17 de junho de 2015

12 razões pelas quais NÃO DEVE visitar Portugal

1. Têm praias a mais e torna-se difícil escolher uma


Sim, é verdade. Quem, em seu pleno juízo, consegue escolher entre uma praia nas falésias do Algarve, uma praia no quase selvagem litoral alentejano ou praias de areia negra nos Açores? Escolher uma delas obriga-nos a abdicar de centenas de outras. Um drama!

2. As livrarias têm classe a mais e são demasiado antigas

Foto: Susan Anderson

Entrar na livraria Lello é um trauma. Torna-se difícil escolher um livro no meio de tanta beleza. Mais vale procurar um país onde as livrarias estão nos centros comerciais.

3. As bibliotecas são muito antigas e algumas têm morcegos


Biblioteca
Aplica-se a mesma regra das livrarias: se estamos lá para ver livros, qual é o interesse da decoração? E para quem Chiropterofobia (fobia a morcegos) e quer entrar na Biblioteca do Palácio de Mafra? Bahhh…

4. As aldeias são todas de pedra e perdidas no meio da serra

Monsanto – Jorge Órfão

Sejamos honestos: o que nós queremos ver é autoestradas e blocos de apartamentos com graffitis. Visitar uma aldeia perdida no meio da serra? Isso é coisa de gente doida.

5. É difícil escolher um vinho


Com todas as castas de vinho que existem exclusivamente em Portugal e tantas regiões demarcadas, escolher um vinho é uma aventura. Correrá o risco de escolher o 5º melhor vinho do mundo sem perceber que na carta de vinhos do menu estão também os 4 primeiros. E provavelmente, até o vinho da casa feito pelo proprietário do restaurante receberia um prémio internacional se fosse a concurso. Quem consegue escolher por entre tanta possibilidade? Uma loucura!

6. Fado? Que coisa é essa?


Jantar numa casa de fados e ouvir uma mulher a cantar uma música que fala de Lisboa e de Saudade? Qual é a piada disso se podemos ir a um festival de música techno em qualquer sítio do mundo?

7. O Alentejo é a nova Toscana?

Primavera no Alentejo – Rosa Castro

Viajar por paisagens ondulantes e melancólicas, com cores que variam consoante as estações do ano, parar numa vila com vestígios árabes e noutro logo ao lado com vestígios romanos, entrar numa tasca e ouvir um grupo de homens a cantar cante alentejano? Hmmmm… não convence.

8. Os Açores são as ilhas mais bonitas do mundo?

Foto: Rick Wilhelmsen

Isso é muito subjectivo. O que têm de especial essas ilhas que não tenha o Havai? Lagoas? Vulcões? Piscinas naturais de água quente? Esperar 5 horas por um cozido feito debaixo de terra? Estradas rodeadas por hortênsias? Provavelmente todas as ilhas terão coisas dessas. Ou não?

9. O estilo manuelino é mais um estilo igual aos outros

Foto: José Flacho

Que tem o estilo manuelino de especial? Pedras esculpidas que parecem renda feitas por artesãos de uma forma que hoje nem se compreende como o teriam feito?

10. Paisagens imensas esculpidas pelo Homem

Douro – Susana Soares

Que há de especial no Douro? Lá por ter demorado séculos a ser construído, sempre apenas com a força dos homens e das mulheres daquela região e com a teimosia própria de quem não se deixa intimidar pelo trabalho e fabrica um dos melhores vinhos do mundo, não quer dizer que seja algo de especial. Ou é?

11. Azulejos por toda a parte

Foto: Joana Sá

Decorar casas, igrejas e fachadas com azulejos deve ser algo próprio de alguém que não tem mais nada que fazer. Para quê todo esse trabalho se podiam pintar as paredes todas de branco?

12. Gastronomia variada ou apenas bacalhau?


Mais de 1000 formas diferentes de cozinhar bacalhau? Que povo estranho é este que vai buscar o seu prato típico a milhares de quilómetros de distância? E aquelas coisas estranhas que eles comem, tipo caracóis, arroz com sangue, tripas de porco. Hmmm… é tudo muito duvidoso.

