24 de agosto de 2016

Um néctar encorpado e muito saboroso

Há cerca de uma semana escrevia neste espaço que o Porto que fora servido tinha um travo amargo.
E antevia a eliminação da equipa portista na pré-eliminatória da Liga dos Campeões porque não acreditava numa vitória em Roma.
Felizmente não podia estar mais enganado.
Não só o néctar servido ontem em Roma foi encorpado, personalizado, cheio de cor e sabor, como o Futebol Clube do Porto conseguiu uma vitória inteiramente justa, merecida, indiscutível e convincente.
Vitória que implica prestígio, dinheiro (muito dinheiro!), que reforça a moral.
Mas que, como com o tão famoso néctar da região, não pode dar lugar a exageros.
Se é verdade que o Porto foi altaneiro, dominador, foi acima de tudo equipa, conjunto, colectivo, também não é menos verdade que o adversário cometeu erros perfeitamente suicidas.
As duas expulsões, inteiramente justificadas e a deixarem Maxi lesionado com gravidade, a saída extemporânea e disparatada do guarda-redes que dá origem ao segundo golo, foram prendas que o Porto soube aproveitar e agradecer.
Três golos marcados (o terceiro é delicioso!), nenhum sofrido, segurança defensiva que há muito não se via na equipa do Porto, são bons indicadores para o futuro.
Mas não mais que isso.
Venha agora o sorteio da fase de grupos, mais uma vez com três equipas portuguesas envolvidas.

33 comentários:

  1. Uma vitória em que ninguém acreditava mas que pode ser muito importante para ultrapassar a crise em que o Clube há muito vive mergulhado. A equipa está de parabéns mas pareceu-me muito verde. A Roma foi um desastre; facilitou imenso o resultado da contenda.
    Parabéns, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Houve mérito do Porto e demérito da Roma, Agostinho.
      Aquelas duas entradas assassinas e aquela saída da baliza perfeitamente despropositada, facilitaram muito.
      Mas o Porto, que ainda está em construção, teve coragem teve conjunto, teve equipa.
      Algo que há já muito tempo não se via no Dragão.
      Sem euforias (há muito caminho a percorrer) parece-me que se está no bom caminho.
      Aguardemos serenamente.

      Eliminar
  2. ESperemos , então, que o Porto suga no bom caminho a nível europeu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Porto, o Benfica e Sporting, São.
      Todos, pela quinta vez, envolvidos na fase de grupos da Liga dos Campeões.
      Para um país como Portugal, com as condicionantes financeiras que tem em comparação com os grandes tubarões, não é nada fácil.

      Eliminar
    2. Claro, para todas !

      Tem razão quanto às condições financeiras e de apoio e é por isso que nunca espero muito, por exemplo, nos Jogos Olímpicos

      Eliminar
  3. Pedro, conforme disse a um amigo portista na 1ª mão, confesso, não gostei do FC Porto, porém, neste jogo em Roma acho que entraram bem e anularam os romanos, no entanto, convém não esquecer que a AS Roma jogou 40 minutos com 9 jogadores.

    Desejo sorte às equipas portuguesas envolvidas nas competições europeias, excepto àquela equipa treinada pelo melhor treinador da galáxia e, nas suas próprias palavras, quiçá do mundo. :DDDD

    Aquele abraço, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem euforias, Ricardo.
      O Porto jogou bem, a equipa já não dá a sensação de desnorte que dava há já alguns anos, mas nem tudo são rosas.
      E, como é óbvio e indesmentível, aqueles gestos tresloucados os jogadores da Roma (as duas agressões bárbaras e a saída disparatada do guarda-redes) ajudaram muito.
      Estão três equipas na fase do grupos da Champions.
      Não podemos concorrer com outros em termos monetários mas podemos concorrer em termos de talento.
      Quer na formação, quer na descoberta de talentos.
      Esperemos que todos se portem bem porque só assim Portugal consegue um bom ranking na UEFA.
      Aquele abraço

      Eliminar
  4. Sinto-o contente, Pedro. Parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou portista, AC.
      E gosto deste Porto.
      Do da semana passada não tinha gostado tanto.

