4 de maio de 2012

Gosto de pessoas sensatas e inteligentes


Como gosto de pessoas sensatas e inteligentes, fiquei muito feliz com duas decisões anunciadas ontem.
Uma em Macau e outra em Portugal.

Em Macau, a Direcção dos Serviços de Educação e Juventude (DSEJ) decidiu apoiar financeiramente o ensino de "línguas estrangeiras"(sic) nas escolas particulares.
Qualquer decisão que caminhe no sentido de melhorar a proficiência linguística dos jovens em Macau merece o meu apoio incondicional.
Sobretudo quando as línguas estrangeiras são, entre outras, o português e o mandarim.
Pois, porque as línguas oficias na RAEM são.........não serão o português e o chinês (mandarim)?
Era capaz de jurar que sim....

Em Portugal, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional, vendo que os clubes estão a nadar em dinheiro, que o mercado publicitário é imenso, que os estádios estão a rebentar pelas costuras com tantos espectadores, que os clubes têm as contas em dia, pagam os vencimentos e prémios aos jogadores sem a mais pequena falha, decidiu alargar a número de clubes no que era a antiga primeira divisão para 18.
Vai então ser realizada uma liguilha para se conseguir chegar a este número mágico.
Uma liguilha em que até vai participar um clube que não tem jogadores, que tem uma direcção demissionária, um estádio às moscas.
Todas as condições necessárias a uma participação condigna, portanto.

O que eu gosto de pessoas sensatas e inteligentes, pá!!

Bom fim-de-semana!!!

12 comentários:

  1. Bfds, Hugo.
    Vou nadar para ver se dá para esfriar a cabeça :)))

    ResponderEliminar
  2. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    São os novos pensadores do século XXI. o futebol português já foi, quando ao ensino em Macau nada poderei dizer, mas acho bem que se deia uma ajuda bem grande.
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  3. E cada vez há mais pessoas assim inteligentes!!!
    Eu ontem também comentei "língua estrangeira, mandarim??!!!" Olha, que mesmo sendo oficial o português é capaz de ser mais estrangeiro que o inglês eh eh eh
    Bom fim de semana!
    Obrigada pela recomendação, depois vou dar uma vista de olhos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Amigo Cambeta,
    O clubes estão falidos, fala-se à boca cheia na hipótese de 80%!!!! dos futebolistas terem ordenados em atraso, os estádios (excepção ao Dragão, à Luz, a Alvalade, Braga e Guimarães) estão às moscas, o mercado publicitário esgotado (e com a crise a apertar ainda vai ser pior) e vai-se alargar o número de equipas na primeira divisão?
    Só pode ser gozo!!
    Aquele abraço e bfds


    Smas,
    É com cada brilhância!!!
    Estas luminárias pensam que o cantonês, um dialecto regional, é que é a tal língua oficial que a Lei Básica refere?
    E que o português é uma língua estrangeira?
    Estava ali uma comissão de sábios (???) para chegarem a estas conclusões?
    Transmitidas por uma chefia?
    Arrepia-me os cabelos!!

    Bolos lindos de comer, é esse o blogue da Gábi.
    Vale a pena visitar.
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Bem, o português, apesar de ser língua oficial, suponho que seja mais tratado como uma língua estrangeira, não?
    Bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  6. Mas é língua oficial, Helena.
    Talvez para desgosto de uns quantos, mas é assim até 2049.
    Uma chefia, dos Serviços de Educação!!!, dizer uma barbaridade destas e passar impune?
    Não entendo.
    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  7. Adorei o post, Pedro!

    Tenham (toda a família) um excelente fim de semana e aquele abraço!

    ResponderEliminar
  8. A falta de conhecimento da realidade macaense não me permite tecer grandes comentários apesar de ser visível uma certa dose de desorientação pedagógica de quem falou assim.

    O aumento do número de clubes na primeira liga é (mais) um pontapé no futebol.
    Do mal o menos, há 'liguilha'. O mais importante, porém, é que não tarda vamos assistir a mais escorregadelas financeiras nos clubes.
    Como exemplo mais gritante porque actual, temos a União Desportiva de Leiria.
    À hora a que escrevo este comentário ainda não se sabe se comparece, amanhã, ao jogo com o Benfica.
    E a maioria dos atletas não desarma, ameaçando com a rescisão.
    O que fará estragos no Clube e na tabela classificativa.

    Assim não!!!

    Um abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  9. Movimentam muito dinheiro!

    Bom fim de semana Pedro junto daqueles que lhe são queridos.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  10. Eu, que sou de Macau, nunca consegui entender isso do português ser uma língua oficial no território. É pelo simples facto de vermos palavras portuguesas escritas nas placas? Sim, porque a maioria da população macaense não fala nem nunca falou português...

    Em relação ao futebol português, enfim, cada vez mais começo a preferir o futsal... e os portugueses pelos vistos também.

    ResponderEliminar
  11. Temos que dizer coisas sérias a brincar, Ricardo.
    De outro modo corremos o risco de ser mal educados.
    E aí fica tudo estragado.
    Aquele abraço e votos de bom fim-de-semana para toda a família também.


    António,
    Primeiro, Macau.
    A Lei Básica (podemos dizer que é a Constituição de Macau), consagra duas línguas oficiais - o chinês e o português.
    Quando se refere o chinês, obviamente é o manrdarim (basta ver as leis nacionais chinesas para o perceber).
    Porque o cantonense/cantonês, que se fala na zona, é um dialecto (como há muitos mais na China, o mais famoso na zona de Fujian), não uma língua.
    Dizer o que esta senhora disse é o equivalente, passe o exagero, ao ministro da educação dizer que se ia passar a ensinar línguas estrangeiras em Portugal, tais como o português e o inglês :))
    A pontapé ainda era pouco!

    Por falar em pontapé, deve ter sido assim que foi decidido esse alargamento.
    Já se sabe que o Leiria vai a jogo.
    Mas será licíto?
    Não pagam aos atletas, aquele presidente é uma coisa inenarrável, não têm condições financeiras, público, ficam na Liga a fazer o quê?
    Não percebo.
    E junto a minha voz à do António - assim não!!
    Aquele abraço e bom fim-de-semana


    Adélia,
    O Leiria tem que ir jogar à Marinha Grande, tem meia dúzia de moscas no estádio, que custou um balúrdio e está apodrecer, não paga aos atletas, e é premiado??!!
    Deve anadar tudo doido!!
    Bejinho e bom fim-de-semana junto da família


    FireHead,
    Como gosto de si, e você gosta de Macau, aqui vai um paleio jurídico (à borla!!!):
    O artigo 9º da Lei Básica (veja aqui http://bo.io.gov.mo/bo/i/1999/leibasica/index.asp#c1) consagra o bilinguismo.
    Que havia sido acordado ainda antes de 99 e que está também consagrado no Código do Procedimento Administrativo - artigo 6º (pode ver aqui http://bo.io.gov.mo/bo/i/99/41/codpapt/codpa001.asp#p1a1)
    Significa que, cito o CPA, "As línguas oficiais de Macau serão utilizadas pelos órgãos da Administração Pública, no exercício da sua actividade."
    Ou seja, até 2049, as duas línguas terão que ser utilizadas na actividade governativa.
    Isto é rigorosamente cumprido no dia-adia?
    Não.
    Mas, enquanto estiver consagrado em lei, tem de ser observado.
    E vai haver sempre um chato (eu), pelo menos, a lembrar esse facto.
    Chamar-lhes línguas estrangeiras?
    É com cada uma!!

    Agora o futebol.
    Pelo menos no futsal acho que ninguém anda a pensar em parvoíces como este alragamento.
    Que porra é esta?
    Aquele abraço e bfds

    ResponderEliminar