7 de junho de 2017

A ponte é uma miragem?


O movimento musical em Portugal nos anos 80 do século passado foi muito dinâmico e criativo.
Nesses anos, que alguns apelidam de ouro, do chamado rock português, os nortenhos Jafumega cantavam a música Ribeira, cujo poema incluía o famoso refrão “a ponte é uma miragem”.
Saltemos uns bons anos, e muitos quilómetros, para ver uma obra icónica, um brutal feito da engenharia chinesa, serem assaltados pela sombra da dúvida.
A ponte Hong Kong/Macau/Zhuhai, a ligação por via rodoviária entre as três cidades do Delta do Rio das Pérolas, uma das maiores pontes suspensas do Universo, vê-se de repente envolta em escândalo.
Escândalo que gera dúvidas, dúvidas que ensombram o que devia ser um instrumento de progresso técnico e económico e o transformam numa forte dor de cabeça ainda antes da inauguração.
Betão falsificado, pessoas detidas, testes de carga em todas as estruturas da ponte e do seu apoio, deixam os futuros utilizadores com sérias dúvidas acerca da segurança da mega estrutura.
A ganância de alguns, cegos com os muitos biliões de dólares que um projecto desta envergadura necessariamente envolve, faz pairar a sombra da dúvida, da incerteza, sobre a estrutura.
E incomoda os que a idealizaram, os que a vão utilizar.
Uma sombra que é muito fácil de criar, muito difícil de fazer desaparecer.
Esperemos que haja engenho e arte para dar conforto e certezas a todos os que olham para a ponte e não querem ver nesta a miragem que cantavam os Jafumega.

42 comentários:

  1. E uma pena haver tanta gente gananciosa que nao se preocupa com a seguranca dos milhares de pessoas que irao atravessar essa ponte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma obra de engenharia absolutamente extraordinária que nasce com a sombra do pecado proveniente da ganância infinita de uns tantos, Sami.
      É pena que assim seja.

      Eliminar
  2. Ganância criminosa.
    A corrupção é universal.
    Como acabar com ela ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que estes fdp sejam castigados à grande e à...chinesa, João Menéres.
      Trastes!

      Eliminar
  3. Meu amigo quando se fala de grandes obras publicas, calculamos logo os resultados finais, e são sempre os mesmos que estão na fila da frente.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto é criminoso de todas as formas, Francisco.
      Pôr em perigo a vida das pessoas por pura e simples ganância?
      Aquele abraço

      Eliminar
  4. Como é triste! Como revolta que ponham em perigo de vida milhares de pessoas e tudo sujem por causa do dinheiro....

    Será que as criaturas pensam poder subornar a Lei de Retorno e a morte e serem eternas?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem é que consegue entender esta cambada de energúmenos, São?? :(

      Eliminar
  5. Mas quantos casos existem.... há dias vi um filme em que o assunto era esse: construir com materiais de baixo custo sem importar com a segurança de quem para lá ia viver. Mais um caso entre tantos!
    Kis:={

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estas situações acusam-me uma revolta que nem consigo descrever, AvoGi.
      É possível ganhar dinheiro honestamente e com respeito pelos outros, caramba!
      Bjs

      Eliminar
  6. Sinceramente, enquanto não existirem consequências sérias para estas pessoas / empresas, os abusos, a aldrabice, a ganância vai continuar...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estamos na China, Chic'Ana.
      As consequências são o mais sério possível.
      Mas, ainda assim, há quem insista em arriscar e prevaricar.
      Beijinhos

      Eliminar
  7. A questão de segurança preocupar-me-ia bastante. Escolheria outro percurso, se o houvesse.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vou mentir, Catarina - vou ser dos primeiros a atravessar aquela ponte?
      Não.
      Vou lá passar tranquilo?
      Também não.

      Eliminar
  8. Olá.

    Que imagem mais linda! Me vi passeando por esta miragem real.

    Sorria sempre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá vitalina de assis.
      O que vê é uma parte já asfaltada do tabuleiro da ponte.
      Uma obra de engenharia admirável ensombrada pela ganância de uns quantos.

      Eliminar
  9. Pode ser que só seja fumaça, Pedro, e a ponte possa ser mesmo uma passagem para a outra margem...em e com segurança!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu quero acreditar nisso, Janita.
      Muito mais que uma ponte estamos perante um instrumento de política económica (criar no Delta do Rio das Pérolas a zona económica mais vibrante do Planeta), mais uma afirmação do poderio da China.
      Não acredito que as autoridades chinesas corram qualquer risco quando está tanta coisa em jogo.
      Beijinhos

      Eliminar
  10. Betão falsificado!?!?!?!

