11 de outubro de 2016

Na Casa de Serralves


Ao verem uma fila enorme para entrar na Casa de Serralves, dois miúdos decidem também ir ver o que se passava. 
Mal entram, dão de caras com um quadro de Miró. 
Após uns segundos em silêncio, diz um deles:
"Oh pá, vamos embora... ainda dizem que fomos nós".

BOA SEMANA!

40 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Eu teria dito: eu tb seria capaz de pintar um quadro assim!
    Evidentemente, não compreendo a pintura de Miró, não gosto dos seus quadros.
    Achei piada à anedota.
    : )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal como eu, Catarina.
      Olho para este tipo de quadros e lembro Woody Allen - "o pintor devia estar muito confuso quando pintou isto" :)))

      Eliminar
  3. E agora repetindo comentário com conta certa :)
    :))) não estava à espera :))
    uma boa semana também e um beijinho
    Gábi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que os garotos também não, Gábi.
      Até se assustaram :)))
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  4. Vi-me na pele deles, eu também pensaria o mesmo LOL

    Não gosto desta arte para a qual olho e me é transmitido apenas e tão só "pinceladas" para não dizer "borradas".

    Prefiro os muitos mirós feitos pelos netos que guardo para mais tarde lhes dar:)

    No entanto respeito quem aprecie.


    Beijocas e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu fazia umas coisas parecidas no liceu, Fatyly.
      Aliás, só não levava ralhetes quando recorria à "arte abstracta".
      Era assim:
      Despejada um monte de tintas (guache) na folha, dobrava ao meio, e saía dali uma obra-prima como esta :)))
      Beijocas, boa semana

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Putos espertos, Elvira Carvalho!! :)))
      Um abraço

      Eliminar
  6. O Miró tem quadros de que gosto bastante mas a sua maioria são realmente ao nível de "pinturas" infantis.
    Um abraço e boa semana.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Borradas infantis, será mais isso, Francisco :))
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  7. Ah! Ah! Ah!

    Boa semana para si e suas mais que tudo.

    Aquele abraço, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Putos que não querem complicações, Ricardo :)))
      Aquele abraço, boa semana para si e as princesas

      Eliminar
  8. Associo-me aos sentimentos do grupo, pois raramente encontro arte nas obras do catalão.
    Um surrealismo demasiado abstrato para o meu gosto.
    Também concordo com Woody Allen.

    As crianças nem precisavam de ser dotadas...

    Votos de ótima semana, com beijinho sorridente.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confesso que a minha sensibilidade artística, sobretudo para o surrealismo, é próxima do zero, Majo.
      Votos de óptima semana também
      Beijinhos

      Eliminar
  9. Opah, tão bom!! O que eu me fartei de rir... =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A esperteza da garotada não tem igual, Chic'Ana :)))
      Beijinhos

      Eliminar
  10. também preciso de formação para perceber, Pedro!
    mas acredito que a minha sabedoria é infinitamente pequena :) então vamos a elas, estudar o Miró, já que por agora temos bastante matéria prima para o nosso estudo :)

    ResponderEliminar
  11. Boa malha, Pedro!
    E assim caminhamos para mais um fim de semana que se deseja o melhor possível.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  12. Isto da Arte (abstrata) tem muito que se lhe diga, só que eu ainda não consegui entender nem um bocadinho ! ... e esse exemplo acima é de facto um grande exemplo ! eheheh

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também estou a zero na matéria, Rui.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  13. Engraçado que eu costumo dizer que até um miúdo de sete anos saberia pintar como Miró! :))
    O neto do pintor também esteve na exposição, Pedro. Sabe que me encantou constatar como ele falava bem português? :)

    Beijinhos, boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já é uma qualidade, Janita :))
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar
  14. Respostas
    1. Consciência pesada, Carlos.
      Também foi isso que me pareceu.
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  15. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    Os petizes eram arteiros.
    Caloroso abraço. Saudações arteiras.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas não muito dados a abstracções, Amigo João Paulo de Oliveira :)))
      Aquele abraço, boa semana

      Eliminar
  16. Respostas
    1. Será assim tão inocente ou envolverá, como diz o Carlos, uma boa dose de malandrice, Ricardo?? :)))

      Eliminar
  17. Bem podemos dizer que faríamos igual. O facto é que não fazemos. E antes de fazer, há o criar, no sentido de que foi aquele artista, em dado momento, que teve a ideia, a inspiração de fazer assim e não de outro modo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas eu não disse que fazia igual, luisa.
      Disse que fazia parecido.
      Porque, aos meus olhos, é quase a mesma coisa.

      Eliminar
  18. Não entendo, nada de nada de pintura abstrata, mas é a que mais me fascina.

    Beijinho Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não entendo e raramente gosto, Adélia.
      Não tenho sensibilidade para isso.
      Beijinhos

      Eliminar
  19. Olá, Pedro!

    Eu, e não sendo nenhuma miúda, não entendo quase nada de arte. Sei distinguir o Românico do Gótico e vá lá, vá lá (que vergonha! E eu k fiz dois anos de História da Arte na faculdade, só por ser chic).
    Enfim, os miúdos são tão puros!

    Beijos e boa semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já sabe muito mais que eu eu, CÉU.
      Fico-me pelo básico - gosto ou não gosto :))
      Beijos, boa semana

      Eliminar