17 de outubro de 2014

Romantismo no século XXI



27 comentários:

  1. Respostas
    1. As paixonetas do tempo escolar, Fatyly :))
      Beijocas

      Eliminar
  2. E ainda dizem que os jovens não são românticos.
    Só não entendi o Tó Quim, mas também não interessa, ehehehe
    Beijinhos do Alentejo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha quem aqui está!!

      O Tó Quim é uma forma de chantagem, Carlota :)))

      Beijinhos desde Macau

      Quando é que publica de novo no blogue?

      Eliminar
  3. ~
    ~ ~ Mas continuam estas modas no Minho?
    ~ ~ As telenovelas a influir mentes precoces.
    ~ ~ Nesse nível etário, só pensava em brincar.

    ~ ~ ~ ~ Dias aprazíveis e repousantes. ~ ~ ~ ~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Idem, Majo.
      Nessa idade pensava apenas em brincar.
      E o que me diverti!!!

      Vai ser um fds (alargado) passado em família porque as minhas filhas não tem aulas na segunda e na terça
      Só pode ser bom!

      Eliminar
  4. O amor é louco, não façam pouco, não é, Pedro? ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nesta idade eu era mais danadinho para a brincadeira, Ricardo :))

      Eliminar
  5. Estes namoros eram/são complicadíssimos, frequentemente com a necessidade de mensageiro na intermediação dos interessados ou... desinteressados.
    O mergulho da golfinha é decidido, repare-se como já há flores, beijinhos e corações frechados no final da carta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente, Agostinho.
      Normalmente havia um intermediário
      O mais complicado era quando o intermediário passava a querer ser mais do que isso.

      Eliminar
  6. Está o máximo ! rsrsrsr
    Bom ! Tenho que admitir que, quando andava na primária e tinha que percorrer um caminho por uma linha de comboio, vi escrito nas travessas : "Amo-te Rui "
    Bom ! Também é um facto que não dizia que os pais tinham um Mercedes e uma casa de praia ! ehehehe ... nem que se não estivesse interessado escrevia ao Tó Quim ! rsrsrs
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E sabia quem era a admiradora, Rui?
      Ou era mesmo secreta?

      Eliminar
  7. Tem a sua graça, lá isso tem...até os erros ortográficos, mas que são lindos esses primeiros amores, são!

    Porque será que nunca escrevi nem recebi uma carinha dessas?:)

    Mais tarde, sim!

    :))

    ResponderEliminar
  8. Muito giro. Mas na verdade tudo isso me passou ao lado na infância. Só queria saber de livros de banda desenhada e de música. :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu era mais bola, carros, filmes, discos, banda desenhada também.
      Só mais tarde é que começou a parecer o bichinho das garotas.

      Eliminar
  9. Há muitos anos atrás também recebi uma parecida com esta :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha só quem voltou!!

      Só comecei a enviar estes bilhetinhos mais tarde, Su.

      Gostei muito de a rever por aqui.

      Boa semana

      Eliminar
    2. Não consigo entrar no seu blogue, Su :(
      O que é que se passa?

      Eliminar
    3. É um blogue novo. O depois do 35 foi eliminado :(
      http://umpassodecadavez-su.blogspot.pt/

      Eliminar
    4. Amanhã copio e adiciono na barra lateral

      Eliminar
  10. Realmente, Pedro, um rapaz que deita os papéis do Bolicau no caixote de lixo merece os favores de qualquer rapariga! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um moço cheio de qualidades, Miú Segunda :))))

      Eliminar
  11. Respostas
    1. Ainda não é conhecida, Gábi.
      O tipo deve estar em período de reflexão :)))

      Eliminar