22 de setembro de 2016

Eu show Marcelo


Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República Portuguesa, é indiscutivelmente um fenómeno de popularidade dentro e fora do País.
A sua postura informal, a sua sensibilidade, a sua afectividade, em conjunto com a sua extraordinária energia, e a par com as suas excepcionais cultura e inteligência, seduzem com facilidade e naturalidade.
Discursando na 71ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, Marcelo Rebelo de Sousa teve a ousadia de, sem nunca mencionar o nome do antigo primeiro-ministro português e actual candidato ao posto de Secretário-Geral da ONU, comparar António Guterres, sobretudo na sua dimensão de "congregador de espíritos e vontades", na sua capacidade de "indo para além do seu grupo ou círculo" representar o todo e não uma parte, ser um líder consensual e natural ao nível de Mahatma Gandhi e Nelson Mandela.
Com a bonomia que o caracteriza, Marcelo Rebelo de Sousa terá feito o mais eloquente elogio público de alguém que foi seu adversário político a nível interno.
E deixou bem claro que, para além das naturais divergências político-partidárias, ideológicas, há sempre consensos que são possíveis de alcançar, pontes que se podem facilmente construir.
Sim, em boa verdade muitas das qualidades que Marcelo Rebelo de Sousa tão justificadamente apontou a António Guterres, e que fazem de António Guterres o mais forte candidato à sucessão de Ban Ki-moon, aplicam-se por inteiro também a si próprio.
Seres humanos superiores dos quais Portugal se tem que orgulhar.

34 comentários:

  1. Sem problemas eu que não votei nele dou a mão à palmatória. Está-me saindo muito melhor do que eu pensava.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Presidente da República é um daqueles cidadãos que orgulham o País, Elvira Carvalho.
      Sou 100% fã de Marcelo.
      Um abraço

      Eliminar
  2. Subscrevo inteiramente e o cargo não lhe subiu à cabeça e tem sido igual a si próprio e fala para todos os partidos. Mas sobretudo é imensamente entendível para ou ao cidadão comum.

    Além deste discurso que ouvi, igual a si próprio na cena do jovem francês que o entrevistou e nem sabia que era o Presidente e depois numa livraria à procura de jazz e Beatles.

    Oxalá que consiga fazer pontes e acabar com a ganância partidária isolada que graça em Portugal.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fatyly,
      Vou só fazer uma pergunta - o que aconteceria neste cenário político se o Presidente da República fosse Cavaco??
      Mas não é só Cavaco - o que fez Sampaio com Santana Lopes que até era apoiado por uma maioria no Parlamento?

      Marcelo comporta-se genuinamente como mais um de nós.
      Que, por acaso, é Presidente da República.

      Beijocas

      Eliminar
    2. Gostei de Sampaio embora fosse um pãozinho sem sal, mas nem me fales em Cavaco que ficará na história como o pior dos presidentes.

      Marcelo é mais do e para o povo, como dizes e bem "mais um de nós".

      Bom fim de semana

      Beijocas

      Eliminar
    3. Sampaio era um sonso, Fatyly.
      Basta perguntar ao Rocha Vieira que ele pode contar algumas coisas que dão para perceber melhor quem foi Sampaio.

      Marcelo é isso mesmo - mais um como nós que, por acaso, é Presidente da República.

      Beijocas, bfds

      Eliminar
  3. Este homem tem sido uma agradável surpresa e eu não votei nele mas estou a apreciar bastante o seu trabalho.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marcelo é daquelas pessoas que dão boa imagem ao País, Francisco.
      Com uma naturalidade e com uma simplicidade que surpreendem.
      Aquele abraço, continuação de boa semana

      Eliminar
  4. Foi meu Professor, Pedro, é uma pessoa genuína e, acima de tudo, é um grande português.

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dá boa imagem do País, Ricardo.
      Com a maior naturalidade, com aquele ar de quem diz "olha que coisa gira, sou Presidente da República".
      Vou ali dar um mergulho ao Guincho e já volto.
      Aquele abraço

      Eliminar
  5. É um presidente acarinhado pelo povo! =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E que também acarinha o povo, Chic'Ana.
      A tal presidência dos afectos.
      Aquela imagem dele na Madeira vale mesmo por mil palavras.
      Beijinhos

      Eliminar
  6. Várias vezes tenho dito que não votei em Marcelo mas quase de imediato fiquei rendido ao personagem. Pela sua postura, pela atitude, por uma série de características que me levaram a simpatizar com ele.
    Digam o que disserem, Marcelo é gente boa. Marcelo é uma espécie de medicamento que faz bem ao país e aos portugueses.
    E hoje não resisto de plagiar parcialmente o Pedro: chapelada para Marcelo Rebelho de Sousa.

