11 de abril de 2017

Porta do Entendimento finalmente recuperada?


Notícias recentes de alguma imprensa em língua portuguesa  de Macau dão conta da intenção de, finalmente, se recuperar o monumento "Porta do Entendimento".
Da autoria de Charters de Almeida o monumento foi inaugurado em 1993 e faz parte de um conjunto de monumentos que a administração portuguesa se propôs inaugurar (o primeiro de vários inaugurados à cadência de um por ano) nos anos que precederam a transferência de poderes em Dezembro de 1999.
Na semana em que se celebra o trigésimo aniversário da assinatura da Declaração Conjunta, e se recorda todo o processo negocial que conduziu a esse ansiado desfecho, é de certo modo simbólico que se pense recuperar um monumento que pretendia simbolizar as boas relações luso-chinesas.
Votada ao abandono há longos anos, a peça escultórica tem vindo a deteriorar-se constantemente e exibe um aspecto simultaneamente penoso e perigoso há já demasiado tempo.
Local outrora muito tranquilo, algo abrigado do bulício da cidade, bastante procurado por amantes furtivos, a "Porta do Entendimento" estará agora destinada a ter uma nova vida depois de tantos anos de abandono.
A ser assim aplaudo vivamente a intenção, que espero se torne rapidamente realidade, da Administração.

30 comentários:

  1. Mais vale tarde do que nunca! Vejamos!...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho muito boas memórias daquele espaço, J.C.
      Espero que realmente seja recuperado porque tem uma localização excelente e porque é uma vergonha estar ao abandono e no estado de degradação em que está.
      Um abraço desde Macau

      Eliminar
  2. Se a Administração já anunciou a sua recuperação, não haverá razões para duvidar que a PORTA DO ENTENDIMENTO conhecerá novos diálogos.
    Um abraço portuense com Amizade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cada vez mais adopto a atitude de São Tomé, João Menéres - ver para crer.
      Aquele abraço desde Macau

      Eliminar
  3. Respostas
    1. E este caso é gritante, Francisco.
      Já não sei há quantos anos este monumento está ali ao abandono.
      Uma vergonha.
      Aquele abraço

      Eliminar
  4. Pedro, detesto ver monumento a se degradarem é inadmissível.:((((

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O estado em que aquilo está é lastimável, Ricardo.
      Tenho boas memórias do local :)))
      Aquele abraço

      Eliminar
  5. Desejo que não sejam só palavras, mas sim uma recuperação perfeita do monumento em questão, que pelo que vejo na foto é imponente. Depois há sempre as memórias que se se tem dos locais.
    Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma peça escultórica enorme, que simboliza um relacionamento, que marca uma época.
      Só por isso deve ser preservada, Mister Vertigo.
      Aquele abraço

      Eliminar
  6. E será que se vão entender? Lá por terço nome pode até ser a porta do desentendimento
    Kis:=}

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nestes dias vão sendo passados testemunhos, muitos na primeira pessoa, daqueles dias de negociação.
      E nem tudo foi Wine and Roses, AvoGi...
      Bjs

      Eliminar
  7. Respostas
    1. Aos anos que aquilo está ali a deteriorar-se, Carlos!!!

      Eliminar
  8. Finalmente que se "entenderam", Pedro!
    Mal olhei a imagem, pensei k por lá se fariam "bons" entendimentos. Ele há coisas (rs)!

    SANTA E REDENTORA PÁSCOA!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era um local muito interessante para "entendimento" sim senhor, CÉU :)))
      Santa Páscoa.
      Beijinhos

      Eliminar
  9. Como já estive em Macau há alguns anos, não me lembro de ter visto essa porta, mas como corri tudo, talvez tenha passado por ela.
    Fico contente por saber que finalmente há entendimento.

    Beijos Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque a Porta do Entendimento há muitos anos não fazia parte dos roteiros turísticos, Manu.
      Era uma vergonha mostrar o que ali estava.
      Beijos

      Eliminar
  10. os monumentos são pilares das nossas culturas, Pedro, merecem respeito !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Respeito era algo que este não estava a ter, Angela

      Eliminar
  11. Pedro, Estou a ver um programa muito interessante "Portugueses em Macau", várias pessoas estão a dar-nos uma perspectiva do que é viver em Macau.
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitas dessas pessoas de certeza eu conheço bem, papoila.
      E que tal, está a gostar do que está a ver?
      Bjs

      Eliminar
    2. Pedro eis alguns dos nomes das pessoas que falaram :Kikas Vilas, Manuel Geraldes, Santos Pinto, Maria Amélia António...e mais alguns
      Bjs Feliz Páscoa

      Eliminar
    3. Conheço-os todos, papoila.
      Lembra-se de um restaurante em Macau onde o Mick Jaegger e o Charlie Watts foram comer uma bacalhoada??
      O Santos, cujo proprietário é o alentejano santos Pinto :))
      Bjs, votos de uma Santa Páscoa

      Eliminar
    4. Ahahah que curioso e engraçado.
      Bjs

      Eliminar
    5. Vou fazer as apresentações, papoila:
      Kikas Vilas é funcionária pública, amiga de uma amiga e colega minha; o Manuel Geraldes é militar na reserva, dirige há muitos anos o restaurante do Clube Militar (muito bom e com umas promoções gastronómicas bestiais); o Santos Pinto é o dono do restaurante O Santos, um dos espaços onde se come boa comida portuguesa (tinha uma massada com lagosta que era de ir aos céus); Maria Amélia António, ilustre advogada, há muitos anos Presidente da Casa de Portugal em Macau.
      Bjs

      Eliminar
  12. Desconhecia totalmente a sua existência. Mas acho bem que se recupere.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O primeiro de vários que foram concebidos e construídos nos anos que precederam a transferência de poderes, Maria do Mundo.

      Eliminar
  13. Seria bom que a recuperassem pois tem importância como símbolo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está num estado de abandono e degradação que até dá dó, São.

      Eliminar