26 de outubro de 2015

Alentejana


Para não serem só anedotas de alentejanos, hoje vai uma de alentejanas.

Uma Alentejana entra numa farmácia e pede uma garrafa de frequência.
O farmacêutico olha e diz:
- Desculpe-me, nos meus 30 anos de experiência na profissão, nunca ouvi falar desse produto. É algum novo tipo de perfume?
A alentejana respondeu:
- Ê cá na sê!O dotôri disse-me que aquando ê tiver lôca com comichão na perseguida, pra me lavar com "Frequência"!

21 comentários:

  1. A imagem da alentejana é linda e não cheira mal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E essa é a imagem que se deve guardar das alentejanas, ematejoca.
      O resto é anedota.

      Eliminar
  2. Farmacêutico mal frequentado? Não!
    A história terá ocorrido antes da barragem do Alqueva.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Outros tempos, outra gente, outra alegria (José Viana in Zé Cacilheiro), Agostinho?? :))

      Eliminar
  3. Esta é nova (para mim) e, parafraseando um alentejano:
    -tá munte bêm caçádâââ...
    É um mimo, pá!!! Grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estes farmacêuticos não sabem nada de nada, Kok :)))
      Aquele abraço!

      Eliminar
  4. Nota 21! Nós somos únicas, Pedro!

    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo inteiramente, CÉU.
      Têm aqui um fã
      Beijo

      Eliminar
    2. Agradecidíssima, Pedro!
      Beijo.

      Eliminar
  5. ahahah ... Esta era digna de fazer parte daquele role do médico do Porto, Pedro !
    :)) ... Não consta !
    A "perseguida" está, mas não a "frequência" ! eheheh

    :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O médico não ia ao Alentejo, não conhecia estas pérolas, Rui :)))

      Eliminar
  6. Eu tb me lavo com "frequência"
    Kis :>}

    ResponderEliminar
  7. A culpa obviamente é do farmacêutico. O médico foi clarinho como água… :-)
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O farmacêutico e o mordomo são sempre os culpados, M. Campos :)))
      Bjs

      Eliminar
  8. A imagem da ceifeira está um mimo de frescura, vê-se que ela sabe bem que deve ter a perseguida sempre bem lavada, de preferência com esse tal perfume.

    Agora não há cão nem gato que não tenha um perfume com o seu nome, porque não há-de haver um chamado "Frequência"??...:))

    Ê cá tamê gosto desse!!


    Beijinhos!! :)



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora então porque não, homessa, Janita!!
      Ele é perfume c'os nomes dos manganos todos por mor de quê nã podia haver um c'o nome frequência??? :))
      Beijinhos

      Eliminar