3 de dezembro de 2019

Pitoresco e modernaço


Para quem vive longe de Portugal há momentos na vida política do país que provocam um sentimento próximo da perplexidade.
A eleição de Joacir Katar Moreira para exercer o cargo de deputada foi um desses momentos.
De repente, do nada, Joacir Katar Moreira saltou para as primeira páginas dos jornais, para a ribalta, e acabou sentada na Assembleia da República.
Porquê, como?
A sensação que fica é que tal fenómeno se deveu à vertente pitoresca, modernaça.
Seria mais um momento fracturante como tanto parece ser do agrado de uma larga faixa da população.
Ideias, conteúdo, propostas?
Para quem está longe não chega nada de novo, de diferente.
Novo, diferente?
O ser mulher, negra, gaga, incómoda.
Chega para ser eleita deputada?
Pelos vistos nos dias que correm é o suficiente.
Se lhe juntarmos uma pitada de folclore (as saias do assessor, a birra com o Partido, a escolta policial) está garantida a fama, ainda que efémera, que Andy Warhol vaticinava.

45 comentários:

  1. Não terá qualificações adequadas para o cargo? Não conheço a senhora. Vou pesquisar. Talvez encontre as suas habilitações literárias.
    Não compreendo bem por que a sua disfemia – mais conhecida por gaguez – seja uma “característica” que se deve mencionar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Menciono porque é óbvio e porque foi sublinhado quando foi eleita, Catarina

      Eliminar
    2. A sua disfemia deve ser, neste caso, uma "característica" porque o Parlamento é um local de excelência da oratória, onde um gago dificilmente consegue passar a sua mensagem. Só por isso. Não se pede a um invisual para ser motorista, por exemplo. Acho que a senhora deputada seria muito útil no seu partido de outra maneira...

      Eliminar
    3. Já vi um vídeo em que Joacine não gaguejava. Não será mais um truque para segurar ainda mais publicidade ❓

      Eliminar
    4. Quando a Maria Eugénia diz “Acho que a senhora deputada seria muito útil no seu partido de outra maneira...”, considero isso discriminação.
      Não posso deixar de sorrir ao afirmar que “o Parlamento é um local de excelência da oratória” ou quando compara um invisual a conduzir.
      Opiniões. Até cretina a chamam agora. Prefiro olhar para o copo meio cheio do que meio vazio. O tempo indicar-vos-á se a senhora deputada vai ou não desempenhar o seu papel com dignidade e honestidade. Dêem-lhe uma oportunidade.

      Eliminar
    5. Insultar o país que a recebeu e a nomeou deputada, é de uma cretinice absoluta ‼‼

      Aceito-a como MULHER, preta, gaga, lésbica, mas insultar PORTUGAL e os portugueses é que NÃO ‼‼

      Investiga a sua campanha de ódio contra o nosso país, Catarina ‼‼ O que mais me irrita é que estive para votar no LIVRE ‼‼

      Eliminar
  2. i think we should wait and watch her performance in career she got in ,it will be early to judge her before she acts in her field ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. The problem is that, so far, her performance is more in line with the show must go on, baili

      Eliminar
  3. Quando penso que estive quase para votar no LiVRE até me arrepio 🌚
    Como nenhum dos partidos grandes não têm a minha simpatia, pensei votar num partido pequeno. Li um livro de Rui Tavares, que embora não seja uma obra prima e sem grandes visões, tem um cunho ambientetalista e de esquerda.

    Ser mulher, ser preta, ser gaga, ser doutora não impede que não seja uma egocêntrica dos diabos. O assessor com saias ou calças é um tipo arrogante e sem valor. A imprensa portuguesa está a dar palco demais a estes dois cretinos 🌚 🌚

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Rui Tavares é um tipo com valor, com ideias.
      Ela é só folclore.
      De muito fraca qualidade e que cansa depressa.

