24 de outubro de 2014

O MARIDO, A MULHER E A MULA


De manhã à noite, ela estava sempre a reclamar por tudo e por nada, nunca satisfeita com a situação.
O único momento de alívio era quando ele estava a lavrar a terra com a sua velha mula, afastado da mulher.
Ele lavrava, semeava muito e adorava a sua mula.
Um dia, quando lavrava, a sua mulher trouxe-lhe o almoço ao campo.
Ele levou a velha mula para a sombra, sentou-se numa pedra, e começou a comer.
Imediatamente, a mulher começou a importuná-lo de novo, reclamando, reclamando de tudo, criticando sem parar.
De repente, a velha mula deu um coice na mulher, acertando-lhe na nuca. Morte instantânea!
No outro dia no funeral, o padre notou algo bastante estranho:
Quando uma mulher enlutada se aproximava do velho lavrador, ele ouvia uns minutos, em seguida acenava com a cabeça, concordando.
Entretanto, quando os homens se aproximavam dele, ele ouvia por uns minutos e, em seguida, balançava a cabeça negativamente.
Isto ocorreu várias vezes até que o padre se decidiu perguntar a razão de tal comportamento.
Assim, após o funeral, o padre perguntou ao velho lavrador:
- Por que é que você acenou com a cabeça e concordou com as mulheres, mas sempre negou com a cabeça e discordou de todos os homens.
O velho lavrador disse:
- "Bem, as mulheres vinham e diziam algo de bom sobre a falecida, gabavam os arranjos de flores,
confortavam-me, etc. E então eu acenava com a cabeça e concordava."
- "E os homens?" perguntou o padre.
- "Eles queriam saber se a mula estava à venda!"

12 comentários:

  1. ~
    ~ ~ A história devia passar-se numa cidade de tiranas...

    ~ ~ Mais uma Tirana, mas esta na verdadeira aceção.

    ~ ~ ~ ~ Felicidades. ~ ~ ~ Beijinhos. ~ ~ ~ ~

    ResponderEliminar
  2. ahahahah. Gostei desta. Das outras publicadas no mesmo dia... nem tanto.

    Abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se pode ter tudo, não é, Luciano?? :)))
      Aquele abraço e votos de bfds

      Eliminar
  3. Um final previsto: os homens queriam comprar a mula.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um final demasiado previsível, não era, ematejoca?! :)))

      Eliminar
  4. Bom dia Pedro Coimbra, continuo lendo as sua anedotas é uma boa terapia, no entanto nem todas posso utilizar nas histórias que conto ou invento a um "ATL" de seniores que visito, esta da mula na próxima 5ª.Feira já está no inventário, muito embora eu tenha achado imensa piada à do 1º.de Abril. só que.... Um abraço e boa semana.
    Celene

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A do 1 de Abril ser um bocadinho forte para uma academia senior, Celene :))))

      Eliminar
  5. Uma mula dessas dava também um jeitão a muitas mulheres! Ó se dava!!

    Há homens bem chatos! A precisar de um coice de mula!!:)

    Beijos e boa semana, Pedro! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito que o mesmo princípio funcione para o sexo feminino, Janita
      Beijinhos e votos de boa semana

      Eliminar
  6. Bem podia vendê-la... afinal já tinha cumprido a sua missão!

    ResponderEliminar