5 de outubro de 2015

Querida, onde estás?


Após o trabalho, o homem chegou a casa e encontrou os seus três filhos brincando no quintal, ainda de pijama, sujos de terra e cercados por embalagens vazias de comida do supermercado.
A porta do carro da esposa estava aberta.
A porta da frente da casa também.
O cachorro tinha desaparecido, não veio recebê-lo.
Enquanto entrava em casa, ia descobrindo mais e mais bagunça.
A lâmpada da sala fundida, o tapete enrolado e encostado à parede.
Na sala de estar: a televisão ligada, aos berros, num desenho animado qualquer, e o chão atulhado de brinquedos e roupas.
Na cozinha: o lava-loiça cheio de pratos, a cafeteira do pequeno-almoço na mesa, o frigorífico aberto, a comida do cachorro espalhada pelo chão e até um copo quebrado em cima do balcão.
Sem contar com um montinho de areia junto à porta.
Assustado, desviando-se dos brinquedos e das peças de roupa, subiu as escadas a correr interrogando-se...'Será que a minha mulher está mal?' 'Será que alguma coisa de grave aconteceu?' 
A casa de banho escancarada.
Encontrou mais brinquedos no chão, toalhas ensopadas, sabonete líquido por toda a parte e muito papel higiénico na sanita.
A pasta de dentes tinha ficado aberta e a banheira transbordava de água e espuma.
Finalmente, ao entrar no quarto, encontrou a mulher, ainda de pijama, a ler uma revista na cama. 
Olhou para ela completamente confuso e perguntou:
'Que diabo aconteceu aqui em casa?' 'Porquê toda essa bagunça?'
Ela sorriu e disse:
- Todos os dias, quando chegas do trabalho, perguntas-me:
'- Afinal de contas, o que é que fizeste o dia inteiro em casa?'
-'Bem... Hoje não fiz nada, FOFO!'

19 comentários:

  1. Ora nem mais! Aqui está uma bela lição! Costuma-se dizer que ninguém repara no trabalho doméstico. É como se ele fizesse sozinho. Mas, quando algo fica por fazer, aí sim, cai o Carmo e a Trindade :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amanhã vou publicar a segunda parte da mensagem, Miss Smile.
      Uma ode à Mulher.

      Eliminar
  2. Está o caldo entornado ?
    Daqui prá frente não há volta a dar, é melhor arranjar uma criada jeitosa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou dar o devido valor à mulher, Agostinho
      É capaz de ser mais fácil

      Eliminar
  3. As mulheres são o "diabo"!

    Boa semana, Pedro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo contrário, CÉU.
      Fica já o convite/desafio para passar por aqui amanhã é ler a prova do oposto.
      Boa semana

      Eliminar
    2. Ok. Combinado e encontro já realizado e comprovado.

      Fique bem!

      Eliminar
  4. :))) E afinal até estava a fazer, porque estava a ler uma revista :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E tinha a resposta, devida, merecida, na ponta da língua, Gábi :))

      Eliminar
  5. O trabalho doméstico infelizmente continua a ser pouco prestigiado e reconhecido, aqui está um bom exemplo :)

    Um beijinho e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fê,
      Uma prima, que é como se fosse irmã, passou-se da cabeça quando uma dondoca teve o azar de lhe dizer que a mãe não fazia nada porque era doméstica.
      O decoro impede-me de publicar o que ela respondeu.
      Mas está ali, está aqui, o exemplo do preconceito que rodeia o trabalho doméstico.
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  6. Pois é, parece que não se faz nada em casa!
    Curiosamente não são só os homens que pensam que a "dona de casa" é uma dondoca sem nada que fazer!!!
    Já ouvi executivas terem o mesmo tipo de preconceito!
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. papoila,
      Remeto para resposta que dei à Fê.
      Muitas vezes as mulheres ainda vão mais longe no preconceito que os homens.
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Mulher zangada é fogo!
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  8. Também não era preciso exagerar, o pobre do homem ia tendo um ataque cardíaco.:))

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estava a pedi-las, GL.
      Teve o que merecia.
      Abraço

      Eliminar
  9. Por acaso já conhecia e adorei reler! O trabalho da mulher em casa nunca é devidamente reconhecido!
    De tal maneira que quando se pergunta a uma mulher que não trabalha fora de casa é muito comum ouvir dizer , que não 'trabalha'!..
    Essa foi inteligente, Pedro! Aposto que a partir desse dia o marido não perguntou mais o que esteve ela a fazer todo o dia em casa!

    Donas de casa uma ova! Escravas de u trabalho que nunca está terminado, isso sim!

    Sei que é anedota, mas gostei!! :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Remeto também para a resposta que dei à Fê, Janita.
      Esse preconceito existe, é alimentado por homens e mulheres.
      Ambos estúpidos, obviamente

      Eliminar