.
      É comemorada pelos portugueses aqui residentes.
      Normalmente, no Consulado e na residência consular.
      Este ano, essas comemorações oficiais não existiram.
      Houve, e há, comemorações promovidas pela Casa de Portugal e pelo IPOR.
      Que até são mais genuínas.
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Acho que agora estamos quites, Pedro. Eheheh

    Fatyly, moi?? :)))

    Bom descanso e boas férias!:)

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Só há uma explicação plausível, JANITA :))) - a Fatyly estava a pensar em mim :)))
      Como é que se pede desculpa de uma borrada destas? :))
      Beijinho
      Nota-se mesmo que estou a precisar de ferias, não nota?

      Eliminar
    2. "Borradas" que acontecem a qualquer um, Pedro!:))

      No melhor pano cai a nódoa. Eheheheh

      Estou a brincar!

      Tudo de bom para si e família, Pedro.

      Beijinhos.

      Eliminar