Um abraço muito especial ao grande Amigo João Paulo de Oliveira 

25 comentários:

  1. Respostas
    1. Temos uma Pátria tão linda, Catarina!
      E com tanto idiota a dar cabo dela :(

      Eliminar
  2. Respostas
    1. É mesmo, papoila.
      E isto não é (só) orgulho pátrio - é um país com belezas naturais, outras construídas pelo Homem, excepcionais.
      Tem é muita gentalha a dar cabo dele ao longo dos anos.
      Bjs

      Eliminar
  3. Posso roubar uma ou outra fotografia para o "ematejoca", o blogue alemão?

    ADOREI as 12 razões pelas quais NÃO DEVE visitar Portugal, mas depois, fiquei com tantas saudades que me apeteceu não esperar até ao Outono para lá voltar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro, ematejoca, leve as que quiser.
      Foi muito simpático do Prof. João Paulo de Oliveira fazer este elogio ao nosso País
      Que é sem dúvida muito bonito

      Eliminar
  4. Olha, realmente não gostaria de ir tão cedo a Portugal. Gostaria de ir agora mesmo rsrsrs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mhilka Diniz,
      Sou suspeito porque sou português e assumidamente patriota
      Mas Portugal é efectivamente um país muito bonito e a merecer ser visitado.

      Eliminar
  5. Portugal tem coisas maravilhosas e nós, portugueses, devemos ser os primeiros a salientar a sua beleza e originalidade. Claro que tem as suas arestas, a começar por uma determinada classe (não me apetece chamar os bois pelos nomes) que tantos danos lhe tem causado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mais triste é que todos imediatamente percebemos a que classe de indivíduos se refere, Miss Smile :(

      Eliminar
  6. Um nada, mas mesmo nada, recomendável, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E ainda aqui falta tanto, Ricardo
      A começar na sua linda Madeira

      Eliminar
  7. oi Pedro! uma bela lista de hipóteses de escolha ! daí a dificuldade :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Angela,
      O problema em Portugal é esse mesmo - escolher o que visitar.

      Eliminar
  8. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    Com tu sabes minha estadia no reino distante além-mar estava planejada e acertada para duas semanas, mas infelizmente perdi o voo e a visitação ao reino ficou reduzida em uma semana.
    Fiquei maravilhado com os encantos da terra dos meus ascendentes não nativos, bem como com a hospitalidade dos teus patrícios. Tu sabes muito bem como tive tratamento VIP do meu Padrinho Mor Rui Espiírito Santo, o Padrinho Rui Pascoal, e das Madrinhas Ana. C. Pascoal, Stela Trigo, Afrodite e Maria Araujo.
    Passei horas deleitantes e inesquecíveis na Livraria Lello.
    Como me dói saber que apesar de ter alugado uma máquina rodante para ir da cidade do Porto a Leiria não visitei a cidade de Coimbra e outras no caminho.
    No ano vindouro planejo uma estadia de ao menos um mês, para visitar também a Ilha da Madeira e o Arquipélago dos Açores, que vi imponente na linha do horizonte na máquina flutuante que me levou de Miami a Barcelona, no ano passado.
    Fiquei feliz em não ver desigualdade social, como ocorre aqui.
    Caloroso abraço. Saudações lusófilas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus sem ranços e com muita imaginação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Puxando à minha costela patriota, aconselho vivamente a visita, Amigo João Paulo de Oliveira.
      Puxando à minha costela bairrista, não esqueça Coimbra!!
      Grande abraço

      Eliminar
  9. ~~~
    ~ ~ Tem alguma lógica...
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ~~~~ Dias serenos. ~~~~

    ~~~~~~ Beijinhos.~~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  10. Somos um verdadeiro paraíso, à beira mar plantado, sem dúvida.

    Beijos, Pedro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E tantas vezes temos dificuldade em reconhecer isso, CÉU.
      Beijos

      Eliminar
  11. Portugal tem uma diversidade que encanta até os mais distraidos.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o que ainda aqui falta, Agostinho!!
      Aquele abraço

      Eliminar
  12. Não é à toa que se diz ser Portugal um jardim à beira-mar plantado, Pedro!

    Pena é que os jardineiros não o cuidem com o amor e carinho que ele carece ou, pelo menos, com cuidado e atenção!

    Gosto muito das nossa belezas naturais!

    Os caracóis e as papoilas, deixaram-me um travo agridoce de saudade! :(

    Beijinhos

    ResponderEliminar