Vozes de burro não chegam ao céu


Vozes de burro não chegam ao céu é uma expressão que se deve utilizar para comentar algo que é dito de forma infundada ou gratuita.
Muita tinta tem sido gasta porque uma dessas vozes, supostamente de um especialista, se fez ouvir publicamente.
Como não gosto de perder tempo com imbecilidades tentei ignorar mais uma voz que não chega ao céu.
A pequenez e a mesquinhez do raciocínio da criatura só merecem desprezo.
Até porque não quero acreditar que quem o ouve lhe dê mais importância que aquela que merece.
Inclusivamente no “céu” que pretende atingir e bajular.
Vozes de burro não chegam ao céu, alguém tenha bondade de lhe explicar isso para acabar a conversa.

Comentários

  1. Já são tantos os imbecis que até agonia mas não sei ao qual te referes que mal começam a debitar...desligo.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente meu amigo o planeta está cheio destas vozes e em lugares de destaque, aproveito para desejar a continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E este é presumivelmente professor universitário, Francisco.
      Aquele abraço

      Eliminar
  3. Cada vez mais vozes assim por aí... Gostei do provérbio!@ abraços, chica

    ResponderEliminar
  4. A quem te referes tu?
    É que aqui «especialistas» há para todos os gostos.
    Calma, Pedro, dá ao imbecil a importância que merece. Nenhuma!
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um imbecil que não gosta de “brancos” (sic).
      Como comentava com um amigo, deve ser sócio da Académica, os “pretos” como nós a conhecemos:))
      Beijo

      Eliminar
  5. As vozes de burro não chegam ao céu, mas ultimamente chegam ä terra: aos eleitores‼‼ Basta olhar para países como o Brasil, Turquia, Estados Unidos and só on...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por aqui também há alguns.
      Há bocado estava um a perorar em Hong Kong.
      E a comparar a revolta social com a pneumonia atípica.
      É com cada luminária!!

      Eliminar
  6. Concordo com a Teresa... Podem não chegar ao céu... já à terra...

    ResponderEliminar
  7. pelo andar da carruagem, o céu já deve estar como a justiça, cego surdo e mudo!
    já não deve aguentar tanto zurrar!!!

    ResponderEliminar
  8. Eu acho que, actualmente, são as que chegam mais rápido! :)


    Beijo. Boa tarde!

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde:- E será que o céu ainda existe? Não será que está a abarrotar de almas? Terá ainda as portas abertas?
    .
    …… Conheça-me aqui …….
    .
    ^^^ Pensamentos e Devaneios Poéticos ^^^
    .
    Deixando cumprimentos.

    ResponderEliminar
  10. Eu gostei da imagem, o burrito cantor está uma ternura. Quanto às vozes de burro - salvo seja, que o animal não tem culpa nenhuma- às vezes enraízam e pegam de estaca. Não é ao céu que elas querem chegar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estas vozes de burro que aqui refiro querem chegar ao céu de Pequim, bea...

      Eliminar
  11. Não sei a quem o Pedro se refere, mas, conhecendo-o como conheço, sei que, se o diz é porque o conhece, então o melhor é deixá-lo zurrar. :)

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  12. Na minha terra existe uma frase "Não ligues à merda, que o fedor é muito", é quase a mesma coisa
    Abraço
    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Segredos e Maridos.

    ResponderEliminar
  13. não percebi a que situação especifica te referes, mas é preciso fazer sempre uma triagem do trigo do joio. sobretudo nesta hora em que por um click se vende a alma ao diabo.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares