3 de junho de 2015

Obviamente demito-me!


Quatro dias depois de ter sido reeleito para continuar a liderar a FIFA, o todo poderoso Joseph Blatter apresenta a sua demissão do cargo.
E a pergunta surge inevitavelmente - porquê?
O desenvergonhado Joseph Blatter sentiu finalmente vergonha?
Se fôssemos acreditar no que Blatter diz, a sua demissão teria ficado a dever-se ao facto de não se sentir apoiado por uma grande maioria do mundo do futebol e à necessidade de reestruturação da FIFA.
Outra pergunta inevitável surge neste momento - mas isso não era já óbvio quando decidiu recandidatar-se?
Mais ainda quando forçou a realização de eleições num cenário de completa anarquia e total descredibilização da organização e dos seus dirigentes?
Continuam as perguntas - então afinal porque decidiu Blatter afastar-se logo após a reeleição?
Ainda continuando nesta miríade de perguntas, porque está a ser investigado pelo FBI, pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos?
Sim e não, é o que me apetece responder.
Não, porque essas investigações não serão propriamente novidade, não são de ontem.
Sim, porque, ainda que indirectamente, estas investigações terão atirado Blatter borda fora desse couraçado gigante que é a FIFA.
Continuemos com as perguntas - patrocinadores com o peso institucional, mediático, financeiro, político até, como a Coca-Cola, Visa, Mcdonalds, Budweiser, para só mencionar marcas de origem americana, quererão o seu nome associado a escândalos de corrupção e investigações das autoridades policiais e judiciais decorrentes dos mesmos?
Não foi a consciência pesada de Blatter que forçou o seu afastamento agora anunciado.
Terão sido, de uma forma simples e muito mundana, os bolsos muito fundos da FIFA.
O conhecido adágio "não há dinheiro, não há palhaços" aplicado ao universo do futebol.

29 comentários:

  1. Respostas
    1. O barulho das Federações, a ameaça da Justiça, não chegou para o empurrar, ematejoca.
      Daí a minha aposta que terá sido puxado pelo bolso.
      Se continuas, não há massa.
      Pimba!

      Eliminar
  2. Finalmente já devia ter saído ontem! A seguir bem que poderiam investigar a UEFA se é que já não andam e mandar borda fora uns quantos a começar pelo Platini que foi um bom jogador mas que agora anda armado aos pingarelhos.

    Bolas Pedro a corrupção é dantesca por esse mundo fora!!!!

    Beijos e bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O pior é que o Platini já é um dos nomes falados para substituir o Blatter, Fatyly :(
      Beijos

      Eliminar
    2. Com o Platini não será a emenda pior do que o soneto?

      Eliminar
    3. Dá vontade de dizer que só mudam asa moscas, ematejoca :(

      Eliminar
  3. "não há dinheiro não há palhaços"! não conhecia Pedro,
    é que até parecia que os palhaços apareciam de borla, mas nem eles ?:)
    abraços
    Angela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem os palhaços trabalham à borla, Angela!! :))
      Abraços

      Eliminar
    2. Chamar palhaço ao Joseph Blatter é insultar os palhaços.

      Eliminar
    3. Inteiramente de acordo, ematejoca

      Eliminar
  4. Pedro, obviamente, já vai ...tarde demais!

    Aquele abraço, caro amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se ele tivesse um pingo de vergonha nem tinha avançado com a recandidatura, Ricardo.
      Aquele abraço

      Eliminar
  5. Palpita-me que o Platini vai avançar para a FIFA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como já comentei com a ematejoca, só mudam as moscas, Carlos :(

      Eliminar
  6. Penso que a ameaça da UEFA boicotar os Mundiais da Rússia e do Qatar também terá pesado na decisão de Blatter

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele estava acossado por todos os lados, Carlos.
      Com o apoio de federações que são pouco menos que irrelevantes em termos reais, apenas têm o peso que a batota na FIFA lhes atribui.

      Eliminar
  7. Não sabia que se tinha demitido (tento estar o menos a par possível das notícias de futebol), mas estou certa que (quase) ninguém lhe vai sentir a falta. E o quase é só devido a uns amigalhaços como ele... :P

    Este sim é um palhaço e dos da pior espécie!

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só os bandidos vão dar pela falta dele, Teté.
      Sai tarde e a más horas.
      Beijocas

      Eliminar
  8. Já vai tarde! Anos e anos de escândalos que prometiam um final destes. Blatter nem devia ter-se apresentado às eleições. Assim, lá estará na FIFA até Dezembro, altura do próximo Congresso.
    Abraço e obrigado pela sua participação no giveaway do meu blogue!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se tivesse um pingo de vergonha na cara era isso que devia ter feito, Carpe Diem - deixar o caminho livre para outros e não se ter recandidatado.
      Aquele abraço

      Eliminar
  9. Obviamente! E já vai tarde!....

    Palhaço!!

    Beijinhos! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem se devia ter recandidatado, Janita
      Beijinhos

      Eliminar
  10. Afinal o Que é a FIFA? Quem controla quem? A FIFA não tem elementos corruptos. A FIFA é a corrupção!
    Uma pergunta: Não é este o modelo que vem sendo implementado um pouco por todo o lado? A sujeição da política e das nações ao divinal Mercado?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É esse o modelo e com estes resultados, Agostinho.
      Mesmo que o tipo não tivesse vontade, levou um chuto nos fundilhos.

      Eliminar
  11. Criaturas deste jaez não se demitem por vergonha, pois nem sabem o que é.

    "Demitem-se", isso sim, pelas razões que o Pedro lucidamente apontou.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apostava nisso, São.
      Ou vais embora, ou ficas sem $$$$$$
      E ele foi embora.

      Eliminar
    2. Apostava nisso, São.
      Ou vais embora, ou ficas sem $$$$$$
      E ele foi embora.

      Eliminar
  12. Coimbramigo

    Note-se que foi uma demissão i r r e v o g á v e l

    是在我的整个生命中最可怕的噩梦。我想你应该明白!

    Pernoca Marota

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele não se chama Joseph Blatter Portas, FerreirAmigo :)))
      Aquele abraço

      Eliminar