28 de outubro de 2015

Apostas ousadas


Quatro biliões de dólares de investimento, aposta decidida no mercado de massas, em componentes non gaming (esperemos que seja para manter...), uma inauguração cheia de glamour e estrelas, aí está o Macau Studio City, o mais recente investimento da dupla Lawrence Ho/James Packer, a dupla que criou e dirige a Melco Crown.
Muito para além do brilho das estrelas - Mariah Carey (namorada de James Packer), Martin Scorsese, Robert De Niro, Leonardo Di Caprio - o Macau Studio City chama a atenção pela ousadia e visão de James Packer e Lawrence Ho.
A aposta nas componentes non gaming, no entretenimento, na restauração, no retalho, deixam sempre alguma desconfiança.
É muito fácil mudar de ideias e fazer desaparecer, sem ser necessário o contributo dos mágicos que vão actuar nos espaços dedicados ao ilusionismo neste novo empreendimento, estes espaços e substitui-los por qualquer outra valência (gaming ou non gaming).
Ainda assim, reconheça-se, uma aposta ousada.
Mas não tão ousada, prospectiva, visionária até, como a que é feita no mercado de massas em detrimento do jogo VIP.
Lawrence Ho e James Packer, atentos ao feroz combate à corrupção no interior da China, viram-se decididamente para a possibilidade de vir a ser alargado o número de visitantes em Macau depois de finalizados os grandes projectos de obras públicas em curso.
E apostam todas as fichas na possibilidade de Macau vir a atingir os 31 milhões de visitantes anualmente, a esmagadora maioria dos quais pertencentes a uma crescente e cada vez mais endinheirada classe média chinesa.
No imediato faz todo o sentido ter esta ousadia.
A médio/longo prazo, tal com com as componentes non gaming, poderá haver alterações.
Têm a palavra as autoridades centrais e tudo dependerá das políticas que estas venham a adoptar no futuro.

16 comentários:

  1. Uma aposta bem ousada mas é assim o risco dos que investem.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De toda a cerimónia fica um especial orgulho pátrio para nós portugueses por ver o enorme interesse da Robert De Niro da história de Macau e na presença portuguesa aqui, Francisco.
      Faz bem à alma.
      Um abraço, continuação de boa semana também

      Eliminar
  2. Toda essa "ousadia dos investidores" pelo menos deram emprego a muita gente? No imediato acredito que sim...mas estou farta de ver obras faraónicas inauguradas com pompa e circunstância e meia dúzia anos volvidos...estão na mais profunda decadência e abandono.

    Oxalá que não seja esse o caso.

    Beijocas e um bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Empregaram MUITA gente na construção, vão empregar MUITA gente na operacionalidade do complexo.
      Quem vem cá fazer uma temporada (três meses???) no espaço reservada ao ilusionismo é o Luis de Matos, Fatyly.
      Com a "mãe" China a mandar para cá jogadores não haverá falta de $$$$.
      Já os espaços non gaming.......vamos ver.
      Beijocas

      Eliminar
  3. Se não der reconverte-se.
    E como é que se resolvem os jogos florais no mar da China?
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha dúvida vai sempre para as áreas non gaming, Agostinho.
      Jogadores haverá sempre.
      A China é IMENSA!!
      Utentes das outras áreas??
      Veremos.
      Aquele abraço

      Eliminar
  4. Aqui também foi anunciada a abertura de um Casino para a classe média, mas sem maior profundidade.

    É sempre bom ouvir quem sabe mais do tema, como é o seu caso, Pedro.

    Tudo de bom

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estes projectos só me interessam naquilo em que são menos seguros, São - as áreas de restauração, espectáculos.
      O jogo sustenta isso tudo mas passa-me ao lado.
      Olho-o só com curiosidade de observador algo atento.
      Tudo de bom

      Eliminar
  5. Resta desejar as maiores felicidades para o projecto, Pedro.

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como já referi, Ricardo, só as áreas non gaming me interessam.
      Exemplo. - no domingo completei 18 anos de casamento.
      E fui com a minha mulher celebrar no Tasting Kitchen do Crown Towers, um restaurante com duas estrelas no Guia Michelin.
      Isto sim é o número que eu calço!!
      Eu sei que é o jogo que permite a existência destes espaços.
      Não o diabólico, não me interessa nada.

      Quando é que há actualização do blogue??
      Aquele abraço

      Eliminar
    2. Meu caro, fiz hoje uma actualização no blogue (tenho andado em reuniões, encontros, discussões, negociações e fico/ando estoirado).

      Espero regressar à "normalidade" no decurso da próxima semana, isto é, se não aparecer uma qualquer "emergência" de trabalho.

      Aquele abraço.

      Eliminar
  6. Há dinheiro não há?
    Siga a festa!
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. James Packer é, salvo erro, o australiano mais rico.
      Lawrence Ho, o filho de Stanley Ho.
      Não é preciso dizer mais nada, pois não, António??
      Aquele abraço

      Eliminar
  7. Respostas
    1. Muito dinheiro investido, perspectivas de muito dinheiro a ganhar, Diana Fonseca

      Eliminar