29 de outubro de 2015

Melhor ser rainha por um dia do que duquesa toda a vida


A frase, de origem popular,  é atribuída a D. Luísa de Gusmão, primeira rainha de Portugal da quarta dinastia.
Mais ao gosto dos historiadores, esta frase deverá ser reformulada para "é melhor morrer reinando do que acabar servindo".
Do século XVII para o século XXI muito pouco parece ter mudado nas mentalidades de quem aspira aceder aos mais altos cargos públicos. 
Porque terá sido este, ou algo muito semelhante, o argumento que Pedro Passos Coelho terá apresentado a todos os que aceitaram integrar um executivo que se anuncia de vida muito curta.
E é também o argumento que motiva os partidos que se preparam para derrubar esse executivo e que aspiram substituí-lo.
A ideologia dá lugar ao pragmatismo, a ambição sobrepõe-se ao bom-senso.
A História tem esta característica muito curiosa - a repetição de cenários e acontecimentos em períodos e circunstâncias em tudo diferentes.
D. Luísa de Gusmão foi regente de Portugal na menoridade de D. Afonso VI.
Pedro Passos Coelho deverá ser "regente" por muito pouco tempo.
Quem "reinará" a seguir, e por quanto tempo, são as dúvidas que agora se colocam.

30 comentários:

  1. Gostaria de saber o que sobra desta luta pelo poder...
    Empobrecimento do país e dos portugueses.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente também é essa a minha perspectiva, luis.
      E uma grande confusão política nos tempos mais próximos que só será poder resolvida se e quando houver novas eleições.

      Eliminar
  2. Dois galos na luta pelo mesmo poleiro. Sobreviverá o galinheiro?
    Um abraço.

    À margem : Não. Não se conheciam

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O "galinheiro" é o mais importante, Elvira Carvalho.
      Os galos e as suas lutas importam muito pouco.

      Mais um tiro na água.
      Está difícil acertar no porta-aviões.

      Eliminar
  3. Que mais nos irá acontecer? Tudo o que está a suceder é vergonhoso e parecem meninos e meninas numa turma de "quero, posso e mando" que em vez de fazerem um trabalho de grupo, preferem andar à batatada. Uma vergonha nacional a juntar a tantas outras.

    Beijocas e um bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que já se espalhou para fora de Portugal, Fatyly.
      Actualmente é muito fácil :(
      Beijocas

      Eliminar
  4. O país não ganha nada com isto.

    Estamos em guerra civil.

    EStabilidade? Nem a coligação PSD/CDS a garantiu, com o inenarrável Paulo Portas tornando-se irrevogavelmente demissionário e regressando ao redil porque criaram para ele um lugar que jamais existira em Portugal.Mas aí , a tradição - agora tão invocada pela Direita - não foi mencionada uma só vez sequer.

    Mas continuo crente de Cavaco não empossará um Governo de Esquerda.

    Tudo de bom, Pedro






    Estabilidade ? Nem a coligação PSD/CDS a garantiu , dando azo ao "irrevogável abandomo de"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se não empossa um governo de esquerda, e se a coligação já garantiu que não se mantém no poder em gestão, em que é que ficamos, São?
      Um governo de iniciativa presidencial??
      Era o que nos faltava agora!!
      Aí é que eu tinha que admitir que ainda não tínhamos batido no fundo :(
      Tudo de bom também, São

      Eliminar
  5. Pedro, estes são tempos de náusea política, a sede de poder sobrepôs-se ao sentido de estado, e este parece ser o denominador comum entre as mais altas autoridades da Nação desde o Presidente da República (que parece-me, pelas suas declarações ontem em Roma, se prepara para empossar um Governo de Gestão), passando pelo inenarrável Presidente da Assembleia da República e também pelo 1ª Ministro (convidar Calvão e Silva para o XX Governo Constitucional é, no mínimo, insultuoso) e acabando na "merd@" de partidos e líderes de esquerda que temos.

    Meu caro amigo, PP Coelho deve ser empossado 1º Ministro, mas...por 10 dias não vale a maçada.

