16 de abril de 2013

A crise explicada

Parece que a crise nos afecta a todos, dizem. E não parece mentira. 
Mas afinal saberemos todos do que se trata quando falamos desta crise? 
Temos cada um de nós a informação correcta disponível?
É difícil, convenhamos, responder a esta pergunta. Mas será muito mais fácil depois de visionarmos o pequeno vídeo em anexo.
Vale a pena ver.


8 comentários:

  1. Uma verdade, não só à realidade portuguesa, mas, também, à realidade mundial, Pedro!

    Aquele abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje publico dois vídeos para agitar as águas, Ricardo.
      Aquele abraço!

      Eliminar
  2. E o povão anda a ser enganado há uma 'eternidade', Pedro.

    Penso eu de que...

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Há, sem qualquer sombra de dúvida, um grande défice de informação e um crescente analfabetismo cívico e funcional

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. E sabe qual é, actualmente, o melhor local para espalhar essa informação, Carlos?
      Os blogues, esses mesmo.
      Porque nao estamos ao serviço de ninguém, porque nao estamos comprometidos com ninguém.

      Eliminar
  4. O homem sempre teve sede de poder, sempre! O dinheiro vem associado ao poder.

    "A concessão de um crédito cria nova moeda para a economia", e quem são os grandes beneficiários deste ganho? Os bancos, esse mundo à parte.

    Relativamente à parte inicial, só tenho a dizer que não nos deveríamos comportar com macacos.

    (Só vi até ao minuto 8, mas é mais um daqueles vídeos a guardar para ver com mais tempo).

    ResponderEliminar