    Eu sei que não atravessaria essa ponte, Pedro.

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos ver o que nos indicam os inquéritos já em curso, Ricardo.
      Depois é que se podem tomar decisões.
      Aquele abraço

      Eliminar
  11. Infelizmente a ganância humana não tem limites.
    Um abraço.
    Autografos Futebol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cada vez me convenço mais disso, Francisco Emanuel.
      Aquele abraço

      Eliminar
  12. De manhã tentei entrar várias vezes com o meu comentário mas não consegui.
    Um abraço.
    Autografos Futebol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje vou tentar explicar esses mistérios com o meu blogue, Francisco Emanuel.
      Prepare-se para uma surpresa.
      Aquele abraço

      Eliminar
  13. Olá Pedro. Finalmente de passagem por aqui, após as férias e a precisar agora de outras ! :)
    Curioso que essa ponte fez-me lembrar outra (aliás duas na mesma estrada), na Dinamarca, a ligar a parte peninsular à insular e daí à Suécia ! ... Não é tão extensa, mas tem também a componente ponte e túnel ! :)
    Notáveis obras de Engenharia !

    Abraço :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um obra de engenharia extraordinária que a ganância de uns quantos está a manchar, Rui.
      Aquele abraço

      Eliminar
  14. Caro Pedro, mas só em viver com essa dúvida é incômodo, assusta. Sei bem o que você fala, a ganância é uma das coisas mais tristes para um país.Difícil viver sob a bandeira da desonestidade. Estamos assim aqui no meu país, a ganância tomou contra da pátria e tudo dá errado. Você deve ter escutado nos noticiosos internacionais. Quando corre 'propina' (dinheiro sujo), nada funciona.
    Abraço pra você, já estou lhe seguindo. Gostei de seu blog, muito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou a acompanhar todo o noticiário do Brasil, Tais Luso.
      Triste e preocupante.
      Mas acredito que será uma situação passageira e que brevemente conhecerá resolução.
      Um abraço

      Eliminar
  15. É arrepiante pensar que a estrutura da ponte poderá não aguentar o movimento normal do trânsito. Essa atitude de ganância grosseira é absolutamente vergonhosa!

    Um abraço, amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vergonhosa e profundamente revoltante, Carpe Diem.
      FDP!!!
      Aquele abraço

      Eliminar
  16. Olá Pedro, desejo bons alicerces a essa grande ponte !
    boa noite também
    Angela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desejamos todos, Angela.
      Já só vi o comentário na manhã seguinte.
      Boa quinta-feira.

      Eliminar
  17. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    Pela deusa da Justiça e da Sabedoria, como a ganância é perniciosa.
    Caloroso abraço. Saudações inconformadas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Revoltante, Amigo João Paulo de Oliveira, revoltante.
      Aquele abraço

      Eliminar
  18. Oh!!! Como aparece nos pictogramas do facebook!!! Que medo!! E que bem que ligou à «ponte é uma miragem, para a outra margem»... Bonito, mas assustador!

    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assustador e profundamente revoltante, Graça.
      Não há limites para esta gente??? :(
      Beijinhos

      Eliminar
  19. Um sonho antigo finalmente concretizado e ainda antes da inauguração já levanta polémica? Faço minhas as suas palavras finais, Pedro. Gostava de um dia poder voltar a Macau e atravessar essa ponte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta ponte é um projecto extraordinário, Carlos.
      esperemos que não seja estragado pela ganância de uns quantos.

      Eliminar
  20. Trapaças e corrupção são o pão-nosso de cada dia!
    (lembro-me tão bem de cantarolar essa canção)

    Beijinhos, Pedro :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ganância sem limites, Maria Eu.
      A chegar ao ponto de potencialmente pôr em perigo a vida de terceiros.
      Beijinhos

      Eliminar
  21. É um caso bem sério...
    Pode acontecer ser obra destruidora de elementos hóstis.
    Tentaram fazer o mesmo com a ponte Vasco da Gama, porém,
    o engenheiro Guterres varreu todas as dúvidas.
    Boa sorte.
    Beijinhos
    ~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não há aqui hostilidade, Majo.
      Só $$$.
      Tão simples e sabujinho como isso.
      Beijinhos

      Eliminar