    Aquele abraço, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não ouviu a entrevista de Fernando Negrão, Ricardo?
      A coligação já afastou por completo a possibilidade de ficar no poder como governo de gestão.
      Percebo perfeitamente.
      Passos Coelho está a seguir os conselhos do pai que há muito lhe tinha dito para mandar tudo à m....
      Aquele abraço

      Eliminar
  6. Há algo que ninguém parece perceber quando dizem que "não faz sentido o apoio do PCP ao PS", enquanto, na Europa, faz o oposto, tudo o que seja contra o euro e a UE pois, para mim, faz todo o sentido... eles sabem que esta colaboração com o PS, sem entrarem no governo será, meio caminho andado, para atingir os seus fins... um PS que vende, a qualquer preço, o seu programa, unicamente para... pôr "a mão na massa", algo que, só me "cheira" a interesses muito particulares e que, apenas, precisa de tempo, durante o qual, vai ter que dar ideia que se preocupa com o País, distribuindo "amendoins, tremoços e pipocas à malta" mas, que vão, certamente, aumentar a despesa, agravando o Défice e a Dívida... estará, quase garantida, uma nova vinda da Troika, ora aqui sim... "terra queimada" e, sem saída, é o terreno mais fértil para Ditaduras de esquerda ou de direita porque o caos nunca foi, nem nunca será, bom conselheiro, a esquerda nunca consegue "entrar" numa sociedade economicamente estável, no entanto, seja aqui ou na Europa, em que a própria Meckel está a ficar "soterrada" com a crise dos migrantes, um problema que ela própria ajudou a criar... está tudo a correr lindamente para quem, realmente, controla isto tudo... nada como o caos, para fazerem o que quiserem (mas, desta vez, não será o PCP que vai ter o proveito)... vamos, a grande velocidade, ao encontro de um regime totalitário mas, a nível global. Houve tempos em que eu não queria acreditar mas, um amontoado de pormenores como, por exemplo, o TTIP que estava a ser negociado no "segredo dos deuses", pelo pouco que veio à superfície, só prova esse desejo de globalização em que nós, os pequeninos, seremos apenas "carneiros" inconscientes... a caminho do redil, onde as liberdades serão todas reduzidas a Zero, até na palha que podemos ou não... comer.
    Curiosamente pouco ou nada têm de fazer, para além de pôr a "carneirada" a pedir, exatamente, o que eles querem... controlar todos os aspetos da nossa vida... até ao mínimo pormenor. O sistema económico ainda não desabou porque ainda não estão criadas todas as condições, programadas há mais de 20 anos. As taxas negativas não são por acaso e, a situação atual está de tal maneira que, se o FED aumentasse os juros em 0,5 %, o castelo de cartas cairia... só que isso... não pode ser neste momento, mas... lá chegaremos...
    Provavelmente já leu mas, nunca será demais, divulgar o TTIP que está em vias de ser aprovado e... nem sequer sabemos tudo...
    LINK
    isa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isa,
      Mesmo que venha a governar esse triunvirato a Isa acha que poderão fazer grande coisa??
      No dia em que começarem a questionar os compromissos que Portugal assumiu baixam a garupa como teve que fazer o Syriza na Grécia.

      Mesmo a tese da distribuição, que Daniel Bessa criticou, será sol de pouca dura.
      Distribuir só quando há algo para distribuir.
      Se a torneira fechar o que é que acontece??

      Eliminar
    2. Não é o governo do triunvirato... tem a ver com aquilo que está naquelas 10 páginas A4 que referi num comentário anterior...
      Neste momento, até querem distribuir... o preço virá depois...
      Nunca perder de vista... o que se passa a nível global... e qual a finalidade destas corporações a nível global. (quem as controla sabe bem o que quer)
      isa
      isa

      Eliminar
    3. Confesso que ainda não li, isa.
      Quando tiver oportunidade, leio.
      E depois poderei comentar.

      Eliminar
  7. Pois é meu amigo em relação ao poder muito pouca coisa muda infelizmente e estou de acordo com a Elvira vamos lá a ver se o galinheiro vai sobreviver.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Francisco,
      Que os galos andem à pancada por causa do poleiro já é grave e irresponsável.
      Se ainda vão danificar mais o galinheiro são acima de tudo cretinos.
      Um abraço

      Eliminar
  8. Ouvi dizer, vizinho, que muitos declinaram o convite para tomar a rédea nos miniterios, prevendo que era sol de pouco dura.
    Kis :=>)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É natural, AvoGi.
      Quem é que quer ir para um governo que se anuncia de muito curto prazo??
      Rainha por um dia, não é??
      Beijinhos

      Eliminar
  9. Lá está, Pedro...Ninguém gosta de passar de cavalo pra burro!

    E, no meio de tudo isto, os burros fomos nós ( os que foram às urnas)...

