Há mais sacerdotes do que se pensa (Frei Bento Domingues, O.P.)


Não se pode combater o carreirismo eclesiástico, como tem feito de forma incisiva o Papa Francisco, e encarar a ordenação presbiteral (ou como se diz impropriamente a ordenação sacerdotal) como uma subida de posto. A verdade é que todos os cristãos são sacerdotes pelo Baptismo. É a forma democrática do chamado sacerdócio comum.

Os ordenados padres ou bispos só podem ser chamados, de forma indirecta, sacerdotes porque recebem o encargo de zelar pela vitalidade da missão sacerdotal e profética de todo o povo cristão. É um precioso serviço que não pode ser confundido com mais um degrau de poder e prestígio na carreira eclesiástica, coroada pelo posto de cardeal e finalmente de Papa. O sacerdócio conferido pela graça do Baptismo, exercido em qualquer estado e vida humana, é o essencial da realidade da Igreja. Os ministérios presbiteral e episcopal, sejam de mulheres ou de homens, existem para servir o desenvolvimento da vida cristã de todos. Não é um privilégio nem um topo de carreira. Só por abuso se pode falar de carreira eclesiástica.

in Público, 3 de Novembro de 2019

Comentários

  1. Frei Bento Domingues estará a viver no mesmo planeta que eu?
    Em teoria terá razão. Mas esta teoria não é aplicada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda não é aplicada, Catarina.
      Foi isso que se discutiu recentemente, é isso que o Papa Francisco advoga.
      Até por uma razão muito pragmática - falta de vocações, falta de sacerdotes.

      Eliminar
  2. i was stunned with influence priests and popes used to have on people's lives back in medieval Pedro
    i think what we see today is relief

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. The Catholic Church was always very powerful in Europe, baili.
      And continues to be.

      Eliminar
  3. Bom dia
    Se bem percebi , vai ser mais difícil um sacerdote subir a sua carreira eclesiástica ?

    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais que isso prende-se abrir o sacerdócio a quem estava vedado, Joaquim Rosario.

      Eliminar
  4. Creio que o Papa Francisco está certo. Quando há tantos outros interesses em jogo na vida atual, não se pode estar só pendente de vocações. É preciso dar-lhes algum incentivo mais.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas Francisco, com algumas honrosas excepções, parece que anda a pregar no deserto, Elvira.
      Abraço

      Eliminar
  5. Concordo com a voz que afirma que teoricamente seja assim, a prática sendo outra. O que Francisco propõe é um ecumenismo católico que não existe e sou céptica em relação à admissão do mesmo. Mas seria bom verificar que a instituição igreja se modernizava.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem que haver vozes a defender esses valores, bea.
      E essas vozes parece que começam a ser ouvidas.
      Devagarinho, como tudo na Igreja, mas começam a ser ouvidas.

      Eliminar
  6. Que bem "prega" Frei Bento Domingues!
    Aguardemos para ver como tudo isto acaba.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  7. Os ordenados padres ou bispos só podem ser chamados, de forma indirecta, sacerdotes porque recebem o encargo de zelar pela vitalidade da missão sacerdotal e profética de todo o povo cristão. É um precioso serviço que não pode ser confundido com mais um degrau de poder e prestígio na carreira eclesiástica, coroada pelo posto de cardeal e finalmente de Papa. gold shawls and wraps , shawl wholesale online , prom shawl , embroidered pashmina shawl , pashmina shawls manufacturers , shawl fashion , men's pashmina shawls , best pashmina shawls , buy shawl , pashmina shawl in nepal O sacerdócio conferido pela graça do Baptismo, exercido em qualquer estado e vida humana, é o essencial da realidade da Igreja. Os ministérios presbiteral e episcopal, sejam de mulheres ou de homens, existem para servir o desenvolvimento da vida cristã de todos. Não é um privilégio nem um topo de carreira. Só por abuso se pode falar de carreira eclesiástica.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares