27 de fevereiro de 2018

Para quando o adeus às armas?


Ernest Hemingway vai-me desculpar a ousadia de misturar o título de um dos seus romances mais célebres com os desvarios de Donald Trump.
É mais forte que eu.
Por muito que tentasse evitar o tema, Donald Trump faz todos os possíveis para nos obrigar ao quase insulto público (ainda não chegarei até esse ponto mas ando perto).
Na sequência de mais um horrendo massacre numa escola americana Donald Trump apressou-se a sugerir algo que só alguém com sérios problemas mentais poderia sugerir - armar os professores.
Além de mentalmente desequilibrado o Presidente dos Estados Unidos é cobarde.
Porque só a cobardia poderá justificar o que Donald Trump, perante a óbvia indignação pública que se seguiu a tão disparatada proposta, veio afirmar através da rede social Twitter - não seriam todos os professores, seriam só aqueles capazes de manejar uma arma.
Completamente tolhido nos seus movimentos pelo poderoso lóbi armamentista, representado pela tenebrosa NRA, Donald Trump recorre ao Twitter para de algum modo procurar recuar nas suas propostas ofensivas.
Propostas que iriam aumentar ainda mais o negócio bilionário dos seus apoiantes dentro da NRA e que, a serem aprovadas, iriam deixar as escolas americanas com um ambiente próximo dos sallon dos westerns.
Donald Trump quer dar competências aos professores para exercerem a sua nobre profissão e simultaneamente dar-lhes treino no uso e porte de arma??
Um treino que curiosamente os muitos americanos que possuem verdadeiros arsenais em casa não precisam de ter para poderem adquirir esses arsenais que possuem.
De massacre em massacre, de choque em choque, depois de tantas vidas perdidas, fica a pergunta e o pedido de desculpas a Ernest Hemingway - para quando o adeus às armas? 

53 comentários:

  1. Para nunca.
    Mais uma ideia monstruosa de Trump.

    ResponderEliminar
  2. Até numa situação de tragédia como esta o cretino procura defender os interesses da NRA, Catarina.
    Parece mentira :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não parece mentira.
      Se o que li é de fonte fidedigna, a NRA contribuiu, no total, com $36,6 milhões para a campanha/eleição de Trump. E quantos senadores republicanos estão sob o jugo da NRA? Provavelmente quase todos.

      Eliminar
    2. Parece mentira que ele seja Presidente, Catarina.
      Ainda me custa acreditar.
      Parece que já passaram ANOS!!! :(

      Eliminar
    3. E afinal é a mais pura realidade, Catarina :(

      Eliminar
  3. bom dia
    aproveito para subscrever o seu ultimo comentário .
    não dá para acreditar , e ainda há quem lhe bata palmas.
    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda há quem siga a criatura cegamente e veja nele um visionário, Joaquim Rosário.
      E isso infelizmente não são fake news.

      Eliminar
  4. Não sei como é que este senhor chegou a presidente...


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De uma forma muito simples, Isa Sá - aproveitando o sistema eleitoral americano, a debilidade dos adversários, e mais alguma coisa que se venha a ter a certeza lá mais para a frente.

      Eliminar
  5. Não é só na Coreia do Norte que há LOUCOS...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entre os dois venha o mafarrico e escolha, João Menéres
      :(

      Eliminar
    2. A filha pareceu-me mais atinada !
      Se o Partido Democrata não cair na tolice de escolher a Clinton, o Trump PERDE nas próximas eleições !

      Eliminar
    3. Não tenho assim tanta certeza, João Menéres.
      Quem elegeu e reelegeu Bush é bem capaz de reeleger Trump...

      Eliminar
    4. Está à vista que Trump não está à altura...
      Era uma ilusão. Compreende-se.

      Eliminar
  6. Espero que não haja um tiroteio num hospital senão lá têm que armar também os médicos.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quantas mais armas melhor para este sacana e os apoiantes dele dentro da NRA, Francisco :(
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  7. Totalmente de acordo Pedro! E como podera a Policia um dia os destinguir dum "terrorista" numa escola? Ambos tem armas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais aluno menos professor que interessa isso se o negócio armamentista progredir, Sami?
      Bandidos!

      Eliminar
  8. :))... O "xerife" Trump aparece-nos com 200 anos de atraso, Pedro ! ... Calculo como ele se sentirá defraudado por não ter algumas tribos de índios para abater ! :(
    ... Mas se não tem desses, arranja outros ! ... O importante é ter alvos e meios para os abater , que não pela razão !

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Repito o que já tinha comentado, Rui - ele é que devia perder o escalpe.
      Que criaturinha insuportável, caramba!
      Aquele abraço

      Eliminar
  9. Pedro, devemos ser mesmo amigos íntimos (talvez desde outra vida) é que eu sem ter vindo cá postei no meu blog algo de semelhante (e olhe que não posto nada desde o inicio do mês).

    Meu amigo, só no ano passado, morreram consequência da venda de armas indiscriminadamente 10.728 americanos, repito, 10.728 pessoas... porra, isto pára quando? Quando derem um tiro no Trump ou nos tipos da NRA?

    Revolta-me, enoja-me toda esta negociata em volta das armas tendo como "chapéu" a Constituição Americana,Pedro.

    Votos de boa semana para si e para as princesas (suas), caro amigo!

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou lá espreitar, Ricardo.
      Como já aqui comentámos há muitas coisas em que somos realmente muito semelhantes.
      A maior de todas o deixar a família à frente de tudo o resto.
      Só abona a nosso favor.
      Aquele abraço, boa semana para si e as mais que tudo.

      Eliminar
    2. A isso chama-se "ESP", Ricardo! : )

      Eliminar
    3. Em Português percepção extra sensorial :))

      Eliminar
  10. As armas só se calarão quando os homens perceberem que duma guerra ninguém sai ganhador, mas o ódio e a ganância falará sempre mais alto.
    ABRAÇO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ganha quem vende armas, António Querido.
      Que é uma das grandes bases de apoio do malvado Trump.
      Aquele abraço

      Eliminar
  11. O adeus às armas nunca acontecerá, infelizmente.
    Os interesses financeiros sobrepõem-se.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como eu gostava de não concordar, António.
      Concordo cem por cento, infelizmente concordo cem por cento.
      Aquele abraço

      Eliminar
  12. Então e o negociozito das armas como é que ficava?
    Expandir o negócio é essencial, essa é que é essa!:(
    Por que será que o homem não acerta uma? É que é mau demais!:(
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No que diz respeito os negócios do armamento o estupor do Trump é só o último.
      Houve algum Democrata, Obama incluído, que conseguisse travar a NRA??
      Pois...
      Abraço

      Eliminar
  13. Gostei muito do texto, assino embaixo!
    um grande abraço.

    ResponderEliminar
  14. Quando arrumarem com Trump :))

    Hoje: - Magia sem sumo
    .
    Bjos

    Votos de boa Terça-Feira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como respondi à GL, se o problema do armamento se reduzisse ao Trump, Larissa Santos...
      Então e todos os que vieram antes dele, Republicanos e Democratas, o que é que fizeram??
      Bjs

      Eliminar
  15. Incrível, como um homem com esta responsabilidade pode dizer tantos disparates.
    As vezes ainda me questiono se ele é real ou não passa dum terrível pesadelo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um pesadelo muito real, Magui.
      E que ainda vai demorar uns bons anos.

      Eliminar
  16. Perfeito, perfeito, era um maluco qualquer despejar um carregador cheio em cima do Trampas.

    ResponderEliminar
  17. Nunca isso vai acontecer, são países onde essas leis já existem há muito e não se tiram. E ainda dizem que os atrasados somos nós:(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais do que as leis, a famosa Segunda Emenda da Constituição, Mena Almeida.
      Como diria o Bill Maher, se é uma Emenda é porque foi uma alteração, não é?
      Então porque é que não se pode fazer outra alteração??

      Eliminar
  18. O homem não tem emenda mas para além do Trump há todo o negócio das armas e há toda uma cultura da sociedade americana que dificilmente mudará. É lamentável.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Trump é só o último de uma série interminável de presidentes que nunca conseguiram mexer na NRA, luisa.

      Eliminar
  19. Como é possível não se aprender com a realidade? O maior cego é quem não quer ver, mesmo. Muito triste esta situação, imperdoável nos dias de hoje, com o volume informação a que temos acesso e a ignorância ainda continua a gritar mais alto...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E explicar isso aos americanos, especialmente à tal América profunda seja lá isso o que for???

      Eliminar
  20. Não gosto de dizer a palavra "Nunca" mas neste caso infelizmente atrevo-me.

    Beijinho Prdro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também, Adélia.
      Não tenho esperança que esse adeus aconteça.
      Pelo menos num horizonte temporal não muito longínquo.
      Beijinho

      Eliminar
  21. Penso que isso não acontecerá nunca, pois a força dos fabricantes é muito forte.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. basta ver quando presidentes já passaram sem nenhum os conseguir meter na ordem, Elvira Carvalho.
      Abraço

      Eliminar
  22. Esta criatura é uma BESTA!

    Peço desculpa pela dureza do termo, mas não encontro outro que o defina mais adequadamente !


    São

    ResponderEliminar
  23. Esse tipo quer resolver todos os problemas a pagar na mesma moeda. É ridículo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em que é que é que ele não é ridículo, Diana Fonseca??

      Eliminar