25 de outubro de 2017

Bodas de porcelana



A celebração do vigésimo aniversário de casamento significa a comemoração das bodas de porcelana.
A porcelana que se diz ser brilhante, transparente, resistente, isenta de porosidade e sonoridade.
Desejo que, nestes primeiros vinte anos, nos muitos outros que acredito se seguirão, estas características se apliquem também ao nosso casamento que hoje celebra as bodas de porcelana.
A união entre duas pessoas, à semelhança da porcelana, tem sempre um elemento de fragilidade.
Duas pessoas muito diferentes, que se conhecem e apaixonam, que passam a partilhar uma vida, é sempre um desafio complexo.
Mas que, sempre à semelhança da porcelana, pode ser de grande beleza.
Lembro Barack Obama e com ele afirmo que temos sido mais que marido e mulher, pai e mãe das nossas maravilhosas filhas, os melhores companheiros, os melhores amigos.
Nesta caminhada de vinte anos, nos outros todos que se seguirão, os cuidados que uma bela peça de porcelana exige têm que ser também aplicados à nossa união.
Vinte anos depois das primeiras promessas, na celebração das bodas de porcelana da nossa união, só posso prometer que cuidarei com todo o carinho e enlevo dessa peça de beleza única na minha vida que é a família que constituímos.
Para que a porcelana que simboliza o vigésimo aniversário da nossa união nunca se quebre e mantenha sempre a sedução e a beleza que tem tido ao longo destes vinte anos.

51 comentários:

  1. Muito belo e, principalmente, muito sentido este seu testemunho de vinte anos de casamento.

    De coração lhe desejo que essa ternura e essa felicidade permaneçam sempre na vossa vida.

    Caloroso abraço para os noivos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, São.
      Têm sido anos de grande felicidade, de grande cumplicidade, de grande paixão.
      Também eu espero, desejo, que assim continue a ser.
      Um abraço

      Eliminar
  2. Muitos parabéns, Pedro.
    Parece que estou a ler um romance cor de rosa! E eu que não acreditava num enlace tão perfeito. Afinal existe. : )) Que continue por mais vinte anos.
    : ))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos os casamentos têm altos e baixos, Catarina.
      Os que fui conhecendo ao longo da vida e que supostamente eram perfeitos escondiam segredos terríveis.
      E acabaram todos em divórcios litigiosos e muito feios.
      O segredo de um bom casamento, de uma boa união, é saber ultrapassar esses momentos de tensão que sempre existirão.

      Eliminar
  3. Parabems aos dois , e que continue Por muinto tempo.
    O meuo ja dura mais um pouco, ums boms argumentos de vez em quanto tambem nao faz mal.... Happy anniversary Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Augie Cardoso,
      Muito normal que duas pessoas muito diferentes tenham algumas vezes opiniões e visão diferentes.
      O segredo é saber ultrapassar esses momentos.

      Eliminar
  4. i am lost in your magical word pedro!

    i mostly read different topics ,very different from wjat you have written today!

    yes marriage is a delicate yet strongest bond between two people .

    this is healthy and NATURAL way of life which give TRUE meaning to one's life and TRUE meaning of PEACE if the companions are successful in establishing happy life together .

    Wishing you all the best for nexxt rest of your life

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Twenty years of marriage, baili.
      Who would have imagined that, when I came to Macau, I was going to find the love of my life??
      It happened very naturally.
      Twenty years ago today we got married after living together for about one year.

