29 de janeiro de 2016

Veíce



BOM FIM-DE-SEMANA!

26 comentários:

  1. Respostas
    1. Não há desgraças, Agostinho.
      Há vida e a ser vivida.
      Com bom humor :))

      Eliminar
  2. A velhice é coisa chata, principalmente para os homens, segundo parece por este tratado filosófico , que exige atenta leitura e tradução, rssssss

    Tenha bom fim de semana com as meninas, Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Repito e acentuo que a alternativa não é nada interessante, São
      Bfds

      Eliminar
  3. Bom fim de semana, Pedro, para si e suas princesas!

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aquele abraço, Bfds para si e as suas mais que tudo, Ricardo.

      Eliminar
  4. Aí amigo que susto, estou chegando aos 70,
    mas na m/cabeça essa idade não entra.
    Abraço amigo e bom fim de semana.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Irene Alves,
      O BI e o que vai na cabeça das pessoas são coisas muito diferentes.
      Nessa idade era o meu pai caloiro de Filosofia.
      E foi, e continua a ir, a todas as Latadas e Queimas.
      Um abraço, Bfds

      Eliminar
  5. A veíce é daná ! :)))

    Um beijinho com o desejo de um bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A alternativa é bem pior, Fê.
      Beijinhos, Bfds

      Eliminar
  6. Resumindo e concruindo...A veíce é uma grande chatice.:))

    Isto ainda está deserto, Pedro? Ó veíce danada de ruim. :(

    Beijinhos, bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu espero vir a ser velhinho, Janita.
      A alternativa é que não me agrada nada.
      Gosto muito de estar vivo.
      Beijinhos, Bfds

      Eliminar
    2. Eu também gosto de estar viva, Pedro, e que estejamos ainda por muitos anos até sermos bem velhinhos, mas, com qualidade de vida. Se não, prefiro ir embora...

      Beijinhos

      Eliminar
    3. Mais uma vez estamos plenamente de acordo, Janita.
      Sofrer eu fazer sofrer outros?
      Não, é melhor o fim.
      O meu trabalho de fim de estágio de advocacia tinha esse tema - eutanásia e distanásia.
      Ao fim destes anos todos mantenho a mesma opinião - manter artificialmente uma pessoa "viva" chega a ser cruel.
      Beijinhos

      Eliminar
  7. O raio da velhice é muito aborrecida, mas eu quero lá chegar!

    Bom fim de semana para o Pedro e as suas princesas.

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A alternativa não agrada nada, Adélia:)))
      Bfds
      Beijinhos

      Eliminar
  8. :)
    A velhice é danada, Pedro, mas o bom humor ajuda a apaziguar os dias...

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até faz um gajo mandar beijinhos a outro gajo, AC :))))
      Aquele abraço

      Eliminar
  9. Rir continua a ser o melhor remédio! Obrigada, Pedro, pelas doses generosas que nos vai fornecendo regularmente de forma gratuita e sem efeitos secundários :)
    Quanto a mim, eis-me regressada ao mundo virtual.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora aqui está uma boa notícia, Miss Smile!
      Seja bem regressada!!
      Beijinhos

      Eliminar
  10. Para além da delícia da linguagem neste regionalismo, que me fez voltar atrás, algumas vezes, para "entendé" o k ele falou, tenho de lhe dar razão, embora muitos (homens) não a admitam, convictamente, mas ela é uma tirana e nenhum, nenhum, a ela escapa.
    Se fosse só aos 70 estavam eles cheios de sorte. O problema começa antes, em geral, embora haja exceções, naturalmente, mas nada como dantes, pke o nosso corpo vai perdendo potencialidades, de todo o género. Aparecem as rugas, os cabelos brancos, as dores nas articulações, etc. etc. e falo de ambos os sexos, naturalmente.
    Com as mulheres, as coisas são bem diferentes, e tantas, tantas, tantas pensam, enquanto decorre o "ato": caramba! Nem o pai morre, nem a gente almoça, ou seja, este "tipo" (sorry) nunca mais se "despacha". E há amor entre eles, acrescento! Evidente que isto é do total desconhecimento do homem/parceiro.
    O importante é a qualidade de vida e alegria que cada um de nós coloca naquilo que faz. Não se corre a 100, corre-se a 50.

    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho 51 anos, CÉU.
      E sinto-me muito bem com esta idade.
      Há coisas que não são com eram??
      Em compensação, há outras que são bem melhores.
      Sinto-me muito melhor comigo mesmo agora que nos vintes e trintas.
      Beijos

      Eliminar
  11. Li este texto a primeira vez num blogue brasileiro, pouco tempo de pois de chegar aos blogues.
    Todas as idades têm os seus encantos. Aos 70 não temos as capacidades dos vinte ou trinta. Acontece que aos setenta a gente tem outros interesses, que nos fazem felizes, e salvo raras excepções, estamos-nos barimbando para o que nos fazia felizes aos 20 ou 30.
    Abraço

    ResponderEliminar