17 de maio de 2012

A última vez que me refiro ao título conquistado pelo Porto esta época




Tinha pensado não me referir mais ao título conquistado pelo Porto na época que agora terminou.
Fica uma última referência.
Para publicar os resultados de um inquérito promovido pelo jornal O Jogo junto de todos os treinadores das equipas da Liga Zon Sagres.
Será que O Jogo, muito próximo do Porto, adulterou os resultados do inquérito?
É que não há uma única referência a árbitros, foras-de-jogo e desculpas parvas do mesmo género.
A partir de agora, quem vier com conversas dessas, fica a falar sozinho.
Já não há pachorra!!


1
O FC Porto é o justo vencedor da Liga 2011/12?
2
Quais os méritos de Vítor Pereira nesta conquista?
3
Quem foi o melhor jogador do campeonato?



Jorge Jesus
(Benfica)
1 Perdemos o campeonato porque não conseguimos ser melhores do que o FC Porto. Os vencedores quando ganham é porque têm mérito e chegaram em primeiro.
2 Não respondeu.
3 Não respondeu.

Leonardo Jardim
(Braga)
1 A regularidade é um fator importante, decisivo mesmo. O FC Porto foi o mais regular, por isso o vencedor acaba por ser justo, foi com justiça que se definiu o 1º lugar, assim como o nosso 3º que dá acesso à Champions.
2 Não respondeu.
3 Não respondeu.

Sá Pinto
(Sporting)
1 O FC Porto foi a equipa mais regular, a que fez mais pontos, como tal foi a que ganhou. Não quero deixar de felicitar o nosso adversário pelo título conquistado.
2 Não respondeu.
3 Não respondeu.

Pedro Martins
(Marítimo)
1 O FC Porto está de parabéns pelo campeonato conquistado e provou dentro de campo que foi um campeão digno e justo.
2 Não respondeu.
3 Não respondeu.

Rui Vitória
(Vitória de Guimarães)
1 Não respondeu.
2 Não respondeu.
3 Não respondeu.

Pedro Caixinha
(Nacional)
1 Sim foi, obteve mais vitórias, sofreu menos derrotas, venceu nos confrontosdiretos (Benfica e Braga), tem a maior diferença entre golos marcados esofridos... No fundo, foi mais regular.
2 Todos os grupos têm um líder e quando ganham, ganham todos, mas quem define o caminho a seguir é sempre o líder.
3 Apesar do valor global da equipa e do seu trabalho coletivo destaco o Hulk. Decide jogos.

Sérgio Conceição
(Olhanense)
1 Todas as equipas que ganham o campeonato são justos vencedores. Trata-se de uma prova de regularidade, não de uma eliminatória. Depois, é discutível se jogaram melhor ou pior, mas o mérito de ser campeão não se põe em causa.
2 Sou apologista da ideia de que não há discussão possível com ganhadores. As coisas não acontecem por acaso e, apesar da estrutura do FC Porto ser forte e sólida, como bem se sabe, não invalida nem belisca o trabalho do Vítor Pereira, precisamente porque fez da sua equipa a mais regular, superior a todas as outras neste aspeto.
3 O Hulk, sem dúvida. Foi fundamental e preponderante nesta caminhada.

Henrique Nunes
(Feirense)
1 Claro que sim, o título é plenamente justo, o FC Porto provou ser a melhor equipa, a mais regular, e nos confrontos diretos não deu hipótese a Benfica e Braga. Por si, e numa prova de 30 jornadas, não posso deixar de considerar que o campeão mereceu inteiramente o título.
2 Tem muito mérito. Soube lidar com as críticas, com a contestação, trabalhou sempre com o objetivo bem focado e aí está a resposta. Teve de aguentar momentos críticos, revelou a sua força e é um treinador campeão em ano de estreia na Liga.
3 Foi o Hulk, claro. Nos momentos decisivos foi ele quem deu a cara, por isso é a grande figura do FC Porto e deste campeonato. É o melhor jogador em Portugal.

Henrique Calisto
(Paços de Ferreira)
1 O FC Porto foi um justo vencedor, porque acabou por ser a equipa mais regular. No futebol, quem conquista mais pontos é quem merece ganhar.
2 Atendendo a que, no início da época, o plantel estava muito instável, com saídas e permanências de jogadores, e tendo em atenção que Vítor Pereira vinha com estatuto de treinador-adjunto, não há dúvida de que acabou por fazer uma época brilhante, impondo e comprovando a sua qualidade.
3 Hulk.

Carlos Brito
(Rio Ave)
1 Sim. Só perdeu um jogo, independentemente de o Benfica ter algum demérito pela vantagem que chegou a ter, mas não se pode tirar o mérito ao FC Porto, seria muito redutor. O fato de ter tido cinco pontos de atraso e de ter conseguido recuperar é ainda mais significativo. No jogo decisivo conseguiu ganhar ao Benfica no confronto direto e é um justíssimo campeão.
2 O Vítor Pereira tem todos os méritos neste título. O FC Porto tem jogadores de exceção, mas a intervenção do treinador é extremamente importante. Apanhou uma situação complicadíssima, não pela estrutura do FC Porto, mas pela época anterior em que o André Villas-Boas conseguiu ganhar tudo. Não acharia nada estranho que um dos melhores treinadores do mundo nem o título conseguisse ganhar esta época. O FC Porto perdeu o Falcao, um jogador de eleição, e por tudo o que se passou, tendo tanta gente contra ele, o Vítor mostrou uma capacidade enorme nos momentos em que parecia que tudo já estava perdido. Tenho a certeza absoluta que há muito mérito dele no meio de tudo isto e é um dos grandes obreiros neste campeonato.
3 O Hulk acaba por se destacar em momentos extremamente importantes, mas não me sentiria bem comigo próprio se não referenciasse o Helton. É um grande guarda-redes e falo nele por tudo o que representa no plantel, jogando a um nível elevadíssimo. Como continuidade de revelação, não se pode esquecer o James Rodriguez. Foi uma época importante para o miúdo porque finalmente começa a ganhar arcaboiço.