      Eliminar
  5. bom dia amigo se é que me permite de o chamar de amigo.
    foi bonito esse texto , mas quando leio algo sobre aniversários de casamento , a minha angustia aumenta pois festejei trinta e seis anos de comunhão em 20 de agosto de 2013 e nesse mesmo ano a 8 de dezembro a minha companheira partiu para um mundo totalmente desconhecido que me deixou num dos maiores castigos que é a solidão das noites.
    estou a escrever estas palavras e rebentaram me as lagrimas .
    desculpem meu desabafo , mas por vezes faz bem !!!
    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Joaquim Rosário,
      É uma honra considerar-me seu amigo.
      Deixe-me dizer-lhe o quanto lamento a dor que sente e que não consigo sequer imaginar.
      Terá aqui sempre um espaço para desabafar, alguém para o ouvir.
      Por favor tente concentrar-se nos muitos momentos felizes e tente transformar as lágrimas num sorriso.
      Um abraço forte e solidário

      Eliminar
  6. Muitos parabéns amigo Pedro e que venham mais outros vinte anos de felicidade e de caminhada a dois por este mundo bem complicado.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vinte anos, Francisco.
      Nem me passava minimamente pela cabeça semelhante possibilidade quando vim para Macau.
      A vida é mesmo uma caixinha de surpresas.
      Aquele abraço

      Eliminar
  7. Fiquei emocionada com este teu texto, nele revelas todo o amor e cumplicidade que vos une de uma maneira sublime.
    Desejo-te que muitos mais venham com todo o amor que vos une.

    Parabéns Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Encontrei em Macau a companheira para o resto da vida, Manu.
      Estou absolutamente convencido disso.
      Beijos

      Eliminar
  8. Não quero deixar passar a oportunidade para lhe dar os parabéns extensivos, claro, à sua mulher.

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande abraço, António.
      Vá dando notícias da evolução do que agora o atormenta, por favor.

      Eliminar
  9. Amor, entrega, dedicação, compreensão, tudo mútuo, fazem com que as uniões se mantenham por uma vida, Pedro !
    Já vou para os 54, mais 6 de namoro !!! ... Uma vida mesmo !!!

    Os meus mais sinceros Parabéns, mas principalmente os meus votos de que consigam chegar juntar-lhe mais 50 !!!

    Um Grande Abraço e votos da continuação da maior Felicidade e que as suas filhas vejam ! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que possa vir um dia a dizer o mesmo que o Rui - uma vida.
      E com a família cada vez mais numerosa.
      Grande abraço!

      Eliminar
  10. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    Parabéns pela passagem do Natalício de matrimônio.
    Caloroso abraço. Saudações matrimoniais.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande abraço, Amigo João Paulo de Oliveira.
      Vim encontrar a minha Alice em Macau, quem diria...

      Eliminar
  11. O imperio da lingua portuguesa.
    Desde Coimbra, aos Acores e tras OS montes...... Ate Macao e ao Estado de Connecticut.....
    Porque e que a leitora baili perciste em nao escrever em portugues?!?!?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não posso pedir isso a ninguém, Augie Cardoso.
      Ela faz o que mais gosta.
      E eu tenho o dever de respeitar essa opção e responder educadamente no mesmo idioma.

      Eliminar
  12. Que se multipliquem por muitos, querido amigo.

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um dos tais aspectos em que somos mesmo MUITO parecidos, Ricardo - a importância que damos à família e o não termos problemas nenhuns em expor publicamente esses nossos sentimentos.
      Grande abraço!!

      Eliminar
  13. Parabéns amigo. Que venham muitos mais com a mesma alegria e felicidade. A vida a dois pode não ser fácil, mas levada assim, com amor respeito companheirismo e cumplicidade é sempre feliz. E eu sei do que falo. Já vou a caminho das bodas de ouro.
    Abraço para os dois e que festejem a data por muitos anos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A vida a dois tem altos e baixos, momentos de tensão inevitáveis, Elvira Carvalho.
      O segredo para se manter e ser longa é saber ultrapassar esses momentos.
      Um abraço extensivo ao marido

      Eliminar
  14. Que mais poderei acrescentar às palavras tão lindas que o Pedro escreveu? Nada!...A não ser formular sinceros votos de que tudo se cumpra, como deseja e ambos merecem!
    Que a seguir às Bodas de Porcelana, venham as de Prata e depois as de Ouro, essas, já mais resistentes e igualmente belas!