      Eliminar
  5. Biba o Puôrto! :D

    Beijinhos, Pedro :)

    ResponderEliminar
  6. Respostas
    1. Esperemos que assim seja, papoila.
      Já são muitos anos de puro disparate.
      Bjs

      Eliminar
  7. Espero que as três equipas tenham o melhor desempenho possível ao longo da prova =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também eu, Chic'Ana.
      Sem termos o poderio financeiro e o peso político de outros, temos três equipas na fase de grupos da Champions pela quinta vez.
      Chapelada!!
      Beijinhos

      Eliminar
  8. Ontem, o Porto mereceu ganhar. Por mérito próprio mas também por demérito da Roma.
    Fosse Nuno Espírito Santo mais ambicioso e a equipa italiana poderia ter sido brindada com uma goleada. Refiro-me ao período em que a Roma estava reduzida a 9 elementos. Bastava jogar mais pelas alas, obrigar o adversário a abrir e fazer quase o quisesse a caminho da baliza.
    Passou à fase de grupos e isso é importante, quer desportivamente quer finenceiramente (14 milhões ... uau!)
    Três equipas portuguesas na Champions, coisa que não acontecia há três anos, é bom. MUito bom mesmo.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Três equipas na Champions pela quinta vez, António.
      Para que não dispõe dos meios de outros é sinal de grande trabalho.
      E três equipas dirigidas por três treinadores portugueses.
      Chapelada!!
      Aquele abraço

      Eliminar
  9. Ainda ontem andei a passear pela cidade do Porto e por Gaia. Estava à pinha de turistas!

    Quanto ao futebol, quando há competições com equipas estrangeiras torço sempre pelas equipas portuguesas, sejam elas quais sejam... F.C.P. incluído!

    E como ontem não acompanhei o jogo, deixo apenas uma pergunta em jeito de provocação: foi o Porto que ganhou ou foi o Roma que perdeu!? :D

    Beijinhos esféricos
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A bem da verdade, as duas coisas, Afrodite.
      Houve mérito do Porto, mas também houve muito demérito da Roma.
      E o parvo do presidente do clube a culpar o árbitro.
      Aqueles dois assassinos não deviam jogar futebol.
      De Rossi, que arrumou Maxi, tem uma coleção de expulsões impressionante.
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Eu continuo a dizer que devia haver legislação severa para estes casos! Mas não era andar cá com castigos ou multas pecuniárias!! Para mim, um jogador que acumulasse um nº pré-definido de agressões, era irradiado e acabava-se o problema!

      Eliminar
    3. Aquelas duas entradas não têmnada a ver com futebol, Afrodite.
      Nojice.
      E o parvo do presidente, em vez de se preocupar em castigar exemplarmente as duas bestas, aponta ao árbitro.

      Eliminar
  10. Somos Porto, Pedro :)))
    havia entusiasmo na sala frente à televisão!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esperemos que sim, Angela.
      Eu não quero entrar em euforia.
      Mas estou a gostar do que estou a ver.
      E que já é bem diferente do que se viu nos últimos três anos.

      Eliminar
  11. Não vi, não costumo ver futebol.

    Beijinho Pedro

    ResponderEliminar
  12. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    Como tu sabes este teu Amigo parvo é um néscio futebolístico.
    Isto posto, deixo cá meus votos de muito vigor.
    Caloroso abraço. Saudações néscias.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autentncidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande abraço, Amigo João Paulo de Oliveira.
      Fico muito feliz por ver o netinho totalmente recuperado.

      Eliminar
  13. Confesso que apesar de ter uma pontinha de esperança na vitória, não esperava ver o Porto jogar assim. Será que é para durar? Oxalá.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda há pouco comentava isso com um colega, Elvira Carvalho - esperemos que não seja sol de pouca dura.
      Um abraço

      Eliminar
  14. Como portuguesa gostei muito da vitória do Futebol
    Clube do Porto e hoje o sorteio também lhe foi
    "aparentemente" favorável. Desejo o melhor para as
    equipas portuguesas.
    Abraço,amigo.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na teoria, o grupo em que o Porto está inserido é dos mais fracos, Irene Alves.
      Vamos ver se a prática o confirma.
      Abraço

      Eliminar
  15. Também me enganei, Pedro. Tivemos sorte no sorteio da fase de grupos, espero1que as coisas continuem a correr bem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teoricamente é um grupo bastante acessível, Carlos.
      Vamos ver como é que as coisas correm.

      Eliminar