7 de janeiro de 2016

O fim da linha?


Terá chegado ao fim o "reinado" de Lopetegui no Dragão?
Depois do empate de ontem com o Rio Ave, o terceiro resultado negativo seguido (derrotas com o Marítimo e Sporting, empate com o Rio Ave), Pinto da Costa começa a ter muito pouca margem de manobra para manter o treinador.
Conjugando o péssimo resultado do Porto com as goleadas dos dois rivais, ambas por 6-0, o Porto passou a ocupar o terceiro lugar na Liga, a depender de terceiros para poder reconquistar um título que lhe foge há duas épocas.
Isto depois de já estar afastado da Liga dos Campeões, com vida complicada na Liga Europa (Borussia Dortmund), de estar virtualmente afastado da Taça da Liga.
Se este panorama, por si só, é desolador, o (pobre) futebol que a equipa do Porto exibe, o crescente divórcio entre adeptos e equipa técnica, a sensação de que esse divórcio se estende a alguns jogadores, a nítida falta de empatia entre treinador, bancadas, jogadores, a clara ausência de uma linha de rumo, de ideias definidas e perceptíveis, ainda aumentam a sensação de um fim da linha muito próximo.
Compreendo que será difícil mudar de treinador nesta fase da época, encontrar alguém disponível e acessível.
Mas manter Lopetegui será talvez a decisão mais complicada e arriscada que Pinto da Costa poderá tomar no seu já longo "reinado".
O basco dizia ontem no final do jogo que era o único responsável pelo mau momento da equipa.
Nisso estamos de acordo.
Dispondo dos recursos, financeiros e técnicos, dos quais dispõe e dispôs, não se compreende como pode Lopetegui falhar tão clamorosamente.
Não se compreende (só a teimosia de Lopetegui poderá de algum modo justificar tão pobre cenário), muito menos se admite.
Num tempo que vê a expressão accountability quase vulgarizada, vai sendo hora de responsabilizar Lopetegui pelos (muitos) erros que tem cometido.
E de dar a possibilidade a outro treinador (confesso que não faço ideia quem) de salvar o que resta da época.
Tem a palavra Pinto da Costa.

26 comentários:

  1. Respostas
    1. Quem me dera, Rita!
      O Jesus, com todas as calinadas gramaticais (ninguém o contratou para poeta) é um excelente treinador.
      Este ... este...cabron, nem treineiro é!
      Bjs

      Eliminar
  2. Por muito menos do que isto o Pinto da Costa despachou dois ou três treinadores. Não percebo a teimosia de manter este. Acho que tão cedo não vejo outro jogo do Porto. Ou ainda me dá alguma coisinha má.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Pinto da Costa sempre foi muito avesso a despedir treinadores.
      Mantém os treinadores para além dos limites do razoável.
      Com este já começa a ser demência.
      Não sei quem se poderá contratar nesta altura.
      Mas manter este fulano é que me parece não fazer sentido nenhum.
      Ele tem mau relacionamento com a massa associativa, com os jogadores, com a imprensa, é teimoso, burro, o que é que o Pinto da Costa vê nele???
      Um abraço

      Eliminar
  3. Será que é desta que o Grande Pinto da Costa dá um pontapé no lopetegui e assume o erro da contratação???????
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gostava que assim fosse, Francisco.
      Mas não acredito.
      Aquilo é uma competição para ver qual dos dois é mais teimoso!
      Aquele abraço

      Eliminar
  4. Pedro, eu como benfiquista gostava muito que o Lopetegui se mantivesse no cargo por longos e bons anos e, pasme-se, o Jorge Jesus, agora, pensa o mesmo... agora o "Loropegui" já é Lopetegui e é um treinador muito competente, já o Vitória nem treinador é nas palavras do iluminado JJ.

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ricardo,
      O Jorge Jesus é aquele tipo de pessoa que os brasileiros dizem que "gosta de pegar briga".
      Mas que é um bom treinador, lá isso é.
      Já o estupor do basco vai de mal a pior.
      Com muitos menos meios, muito menos asneiras, o Paulo Fonseca estava na rua.
      Aquele abraço

      Eliminar
  5. Lamento pelas pessoas amigas que são portistas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O basco já me irrita até aos ossos, São!! :(

      Eliminar
  6. Um bom petisco para resolver, sim senhor ! :(
    ...mas há que ponderar !
    Um despedimento nesta altura custa 4,5 milhões ; um novo treinador demoraria bastante tempo a conhecer bem o plantel e a tirar dele resultados positivos; não é assim fácil, a meio de uma época encontrar um novo bom treinador para três anos, com garantia de bons resultados.
    Será de aguardar que seja o Lopetegui a reconhecer o falhanço e despedir-se com um acordo agradável para o FCP ? ...

    Eu creio que há dentro do FCP quem entenda muito melhor estas situações delicadas do que nós que estamos por fora ! ... (??)

    Abraço, Pedro !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas o basco não vai embora pelo próprio pé, Rui.
      Depois de tudo o que tem sido dito dele, depois dos lenços brancos, das mensagens a pedir-lhe que desapareça, ele mantém a mesma arrogância e parece dizer que os outros todos é que estão errados.
      Se ele continua vamos ter outra época de sofrimento.
      Nem quero pensar nos jogos com os alemães....
      Aquele abraço!

      Eliminar
    2. ... E que tal o Nuno Espirito Santo ?

      Eliminar
    3. Ora aí está uma boa alternativa, Rui.

      Eliminar
  7. Como não vou em futebóis... limito-me a desejar...
    Que o Novo Ano lhe traga dias muito felizes, junto de sua linda família.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
  8. Não é possível aguentar mais Lopetegui.
    Pinto da Costa vai, creio, quebrar o seu princípio.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo que ouvi agora na rádio o basco estará reunido com a SAD do Porto para acertar os pormenores da desvinculação.
      Já vai tarde!!
      Aquele abraço

      Eliminar
  9. Olá Pedro, na minha opinião deveriam procurar se não existe para lá galinha preta escondida no estádio !:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No meio de algum azar o pior de tudo é a inconstância e incompetência do treinador, Angela.
      Está na hora de dar o lugar a outro.

      Eliminar
  10. Respostas
    1. Pelo que acabo de ouvir na rádio parece que chegou mesmo ao fim o (mau) percurso de Lopetegui no Porto, ó menina.
      Que vá pela sombra!

      Eliminar
  11. Já foi, Pedro! Não se esperava outra coisa. O empertigado falava, falava mas não tinha idéia nenhuma do que fazer com uma equipa. Biba !
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É caso para dizer que te vaya bien, Agostinho.
      Já foi tarde.
      Aquele abraço

      Eliminar
  12. A última notícia - ouvida no noticiário das 13:00 - é que Lopetegui chegou mesmo ao fim da linha, no Estádio do Dragão, Pedro!
    Vaya con Dios...Ufa! Mas...e agora? Qual será o senhor que se segue? Para já entrou Rui Barros ao serviço.

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vários nomes a circular, Janita.
      Vamos aguardar até para perceber se é uma solução de curto prazo (Luis Castro ou Rui Barros) e ficaria a perceber-se que se está à espera de alguém.
      Ou se é uma solução de médio prazo.
      E aí os nomes seriam outros.
      Com Nuno Espírito Santo a ser um deles.
      Beijinhos

      Eliminar