    Um beijinho de Parabéns, Pedro e Tina e façam o favor de ser sempre Felizes! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje perguntava-me alguém se já tinha sido infiel à minha mulher, Janita.
      Respondi que não sou cobarde, mal formado, sacana.
      E só os cobardes, mal formados e sacanas são infiéis.
      A promessa que fiz há mais de vinte anos é para cumprir.
      Beijinhos

      Eliminar
  15. Nem todos se atrevem ou podem fazer uma partilha assim.
    Pela venturosa aventura a dois, donde despontaram duas graciosas flores, merece, Pedro, e todos os íntimos (no seu caso, 3 mulheres), os meus sinceros parabéns. E atrevo-me a mais: "por trás de um grande homem, há sempre uma grande mulher" o que é uma grande felicidade, Pedro. E saúde para todos.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou um tipo de sorte, Agostinho.
      Sorte que passa muito por estes três anjos com quem partilho a minha vida.
      Merecem tudo.
      Eu também devo merecer alguma coisa para as ter na minha vida.
      Grande abraço!

      Eliminar
  16. Prezado Amigo.
    Sentidamente, os meus mais cordiais parabéns.
    Que a vida se vá estruturando com segurança
    e felicidade até à de diamantes, altura em que
    haverá mais descendentes para amar...
    Terno abraço para o casal e ótima comemoração.
    Beijos
    ~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Beijos, Majo.
      É mesmo isso que mais desejo.
      Que a família vá crescendo e nós sempre presentes.
      Não se pode pedir nada melhor.

      Eliminar
  17. Exprimo aqui ( e só agora ) as minha muito sinceras felicitações a toda a Família e os parabéns pela mensagem que nos deixou expressa !
    Chim, Chim !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi um dia bestial, João Menéres.
      Como o têm sido estes últimos 20 anos.
      Grande abraço!

      Eliminar
  18. Parabéns...e que venham mais 20

    Abraços
    Kique
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  19. Parabéns Pedro! Que essa felicidade e cumplicidade continue a vos acompanhar por longos anos, não há nada que se sobreponha à felicidade de uma família.

    Beijinho
    com essa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente, Adélia.
      A família é o centro, o ponto de equilíbrio de todo resto.
      Beijinhos

      Eliminar
  20. Muitos parabéns! Gostei muito de ler o seu texto.
    Em setembro, fiz 15 anos.
    Felicidades!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. vinte anos que passaram num instante, Elisabete.
      Quando é assim é porque se está bem.

      Eliminar
  21. Muitos, muitos parabéns!! Que venham, pelo menos, mais vinte e depois, mais vinte...

    Eu já vou nos 46... eh eh eh...

    Beijinhos para ambos, meu amigo! E muitas, muitas felicidades!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero um dia poder dizer que vamos nos 46.
      E depois por aí fora.
      Beijinhos

      Eliminar
  22. Muitos parabéns e que continuem a ser muito felizes por muitos anos, Pedro.
    Grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem diria que era em Macau que estava guardada a minha companhia para o resto da vida, Carlos!!
      Grande abraço!

      Eliminar
  23. Pois que venham, pelo menos, outros vinte, igualmente venturosos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, S. Bagonha.
      A vida prega-nos destas surpresas.
      Vim para Macau para ficar dois anos.
      Isso foi há...vinte e dois.
      Pelo meio conhecia a minha mulher aqui construí o meu lar, a minha família que adoro acima de tudo o resto.

      Eliminar
  24. Parabens atrasados Pedro pelas Bodas de Porcelana. Gostei imenso do texto.
    Nos faremos 37 em Novembro, mas casamos muito jovens, com 20 e 21 anos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós já casámos mais velhinhos (33 e 29) mas fomos muito despachados em começar uma vida em comum (um ano antes de casarmos, sensivelmente).

      Eliminar