      Eliminar
    2. O Rui Tavares quis ganhar votos com uma mulher, preta, gaga e lésbica. Tudo bem. Só que se virou o feitiço contra o feiticeiro 🌚 Penso mesmo, que ela foi contratada para destruir o partido do Rui Tavares, que não tem mostrado grande inteligência 🌚 Até parece que tem medo dela. Um circo de políticos medíocres 🌚

      Eliminar
  4. Bom dia
    Será que vai durar muito esta sua famosa passagem pela politica ?
    Assim continuando não me acredito .

    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela já apressou a explicar bem explicadinho que até ao fim do mandato de deputada não lhe podem mexer.
      Agora temos mesmo que a aturar.

      Eliminar
    2. Ela também explicou bem explicadinho, que foi ela que ganhou as eleições e NÃO o partido 🌚

      Eliminar
    3. Eu gostava de ter assim TANTO amor próprio...

      Eliminar
  5. Rui Tavares não merecia isto. Infelizmente hoje em dia parece que quanto mais excêntrica for a pessoa mais hipóteses tem de ser eleita. Veja-se as mais recentes eleições em vários países.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais, Elvira.
      A imagem, a excentricidade.
      O conteúdo interessa pouco.
      Abraço

      Eliminar
    2. Sempre suscita mas na muche, esta "nossa" Elvira... :)

      Eliminar
  6. Não entro na carrada de criticas contra porque foi eleita e a sua gaguez não é impeditiva do quer que seja. Agora não sei se o LIVRE estaria preparado com propostas para serem discutidas na Assembleia.
    Incomoda-me mais, mas muito mais alguns de fato e gravata com discurso fácil e que são um autêntico veneno social!
    Não a conheço e respeito-a porque lidei com colegas que eram gagos e não deixaram o que tinham a fazer por mãos alheias.
    Quanto ao que foi vestido de saias...Pedro tu és advogado não é? Antigamente não podias entrar no tribunal sem a Toga vestida e quantos corredores se percorrem ? Hoje só a vestem na sala de audiências. Houve criticas?
    Fico por aqui:)

    Beijocas e um bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenho nada contra o facto de ele ser gaga.
      Nem a favor.
      Não poder ser critério para eliminar, não devia ser critério para escolher.
      Beijocas

      Eliminar
  7. O texto diz tudo meu amigo e fico perplexo de como uma pessoa pela sua falta de humildade pode dar cabo de um partido.
    Um abraço e uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma pessoa pode dar cabo de uma organização, Francisco.
      É assim na política e em tudo na vida.
      Aquele abraço

      Eliminar
  8. Pedro,
    Vivemos tempos muito estranhos
    por toda parte. Não me atrevo
    a escrever mais porque não
    entendo muito, mas aprecio ler
    e me informar.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  9. Este espectáculo em redor da deputada do Livre, já cansa. Poderemos dizer que conseguiu os seus intentos. E Rui Tavares, o líder, terá perdido o controlo. Consequências de um erro de casting clamoroso.

    Mas há pior, na cena política portuguesa: a notícia de que uma sondagem da Intercampus, aponta o Chega a ultrapassar o CDS. Demérito dos centristas? Talvez mas, em boa verdade, a ideia de que o populismo e a mentira galgam terreno. De nada adianta sabermos que André Ventura e seus capangas deitaram fora o programa eleitoral, já de si sem valor, reaccionário mesmo, para se dedicar ao papel de feirante perigoso.

    Um abraço, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. INFELIZMENTE, o populismo está infiltrado nos partidos da extrema-esquerda; nos partidos da extrema-direita, como também no partido ecologista. Uma tristeza franciscana 🌚

      Eliminar
    2. Populismo, espectáculo, foguetório, é isso que está a dar.

