3 de março de 2014

Reunião conciliatória


A esposa estava farta de ser só ela a fazer tudo em casa.
Então, após uma reunião conciliatória, ela e o marido concordaram que o jantar passaria a ser confeccionado alternadamente: ora por um, ora pelo outro.
No dia seguinte, foi a vez do marido fazer o jantar. Quando a esposa entra, vê-o todo nu, com um copo de água na mão. Sorridente e matreiro, ele diz: 
- Hoje, o menu, é amor e água fresca!
No dia seguinte, o marido entra e pergunta, esfomeado: 
- Querida, o que há hoje para comer?
A mulher aparece toda nua, despenteada e responde-lhe meigamente:
- Os restos do jantar de ontem, querido!

15 comentários:

  1. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    esta está óptima, tal Adão e Eva.
    Mas este ainda tinha a sorte de uma cobra lhe oferecer uma maçã rsrsr.
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tipo nem se pode queixar, Amigo Cambeta.
      Com uma brincadeira daquelas de certeza que havia muitos que ficavam a água.
      Sem pão!! :)))

      Eliminar
  2. Nós somos tão inteligentes, quanto mazinhas.

    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é por isso que nós não podemos viver sem vocês, Luz
      Abraço

      Eliminar
  3. :) a continuar assim vão ficar os dois muito elegantes :)

    ResponderEliminar
  4. :) a continuar assim vão ficar os dois muito elegantes :)

    ResponderEliminar
  5. Talvez o menu nem seja de desprezar. No fim sempre se pode pedir uma pisa.
    Esta anedota fez-me lembrar aquela muito velhinha que poderá estar de volta com a crise: a do Jovem marido, desempregado, que saía todos os dias a calcorrear as rua de Lisboa à procura de emprego enquanto a esposa ficava em casa à espera. Passado algum tempo, despensa vazia, o jovem encontra a mulher em brincadeiras de escorrega pelo corrimão abaixo. Espantado, pergunta, olha lá, o que estás tu a fazer? Responde ela, ó filho estou a aq... o jantar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agostinho,
      A primeira vez que ouvi essa anedota foi em língua francesa :))))

      Eliminar
  6. ahahah

    Pedro, ao ler a sua resposta à sua leitora Luz, lembrei-me daquela dos alentejanos: "As mulhéris, se na fossem a falta que fazem, na faziam falta nenhuma".

    Aposto que esse marido nunca mais deu, à mulher, amor e água fresca para jantar!:))

    Boa semana, Pedro!:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabe-se lá se ele não gostou do menu, Janita.... :)))
      Boa semana!

      Eliminar
  7. Ele ão a censurou por estar a servir comida requentada?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Repito a resposta que dei ao Luciano, Carlos :)))

      Eliminar