Pedro Emanuel
(Académica)
1 O campeonato é uma prova de regularidade e o FC Porto é o vencedor mais justo desta corrida. Os campeonatos vão ser cada vez mais disputados e equilibrados.
2 Não respondeu.
3 Não respondeu.

Paulo Alves
(Gil Vicente)
1 Acaba por ser. Embora não sendo um campeonato em que o FC Porto possa ter-se valido muito da regularidade que normalmente tem, foi a equipa que nos principais momentos conseguiu impor-se e, por isso mesmo, é um justo campeão, não pelas grandes exibições ou pela muita regularidade mas precisamente pelos tais momentos decisivos (na Luz e em Braga).
2. Não respondeu.
3. Não respondeu.


11 comentários:

  1. opsss....as coisas que tu sabe de futebol...
    Lá de F1 eu ainda sei alguma coisa...agora de futebol??? nããããã....

    Estás na China??? Devo ter visto mal...passou tão depressa...decerto vi mal. BShell

    ResponderEliminar
  2. BlueShell,
    Estou na China, mais precisamente Macau.
    A terra que me adoptou há já quase 17 anos.
    E são só os primeiros 17.
    Se Deus quiser, muitos mais se seguirão.

    ResponderEliminar
  3. Caro amigo,

    porque prezo muito a nossa jovem e sincera amizade vou dar a mesma resposta que a maioria dos treinadores deram às perguntas 2 e 3 do mencionado inquérito:

    NÃO RESPONDEU.

    Posto isto, quero apenas desejar-lhe um excelente (final) de dia e dar-lhe aquele abraço!

    ResponderEliminar
  4. Uma boa resposta, Ricardo!!
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  5. Estou com o Ricardo.

    1. Não respondeu.
    2. Não respondeu.
    3. Não respondeu.

    É que não vale a pena mesmo.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  6. A maior parte das respostas são 'dejà vue'.

    Até amanhã.

    ResponderEliminar
  7. FireHead e António,
    Então estamos em sintonia.
    Acabou a conversa!

    Aquele abraço a ambos

    ResponderEliminar
  8. Alguém tem dúvidas que aquela entrevista do Jesus (À BOLA?) não foi imposta pelo LFV e por esse energúmeno que é o João Gabriel?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ..." Yaya Touré e Mario Balotelli queixaram-se de ter ouvido “gritos de macacos”, refere a imprensa inglesa desta sexta-feira, mas Rui Cerqueira disse que os cânticos em causa foram proferidos por adeptos do FC Porto e do City, para os jogadores Hulk e Sergio “Kun” Aguero. “Kun, Kun, Kun; Hulk, Hulk, Hulk”, explica o diretor de comunicação do FC Porto."...

      ..." Rui Cerqueira, antigo jornalista da RTP e agora director de comunicação do FC Porto, foi acusado de insultar contundentemente o repórter João Pedro Silva, da estação pública, após o jogo de futebol entre o Leixões e o FC Porto (1-4 para os portistas, em Matosinhos). "És um filho da p..., um bardamerdas, és muito pequeno para mim", terá dirigido ao jornalista, a quem acusou de fazer "perguntas encomendadas" no flash interview que sucedeu à partida emitida pelo referido canal no sábado à noite." ...

      Energúmeno por energúmeno, não sei onde reside a diferença ?

      Eliminar
  9. Coimbramigo

    O Jimmy Hagan, de saudosa memória, celebrizou-se pelo seu «no comments». Este ramalhete é o exemplo disso. Pobre futebol; pobre País...

    Abç

    ResponderEliminar
  10. Carlos,
    Esse é um dos grandes problemas do Benfica - a organização (???) é de tal forma complicada que parece que o Comité Central do PC chinês é uma coisa pequenina e simples.
    Há muitos anos, desde o Fernando Martins, que anda ali um monte de gente a chular o Benfica.
    Era nisso que sócios e simpatizantes se deviam concentrar.
    Em quem se serve do Benfica, quando devia servir o Benfica.
    Perdem tempo com tolices......


    M.C.,
    Desafio-o a ver, neste blogue, alguma referência elogiosa a dirigentes do Porto, nomeadamente em termos de carácter.
    Vai encontrar alguns posts com críticas.
    Mas, com elogios, não.
    Esqueça os santinhos.
    Não os há em clube nenhum
    Pergunto novamente que estou farto de perguntar e ninguém me responde - Rui Costa ameaçou, com provas, um dirigente da Liga.
    Quais são as consequências?

    FerreirAmigo,
    O futebol já viveu melhores dias.
    De acordo.
    Os diabinhos estão todos a Norte, e ganham muito só porque são vigaristas?
    Não me lixem porra!!!
    Aquele abraço

    ResponderEliminar