      Eliminar
  10. Desculpe, PEDRO, tantos comentários, mas o tema é muito importante. A política nacional tanto em Portugal como na Alemanha está a levar um caminho perigoso 🌚

    ResponderEliminar
  11. Julgo que a campanha foi mal conduzida por ela mesma. Mas também julgo que quereria ser eleita e sentar-se na assembleia para fazer alguma coisa de útil. Se era só por ser mulher, negra e gaga, adeus. Mas, se tem propósitos de valor e os souber defender, então, sendo mulher, negra e gaga, estou por ela ainda que a gaguez só lhe prejudique a conversa.
    Contudo, reafirmo o já dito, é feio e mesmo antidemocrático o que se tem passado entre Joacir e o Livre que ela aceitou representar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se tem alguma ideia eu confesso que ainda não percebi, bea.

      Eliminar
  12. O que eles e elas querem é tacho. Esses pequenos partidos, que nasceram das ultimas eleições legislativas. Penso, se não existissem também não se notava a sua falta. PCP está diminuir, o CDS deu uma cambalhota, o BE, tem-se mantido, o PAN subiu, mas quem muito sobe, mais dolorosa poderá ser o embate no chão?
    Só dois partidos politicos é que governarão o pais, uma legislatura o PS, outra legislatura o PSD! Todo o dinheiro que é distribuídos pelos restantes, deveria ser distribuído pelos trabalhadores que menos ganham...

    Continuação de boa semana caro amigo Pedro. Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tacho é uma expressão com origem em Macau, amigo Eduardo.
      O nome de um prato típico da cozinha macaense que ainda é mais rico que o cozido à portuguesa.
      Daí a expressão tacho, muita riqueza.
      Aquele abraço

      Eliminar
  13. Cada vez que penso, olho e ouso esta Senhora, pergunto-me; Que foi??? (que votou Nela?)

    -
    Olho as montanhas, sem cor
    Beijo e uma excelente noite!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que teve muitos votos, e ela diz que foi ela, lá isso teve.
      Beijo

      Eliminar
  14. E um pouco de dó, de nós todos, que - alguns, não todos! - não fizemos mal a ninguém e temos que aturar isto?

    Por favor, até para o disparate há limites!:(((

    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelos vistos esses limites começam a ser muito longínquos, GL.
      Beijinho

      Eliminar
  15. Tenho uma opinião diferente, Pedro.
    As suas bandeiras eram legitimas e diferentes: igualdade, minorias étnicas e femininismo. Bem ou mal, tinha um pensamento diferenciador do habitual. Ainda assim, a sua gaguez deu muito nas vistas e muitos votaram por pena e não pelas suas ideias.
    O problema foi o que se seguiu e os motivos que motivou estar na ribalta pelos piores motivos. Uma novela sem nexo nenhum e um assessor que quer é fama e a Joacine vai atrás do canto da sereia.

    ResponderEliminar
  16. O Rui Tavares não merece passar por isto. Quis fazer diferente e tramou-se.
    A senhora, dona de uma arrogância exacerbada, vai dar-lhe água pela barba.
    Esperemos pelos próximos capítulos desta novela a preto e branco.
    (Não entendi a capa do último Expresso. Está tudo a enlouquecer!)
    Beijo

    ResponderEliminar
  17. É o mundo em que vivemos!!
    Decepcionante se continuarmos a escolher a ilusão.
    Este post fez-me recordar um outro meu sobre quase o mesmo. É que numa ocasião vi um programa forense em que uma perita - mulher negra que subiu rápido e se tornou essencial em centenas de julgamentos sobre assassinatos - e descobriu-se que ela não sabia nada da coisa!!! Mentiu. Mais de 20 anos a meter tanto culpados quanto inocentes na cadeia, porque ninguém questionava a sua capacidade. As portas foram-se abrindo por ser "diferente", por a América precisar dessa coisa chamada "cotas", igualdade... na realidade, outra forma de descriminar os qualificados em favor das minorias. Esta faz-me lembrar essa. Qualificações? Não as divulgam. Não as conheço. E pelo à vontade dela ao surgir no programa de TV do RAP, senti que estava diante de alguém muito inseguro e só que procurava aceitação e afecto no vedetismo.

    ResponderEliminar