21 de novembro de 2012

HIPOCRISIA: Foi aprovada reforma aos 50 anos com 9.000 euros por mês para os funcionários da UE



Foi aprovada reforma aos 50 anos com 9.000 euros por mês para os
funcionários da UE


Noruegueses, Finlandeses, Suecos, Franceses,....Portugueses!, todos a denunciar! e a exigir HONESTIDADE
Já reparou? Os políticos europeus estão a lutar como loucos para entrar na administração da UE! E por quê?
Foi aprovada a aposentadoria aos 50 anos com 9.000 euros por mês para os funcionários da UE!!!
Este ano, 340 agentes partem para a reforma antecipada aos 50 anos com uma pensão de 9.000 euros por mês.
 Sim, leu correctamente!
 Para facilitar a integração de novos funcionários dos novos Estados-Membros da UE (Polónia, Malta, países da Europa Oriental ...), os funcionários dos países membros antigos (Bélgica, França, Alemanha....) receberão da Europa uma prenda de ouro para se aposentar.
Porquê e quem paga isto?
A diferença tornou-se muito grande entre o povo e os "Deuses do Olimpo!"
 É uma verdadeira Mafia a destes Altos Funcionários da União Europeia ....
 Os tecnocratas europeus usufruem de verdadeiras reformas de nababos.
Mesmo os deputados nacionais que, no entanto, beneficiam do "Rolls" dos regimes especiais, não recebem um terço daquilo que eles embolsam.
 Vejamos! Giovanni Buttarelli, que ocupa o cargo de Supervisor Adjunto da Protecção de Dados, adquire depois de apenas 1 ano e 11 meses de serviço (em Novembro 2010), uma reforma de 1 515 ? / mês. 
O equivalente daquilo que recebe em média, um assalariado francês do sector privado após uma carreira completa (40 anos).
O seu colega, Peter Hustinx acaba de ver o seu contrato de cinco anos renovado. 
Após 10 anos, ele terá direito a cerca de 9 000 euros de pensão por mês.
 É simples, ninguém lhes pede contas e eles decidiram aproveitar ao máximo. 
É como se para a sua reforma, lhes fosse passado um cheque em branco.
 Além disso, muitos outros tecnocratas gozam desse privilégio:
 1. Roger Grass, Secretário do Tribunal Europeu de Justiça, receberá 12 500 euros por mês de pensão;
2. Pernilla Lindh, o juiz do Tribunal de Primeira Instância, 12 900 euros por mês;
3. Damaso Ruiz-Jarabo Colomer, advogado-geral, 14 000 euros mês.
Para eles, é o jackpot. 
No cargo desde meados dos anos 1990, têm a certeza de validar uma carreira completa e, portanto, de obter o máximo: 70% do último salário. 
É difícil de acreditar ... 
Não só as suas pensões atingem os limites, mas basta-lhes apenas 15 anos e meio para validar uma carreira completa. 
Confrontados com o colapso dos nossos sistemas de pensões, os tecnocratas de Bruxelas recomendam o alongamento das carreiras: 37,5 anos, 40 anos, 41 anos (em 2012), 42 anos (em 2020), etc. 
Mas para eles, não há problema, a taxa plena é 15,5 anos.
De quem estamos falando?
Originalmente, estas reformas de nababos eram reservadas para os membros da Comissão Europeia e, ao longo dos anos, têm também sido concedida a outros funcionários. 
Agora eles já são um exército inteiro a beneficiar delas:juízes, magistrados, secretários, supervisores, mediadores, etc.
Mas o pior ainda, neste caso, é que eles nem sequer descontam para a sua grande reforma. 
Nem um cêntimo de euro, tudo é à custa do contribuinte ...
Esteja ciente, que até mesmo os juízes do Tribunal de Contas Europeu que, portanto, é suposto « verificarem se as despesas da UE são legais, feitas pelo menor custo e para o fim a que são destinadas »,
beneficiam do sistema e não pagam as quotas. 
E que dizer de todos os tecnocratas que não perdem nenhuma oportunidade de armarem em «gendarmes de Bruxelas» e continuam a dar lições de ortodoxia fiscal, quando têm ambas as mãos, até os cotovelos, no pote da compota?
Numa altura em que o futuro das nossas pensões está seriamente comprometido pela violência da crise económica e da brutalidade do choque demográfico, os funcionários europeus beneficiam, à nossa
custa, da pensão de 12 500 a 14 000 euros mês após somente 15 anos de carreira, mesmo sem pagarem quotizações.
É uma pura provocação!
 «Sauvegarde Retraites» realizou um estudo rigoroso e muito documentado que prova por "A + B" a dimensão do escândalo. 
Já foi aproveitado pelos media.
Ler aqui

19 comentários:

  1. São meia dúzia a destruir milhões e a UE já era e dentro deportas a saga do saque continua...para eles e amigaços TUDO para nós povo NADA!

