11 de dezembro de 2018

Empurrar com a barriga


Há já muitos anos conheci alguém que estava constantemente envolvido em trapalhadas.
Obeso, descarado, sem vergonha, respondia sempre da mesma forma quando os problemas se tornavam mais prementes - "empurro-os com a barriga".
Theresa May não é obesa, é altamente improvável que tenha conhecido a mesma criaturinha que eu conheci, mas deve ter aprendido a expressão e o significado da mesma.
Porque insiste em empurrar com a barriga os imensos problemas que um Brexit precipitado, teimoso, cada vez mais rejeitado, constantemente lhe traz.
A decisão do Tribunal de Justiça da União Europeia, a apontar uma solução legal para uma reversão do sentido da decisão da Grã - Bretanha de abandonar a União Europeia, aliada a uma clara maioria parlamentar que é favorável a essa reversão (as gargalhadas que acompanharam mais uma vez o discurso de Theresa May no Parlamento são uma bofetada difícil de ignorar), obrigaram Theresa May a mais uma vez "empurrar com a barriga" a votação no Parlamento acerca do acordo conseguido com a União Europeia.
Supostamente para renegociar os termos de um acordo conseguido com muita paciência, muita dificuldade.
Uma pretensão que mereceu resposta pronta dos líderes europeus, em Bruxelas e a nível nacional - o que havia a negociar está negociado, agora é pegar ou largar, ainda que possa haver um Brexit sem acordo.
Theresa May tenta desesperadamente e teimosamente assegurar  a sua sobrevivência política.
É isso acima de tudo o que agora está em causa.
Ou seja, Theresa May continua a "empurrar com a barriga".
A União Europeia e a opinião pública interna.
A criaturinha que aqui referi acabou, como era previsível, muito mal.
Theresa May, tudo o indica, vai pelo mesmo caminho. 

31 comentários:

  1. Os ingleses continuam divididos. Ninguem tem a certeza de nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E a teimosa da Theresa May faz-me lembrar o futebolista que dizia que a equipa estava à beira do precipício mas tinha conseguido dar o passo em frente :))))
      Boa semana

      Eliminar
  2. Respostas
    1. O conceito de perda de face afinal não é só Oriental, Amigo João Paulo de Oliveira

      Eliminar
  3. Esta senhora tornou-se numa verdadeira lapa, agarrou-se ao poder e não quer sair de lá.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como as lapas é bem capaz de sair à força, Francisco.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  4. Tudo farinha do mesmo saco! Lol


    Beijos e um excelente dia!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A farinha inglesa está a revelar-se um bocado indigesta, Cidália Ferreira
      Beijos, boa semana

      Eliminar
  5. Com a agravante de andar envolvida num Brexit que ela não queria!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não queria mas tomou-lhe as rédeas e agora teimosamente recusa ceder.
      Abraço

      Eliminar
  6. Ela bem se tenta agarrar...mas nao deve durar muito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo a leva crer que não, Sami.
      Como aquele tolinho que refiro no post, não deve ter bom fim.

      Eliminar
  7. É como diz a Catarina, os ingleses estão divididos, vejo isso mesmo com os meus amigos ingleses.

    Não acredito que a Teresa Mas não quisesse o Brexit. Ela era o favor do Brexit já antes do referendo.

    Semana estonteante e feliz, Pedro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Theresa May foi na onda, Teresa.
      O que mais demonstra o quão orgulhosa e teimosa é.
      Agora já não há volta a dar.
      Semana estonteante e feliz (gostei da expressão), Teresa

      Eliminar
  8. Conheço muito esse termo "empurrando com a barriga" a política é muito parecida em todos os cantos, apenas umas variações aqui e acolá... Parecido com que se diz das mães, é tudo igual, só troca de endereço...
    Beijo, Pedro, uma boa semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tal tolinho era brasileiro, Tais Luso.
      E julgo que a expressão seja muito usual no Brasil.
      Beijo, boa semana

      Eliminar
  9. Lamentável todo este processo....

    Bom resto de semana, Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não pode acabar bem para ninguém, São.
      Bom resto de semana

      Eliminar
  10. Temo que seja um processo como as obras de Santa Engrácia!

    ResponderEliminar
  11. Eu acho que a 'pobre' senhora já se deve sentir como o tolo no meio da ponte, Pedro! Estarei enganada?

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas é teimosa e orgulhosa, Janita.
      Não dá o flanco, vai em frente ainda que pareça uma tolice.
      Beijinhos

      Eliminar
  12. Teresa May está cada vez mais isolada num referendo que ditou o Brexit. Sair da UE parecia fácil, mas está-se a revelar cada vez mais difícil em todos os aspetos. A prática é mais complexa que a teoria.
    Acho que a montanha vai parir um ratito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem pensou que abandonar a União Europeia era um processo simples só pode ser ingénuo.
      Aceder à União Europeia, e abandonar a organização, é tudo menos simples.

      Eliminar
  13. Creio que tudo isto, de uma maneira ou de outra, vai acabar mal para a Theresa May . Não se vai "aguentar" ! :(

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma questão de quando, Rui, é isso que prevejo.
      Aquele abraço

      Eliminar
  14. Já era de prever que se iam arrepender.
    r: mas eu nem disse onde era a viagem, ou disse? lol

    ResponderEliminar
  15. Invest with 200$ and get a returns of 5,000$ within seven business working days.
    Why wasting your precious time online looking for a loan? When there is an opportunity for you to invest with 200$ and get a returns of 5,000$ within seven business working days. Contact us now for more information if interested on how you can earn big with just little amount. This is all about investing into Crude Oil and Gas Business.

    Email: investmoneyoilgas@gmail.com

    ResponderEliminar