    Quanto a Guterres, aguardemos tranquilamente. Na primeira quinzena de Outubro, saberemos se vai ser ele, ou não, o novo presidente das Nações Unidas.
    Que merece, não tenho a mínima dúvida.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo, António - o nosso PR é, acima de tudo, o que Henrique de Senna - Fernandes dizia ser essencial para ser amigo dele, ser um gajo porreiro.
      Marcelo é um gajo porreiro e é de uma simplicidade quase desarmante.
      Espero que o brilhante discurso dele na ONU ajude à eleição de António Gueterres.
      Estamos a precisar de gente assim António, gente com alma, com valores.
      Porque de politiqueiros, sejam de que cor forem, acho que já estamos todos fartos.
      Aquele abraço

      Eliminar
  7. Subscrevo tudo o que escreveu sobre o MRS.
    Sobre o António Guterres com quem convivi no tempo
    em que era o Secretário-Geral do PS, também gostaria
    mtº. que fosse o escolhido.Se isso acontecer, parecerá
    milagre e nada tem a ver com as suas competências.
    Um abraço amigo.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António Guterres não é um homem de cara fechada, um político brilhante, Irene Alves.
      Mas essa faceta é uma das que precisamente faz dele um óptimo candidato a secretário-geral da ONU.
      Naquele cargo não se quer um politiqueiro.
      É suposto ter-se alguém com as características que Marcelo tão eloquentemente apontou a António Guterres.
      Um abraço

      Eliminar
  8. Sempre que ia a Portugal era o único comentador que ouvia na tv e perguntava se não havia mais ninguém que comentasse isto ou aquilo. Cansava-me do senhor, sinceramente!
    Porém, pelo que tenho ouvido e lido, Portugal não poderia ter um melhor presidente que este! E isso faz-me feliz! : )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marcelo Rebelo de Sousa é, ele próprio o reconhece, hiperactivo, Catarina.
      Ele está em todas e sempre com a mesma energia.
      E sim, acho que Portugal não poderia ter um melhor Presidente que ele.
      Especialmente agora que o clima político está um pouco conturbado.

      Eliminar
  9. Um fenómeno, sem dúvida.

    Ainda estou a tentar perceber, é demasiado bom para ser real.

    Beijo

    ResponderEliminar
  10. Sempre muito à vontade e cheio de naturalidade. Tem muitos anos de exposição e de contacto com todo o tipo de pessoas. Além de que é um homem inteligente e extremamente culto. Um excelente ator. Vamos ver se não se engana no papel...

    Beijinhos, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda não acredita na sinceridade de Marcelo, Graça?
      Pode acreditar.
      Este é o verdadeiro Marcelo Rebelo de Sousa.
      Simples, humano, extremamente inteligente e culto, com uma energia inesgotável.
      Beijinhos

      Eliminar
  11. Dos últimos exemplares políticos em quem ainda se pode depositar alguma esperança, Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só me consigo lembrar dos dois que são visados no post, Carlos - Guterres e Marcelo.
      A nível nacional não consigo lembrar mais nenhum.

      Eliminar
  12. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    Enquanto isto aqui do lado de cá do grande oceano e hemisfério que nos separam a coisa está...
    https://www.youtube.com/watch?v=3VT5j1CV-hQ
    Caloroso abraço. Saudações inquietas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Brasil está a viver uma fase da vida política muito conturbada, Amigo João Paulo de Oliveira.
      E não faço ideia como é que isto vai acabar.
      Aquele abraço

      Eliminar
  13. É muito bom para o País quando o povo acredita e se orgulha de seu Presidente né Pedro? Tudo fui melhor! Pelo jeito parece um homem bem simpático.
    Estamos desgostosos de políticos aqui no Brasil. Já tivemos o impeachment da "Dilma", e agora Ex-Presidente "LULA" pode ser preso de uma hora pra outra também. E esse que assumiu , o "Michel Temer" vai ser difícil dá conta do recado. Sem contar que o plenário da Câmara cassou o mandato do ex-presidente da Casa deputado Eduardo Cunha. É tanto politico rodando que daqui a pouco não sobra mais ninguém. Vai ter que mandar fabricar novos candidatos.
    Boa sexta pra ti Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marcelo é simpático, bem humorado, simples, humano, muito inteligente, muito culto, muito honesto, Smareis.

      Como comentei com o seu patrício nem me atrevo a tentar adivinhar o rumo político do Brasil.
      Mas espero, sinceramente, que esta fase confusa, conturbada, passe depressa para o bem de todos os brasileiros.

      Eliminar
  14. Não teve o meu voto, mas até agora estou admirando a sua postura !

    Boa sexta-feira ,Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Portugal, especialmente agora, neste momento político, precisava de Marcelo, São.
      Um orgulho para o País.
      Boa sexta-feira

      Eliminar
  15. Concordo com a avaliação, porém no futuro, só vendo para crer...

    Estou com problemas de 'Internet' e consequente péssima disposição...
    Coisas da era digital...

    Beijinho.
    ~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marcelo é fundamental neste momento, Majo.
      Nem quero imaginar a ribaldaria que seria com outro PR!!
      Beijinhos

      Eliminar
  16. Votei nele e voltaria a votar, Pedro!! :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cada vez com mais razões para isso, Janita.
      Beijinhos

      Eliminar