    A tão almejada Democracia está definitivamente comprometida:(

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que irá acontecer é mesmo um mistério, Janita.
      O PR não quer empossar um governo, PS/PCP/Bloco, a coligação, que vai cair daqui a dias, não quer ficar em gestão.
      Em que é que ficamos?
      Voltamos à aventura dos governos de iniciativa presidencial??
      Que embrulhada!!
      Beijinhos

      Eliminar
  10. Independentemente de tudo o resto, Europa, ou não Europa, sins ou nãos de outras coisas, o que aqui irá prevalecer para a história será :
    Antes PM por meio ano que militante de base para toda a vida !
    ... e o "meu voto" é que seja PM ! ... Porque isso irá, de uma vez por todas, mostrar a todos os portugueses a verdadeira realidade, que não tardará meio ano ! ... Aí, o mal estará feito e haverá que recuperar de novo, certamente com muito mais dificuldades para todos nós, mas ficará a lição, se é que a vão entender ! :(

    No entanto há ainda um "mas" ! Será que está no pensamento de alguns (AC e mais alguns) que este governo ficará em gestão até novas eleições, a ser queimado em lume brando pelo parlamento, para daqui a 9 meses, em novas eleições haver uma vitória rotunda mais que garantida ? ... Não duvido nada que "estas manobras" sejam puras manobras de distracção, para se conseguir esse objectivo, sabendo-se que o PR terá muita relutância em dar posse a outro governo !

    ... É que há por aqui autênticos bons jogadores de Poker !

    Abraço Pedro !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rui,
      Se é essa a estratégia é um tiro na água.
      Fernando Negrão não podia ser mais claro e mais directo - a coligação recusa terminantemente a hipótese de ficar como governo de gestão.
      E volto a perguntar - assim sendo, em que é que ficamos?
      O PR, mesmo contrariado, dá posse a um governo PS/Bloco/PCP ou forma um governo de iniciativa presidencial?
      Aquele abraço!

      Eliminar
    2. (??) ... É isso ! Creio que o PR não "arriscará" um governo com esse tipo de apoios, apoios esses dos quais não se sabe a solidez e temporalidade ! (??) ... Sinceramente nem sequer ainda acredito muito que venha a haver um acordo escrito com as garantias pedidas pelo PR.

      O que melhor poderá acontecer à esquerda é manter-se afastada do poder até novas eleições !
      Inversamente, o melhor para a direita, era ver o PS no governo com esses apoios (não duraria meio ano). Novas eleições e a coligação ganharia a maioria absoluta ! O problema seriam as consequências para os portugueses ao fim destes 6 meses !
      ... mas palpita-me que AC , sabendo da relutância do PR em indigitá-lo, esteja a fazer "jogo sujo" (sem acordo válido), para derrubar o governo esperando um governo de gestão ou de iniciativa presidencial ! Seria a grande jogada do AC para daqui a 8 meses !

      Abraço

      Eliminar
    3. Hoje li uma coisa que ainda não me tinha passado pela cabeça, Rui.
      E se, confrontado com esta embrulhada, o PR lançar a bomba atómica e se demitir???
      Quem foi que falou na possibilidade de legislativas e presidenciais ao mesmo tempo??
      Não me tinha passado essa pela cabeça.
      Aquele abraço

      Eliminar
  11. Pedro, agora é que vou invocar a 5ª emenda.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ouça a música escolhida, António.
      Vale a pena.
      Aquele abraço

      Eliminar
  12. Coimbramigo

    O tema está a ser objecto de muitos "comentadores" políticos e não só; de tal maneira que julgo que já está a tornar-se viral...

    C'oa breca, a coisa não parece tão difícil; mas é-o porque em Belém e com a renda paga por todos nós está o sôr Silva. Dê-se o que está escrito nas estrelas: PS, BE e PCP. Poderá ser uma primeira experiência - mas há sempre uma primeira vez...

    一個大大的擁抱 do Leãozão

    Fim-de-semana especialmente encomendado: 0-3 e 0-0... há dias da sorte...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. FerreirAmigo,
      O PR não quer dar posse a um governo PS/Bloco/PCP.
      Qual é a solução se a coligação diz que não governa em gestão??

      Eu não tenho medo nenhum de novas experiências, de um governo com esse triunvirato.
      Mas insisto na minha ideia - essa ideia NÃO foi posta a votação dos portugueses.
      Pelo contrário, os três partidos atacaram-se ferozmente.
      Por muito que não se goste do PR (achas que eu gosto???), se ele se tivesse ficado por aqui, não havia como não lhe dar razão.
      O problema foi meter-se por outros caminhos e começar a fazer juízos de valor que não devia ter feito.

      O último fds foi em cheio para o Sporting - ganhou em dois campos e só jogou num.
      Mas atenção que tem lá o Porto à perna.... :)))

      Aquele abraço, bfds

      Eliminar
  13. Acho esta crise maravilhosa. A representação do drama tantas vezes repetida tornou-se farsa. Os farsantes e pantomineiros deram-se a conhecer melhor e o povo teve uma oportunidade de se aperceber do negócio que subjaz a política.
    Mesmo assim não irá aprender porque a herança cultural e a ignorância são tremendas.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo menos haja algo de positivo, Agostinho - muitas máscaras caíram.
      Se nada de positivo resultar desta ópera bufa, pelo menos que resulte isso.
      Aquele abraço

      Eliminar