6 de fevereiro de 2015

Ser avó é muito difícil


Paulinho com 9 anos, foi passar uns dias em casa da Avó.
Esteve a brincar na rua com alguns amigos e passado algum tempo entrou em casa perguntando:
- Avó, como se chama aquilo quando duas pessoas dormem no mesmo quarto e ficam uma em cima da outra?
A Avó assustada com a pergunta, pensou e achou que seria melhor dizer a verdade:
- Bem, Paulinho, isso chama-se uma relação sexual, fazer amor ou como se diz agora, dar uma queca...
Paulinho, satisfeito com a resposta, voltou para a rua, para brincar.
Poucos instantes depois, ele entra em casa novamente, todo esbaforido, e diz:
- Avó, aquilo que eu lhe perguntei, afinal chama-se BELICHE e a mãe do Toni disse que quer falar com a Avó!


24 comentários:

  1. Respostas
    1. A avózinha é que é muito maldosa, Luciano :)))
      Aquele abraço, bfds

      Eliminar
  2. Gargalhadas...e ser avó é mesmo difícil:):):):)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  3. Bom fim-de-semana, Pedro!
    Obrigada por este momento de humor...
    Mor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Segunda e sexta são sempre para a galhofa, Mor.
      Bfds

      Eliminar
  4. ~ A 'vózinha' a pensar que estava a ser muito moderna...

    ~ ~ Mal-entendidos...

    ~ Dias harmoniosos. ~
    .

    ResponderEliminar
  5. Os beliches não eram do tempo dela. Já o sexo... :P

    Bom dia. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda ninguém se tinha lembrado disso, Maria Eu :)))

      Eliminar
  6. Aqui é fácil ser avó.
    As criancinhas aprendem sobre a relação sexual dos adultos nas escolas.

    A velhinha da imagem tem um aspecto muito antiquado.

    Bom fim de semana, Pedro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A velhinha, com aspecto antiquado, a querer ser modernaça, deu barraca, ematejoca :)))
      BFDS

      Eliminar
  7. Quero ver como é que a avó se vai desenrascar com a mãe do Toni :))

    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostava de assistir a essa conversa, Fê :))))
      Beijinhos

      Eliminar
  8. Respostas
    1. A avó e a mãe do Toni acho que não têm a mesma opinião, papoila :)))

      Eliminar
  9. Esta já a tinha lido por aí na blogo, Pedro, mas o que é engraçado nunca perde a graça! :))

    As avós, têm de aprender a não ser tão sinceras...lol

    Beijinhos! :)

    ResponderEliminar
  10. Eheheheh! No tempo da avó não havia beliches. Dormiam todos na mesma cama.Na minha casa éramos só três. Mas lembro-me de uma vizinha com seis filhos que só tinham uma cama. Dormiam 3 para a cabeceira e 3 aos pés.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há que dar o devido desconto à asneira da avozinha, Elvira Carvalho :))

      Eliminar