    ResponderEliminar
  2. Não acredito que fosse este o sonho dos fundadores da União Europeia, Fatyly.
    E é esta gentinha que está, em proveito próprio a destriur o sonho e o ideal europeu.

    ResponderEliminar
  3. Nem vou comentar, Pedro, porque me...enoja!

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Se fosse só a si, Ricardo....
    Aquele abraço!!

    ResponderEliminar
  5. Caro Pedro
    Estou como o Ricardo.
    Abraço
    Rodrigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rodrigo,
      Quem e que nao fica com raiva e com vómitos?
      Aquele abraço!

      Eliminar
  6. Quando o (mau) exemplo vem de quem exige transparência e rigôr...

    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    Já vi e me fui dado a conhecer já tanta coisa que nada mais me admira.
    A Mafia esta espalhada por toda a Europa.
    A Assunção Estevens essa se rormou mais cedo aos 42 aos de idade, por ter trabalhado 10 anos como Juiza do Tribunal Constitucional, não passou a ganhar 9 000 de reforma mas sim 7 225, mas com as alcavalas do Parlamento mais viatura, motorista, telefone e senhas de presença deve ganhar muito mais.
    A Mafia tem um gabinete especial em Portugal e essas pessoas não tem vergonha na cara. Falta de moral ela e os antigos PR e muitos mais.
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  8. António e Cambeta,
    Como e que esta gente tem moral para pedir sacrifícios a outros?
    Sem vergonha!!!

    ResponderEliminar
  9. Também quero um tacho na União Europeia. E se calhar em vez de voltar para Macau ainda emigro mas é para a Noruega (que não faz, inteligentemente, parte da UE) onde o salário médio ronda os 4000 euros.

    ResponderEliminar
  10. E a Noruega , ainda por cima, tem um sistema de segurança social extraordinário, FireHead
    Mas nao se entra lá com duas lerias.
    Tenho amigos noruegueses e sei que nao e fácil

    ResponderEliminar
  11. Os que fundaram a UE, devem estar as voltas quando olham para isto :( Como aprendi com o Pedro o projecto União Europeia era algo muito bonito e muito bem feito, e agora estes sacanas fazem este género de coisas, o que é que eles alegam que é uma profissão de risco? Só se for de risco para as pessoas que são governadas... Lamentável!

    ResponderEliminar
  12. Os chamados pais fundadores nao era nada disto que tinham em mente, Catarina
    Esse ideário ficou pelo caminho e foi prevertidompor um bando de burocratas pagos a peso de ouro.

    ResponderEliminar
  13. Mais que os burocratas que perverteram a ideia original dos pais fundadores do projecto europeu, está a Maçonaria por detrás, o verdadeiro perigo...

    ResponderEliminar
  14. FireHead,
    Junte a fome a vontade de comer.....
    É isso que apetece dizer.

    ResponderEliminar
  15. Caros Amigos, isto é tudo uma pouca vergonha enquanto as populações de cada país da UE o permitirem. Está na hora de perguntar para que são necessários cerca de 11.000 deputados em toda a UE, isto inclui: 754 do Parlamento Europeu; 334 de Portugal e Regiões Autónomas; 1188 de Espanha e Regiões (faltou-me saber se para além das duas Câmaras alemãs existirão deputados estaduais).
    O Parlamento Europeu localiza-se em Estrasburgo e Bruxelas e os deputados andam dum lado para o outro em viagens de avião. E as cimeiras quanto custam? 10 milhões cada uma! Quem paga isto tudo?

    Vejam-se os deputados nacionais em cada país da UE:

    http://www.parlamento.pt/europa/Paginas/Parlamentos_Nacionais_UE.aspx

    Abraços ("a braços" estamos todos nós com toda esta cambada! :) eheheh)
    JG

    ResponderEliminar
  16. João Guerreiro,
    Uma medida destas, para mais num tempo tão complicado e de tantas dificuldades, e ofensiva.
    Nao há vergonha nem bom senso.

    ResponderEliminar