29 de maio de 2014

Papa admite que celibato não é dogma na Igreja Católica (por Lusa, publicado por Luís Manuel Cabral, DN)


O papa Francisco afirmou na segunda-feira que o celibato não é um "dogma de fé" na Igreja Católica, que há sacerdotes casados nos ritos orientais e que "a porta está sempre aberta" para tratar o tema.

As declarações foram recolhidas pela agência noticiosa italiana Ansa, durante o voo de regresso a Roma, desde Israel.

"O celibato não é um dogma de fé, é uma regra de vida, que aprecio muito e creio que é uma oferta à Igreja", disse.

A afirmação do papa Bergoglio foi feita dias depois de se conhecer uma carta a solicitar uma revisão da disciplina do celibato, escrita por um grupo de 26 mulheres, que vivem ou viveram uma relação com um sacerdote e que pretendem fazê-lo ás claras.

Até hoje, a Santa Sé não tinha feito qualquer comentário sobre esta carta.

Na Igreja Católica de rito latino, o celibato eclesiástico, isto é, a renúncia ao matrimónio, e a promessa de castidade, são uma obrigação para os sacerdotes desde o II Concílio de Letrán, em 1139.

Ao contrário, nas igrejas católicas de rito oriental esta obrigação não se verifica.

18 comentários:

  1. Este dogma já deveria ter sido alterado e como os padres são homens comuns deveriam poder casar e assim acabar por todas a enorme hipocrisia de "andarem no esconde-esconde". Assim só o faria quem quisesse.
    Há muitos anos que falo disso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bento XVI já tinha abordado o tema, Fatyly.
      Francisco, no seu estilo único, enfrenta-o sem rodeios.

      Eliminar
  2. 'Estou com o Papa Francisco'. Concordo com a ideia.

    Abraço, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António,
      Como bem sublinha Francisco, este não é um dogma da Igreja.
      Porque é que não pode ser afastado, então?
      Aquele abraço!

      Eliminar
  3. Este homem não existe, Pedro, é um revolucionário!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um benção, Ricardo.
      Como a Igreja e o Mundo precisavam de Francisco!

      Eliminar
  4. Acho muito certa a atitude da Igreja Ortodoxa : os popes ( correspondentes aos padres católicos) têm liberdade de optar entre o casamento e o celibato enquanto os monges ( recolhidos em conventos) são obrigatoriamente celibatários.

    Folgo com o facto de Francisco falar no tema. Mas , para mim, muito mais importante do que isto é o acesso da Mulher ao sacerdócio!

    Bom dia, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se há alguém capaz de dar esse passo, esse alguém é Francisco, São.
      O homem não pára de nos surpreender.
      Que ser humano fascinante!
      Votos de um dia feliz

      Eliminar
  5. ~ Um grande e importantíssimo passo na reforma da igreja católica.

    ~ ~ ~ Uma noite abençoada. ~

    ~ ~ ~ ~ ~ Beijinhos. ~ ~ ~ ~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Majo,
      Francisco é uma caixinha de surpresas boas.
      Nunca sabemos o que dali sairá a seguir.
      Impressionante!
      Beijinhos

      Eliminar
  6. É reconfortante ouvir uma voz lúcida no Vaticano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lúcida e corajosa, Carlos.
      Francisco é um ser humano fascinante.

      Eliminar
  7. Caro Amigo Pedro Coimbra!
    Apesar de ser argentino, o Papa Francisco irradia humildade, erudição e certamente seu reinado, digo, papado deixará marcas indeléveis na Igreja Católica Apostólica Romana, porque certamente romperá com dogmas rançosos e anacrônicos com o nosso modo de vida na contemporaneidade!
    Caloroso abraço! Saudações renovadas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

    PS - A minha amiga, a Dona Miquelina Pinto Pacca, que é uma beata zelosa e vai todas às quartas-feiras à Cripta da Catedral da Sé desfiar o Santo Rosário solicitando as valiosas intercessão do poderoso Cacique Tibiriçá e da Nossa Senhora de Guadalupe, nunca esquece de orar intensamente para que o Papa Francisco não seja assassinado por desafetos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Francisco está a mexer com muita "verdade" aceite sem qualquer crítica há muito tempo na Igreja.
      Sem receios, com enorme coragem, com enorme convicção.
      A Igreja e o Mundo precisavam muito dele.
      Grande abraço!

      Eliminar
  8. Muito interessante, não há dúvida que os ventos estão a mudar no Vaticano.
    Beijinho. :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Francisco é um tufão, ana.
      Admirável!
      Beijinhos

      Eliminar
  9. Este papa tem coragem de Homem. Não se refugia nas fortalezas "sagradas" para evitar responder aos problemas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este Papa é um benção, Agostinho.
      Não me canso de o dizer -um ser humano fascinante

      Eliminar