6 de março de 2015

Para pessoas muito ocupadas, sem tempo para a leitura



Romeu e Julieta

[William Shakespeare]

Dois adolescentes doidinhos se apaixonam,
mas as famílias proíbem o namoro, guerreiam-se entre si, uma briga f*d*d@,
muita gente se aleija. Então, um padre filho
da p*t@ tem uma ideia idiota e os dois morrem
depois de beber veneno, pensando que era
soporífero.
Fim.

********

Madame Bovary

[Gustave Flaubert - 778 páginas]

Uma dona de casa mete os cornos ao marido faz sexo com o padeiro, o leiteiro, o carteiro, o homem do drogaria, o dono da mercearia e um vizinho cheio de papel. Depois entra em depressão, envenena-se e morre.
Fim.

******

Guerra e Paz.

[Leon Tolstoi - Paris, Ed.Chartreuse. 1200 páginas]

Um rapaz não quer ir à guerra por estar
apaixonado e por isso Napoleão invade
Moscovo. A miúda casa-se com outro.
Fim.

********

À La recherche du temps perdu

(Em Busca do Tempo Perdido)

[Marcel Proust]

Paris, Gallimard. 1922. 1600 páginas.

Um rapaz asmático sofre de insónia porque a
mãe não lhe dá um beijinho de boa-noite.
No dia seguinte (pág. 486 vol. I), come um bolo e
escreve um livro. Nessa noite (pág.1344, vol.VI)
tem um ataque de asma porque a namorada (ou
namorado?) se recusa a dar-lhe uns beijinhos.
Tudo termina num baile (vol. VII) onde estão
todos muito velhinhos - e pronto.
Fim.

********

Os Lusíadas

[Luís de Camões - Editora Lusitânia]

Um poeta com insónias decide encher o saco do
rei e contar-lhe uma história de marinheiros que,
depois de alguns problemas (logo resolvidos por
uma deusa super gente fina), ganham a maior
boa vida numa ilha cheia de mulheres boazonas.
Fim.

*********

Hamlet

[William Shakespeare]

Esta é lixada.
Um príncipe com insónia passeia pelas muralhas
do castelo, quando o fantasma do pai lhe diz que
foi morto pelo tio que dorme com a mãe, cujo
homem de confiança é o pai da namorada, que,
entretanto, se suicida ao saber que o príncipe
matou o seu pai para se vingar do tio que tinha
morto o pai do seu namorado e dormia com a
mãe. O príncipe mata o tio que dorme com a
mãe, depois de falar com uma caveira e morre
assassinado pelo irmão da namorada, a mesma
que era doida e que tinha se suicidado.
Fim.

********

Édipo-Rei

[Sófocles]

Maluco tira uma onda, não ouve o que um
ceguinho lhe diz e acaba matando o pai,
comendo a mãe e furando os olhos.
Por conta disso, séculos depois, surge a
psicanálise que, enquanto mostra que você vai
pelo mesmo caminho, lhe arranca os olhos da
cara em cada consulta. Cena muito doida.
Fim.

*********

Othelo

[William Shakespeare]

Um rei otário, um autêntico zé-ruela, tem um amigo
muito filho da p*t@ que só pensa em fazê-lo de
palhaço. O malandro não ganha um cargo no
governo e resolve vingar-se do rei, convencendo-
o de que a rainha anda metida com outro. O Zé
Manel acredita e mata a rainha. Depois descobre
que não era corno, mas apenas muito burro por
ter acreditado no amigo. Prende o malandro e fica
a chorar sozinho.
Fim.

*********

Pronto! E assim economizaram a leitura de pelo menos 7.000 páginas e ficaram um pouco mais cultos, se por acaso ainda não conheciam estas cenaças!

BOM FIM-DE-SEMANA!

38 comentários:

  1. Fartei-me de rir:):):):)

    Bom fim de semana para ti e todos os teus

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se este não é um blogue de cultura o que é que será, Fatyly??? :))))
      BFDS
      Beijocas

      Eliminar

  2. hehehe
    Maravilha!! Isto é que é poder de síntese!! :)))

    Acho que o mais irónico de todos estes resumos é mesmo o da Guerra e Paz... pois o original de Tolstoi é um dos livros que tem a lombada mais grossa... e aqui é o do resumo mais curto! :D

    Mas olha que destes livros todos, o único que não é deprimente é o do nosso Camões! (e o único desta lista que li)


    Beijinhos condensados com votos de BFS
    (^^)

    ResponderEliminar
  3. Isto é ou não é cultura, Afrodite??? :)))
    Beijinhos, votos de bfds

    ResponderEliminar
  4. Confesso que pelo titulo pensei encontrar um post em branco. Ainda bem que me enganei porque assim ganhei boa disposição para aguentar os disparates dos nossos (des)governantes, sem me dar um ataque de raiva.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cultura condensada, Elvira Carvalho :)))
      Um abraço, votos de bfds

      Eliminar
  5. Ah! Ah! Ah!

    Bom fim de semana para si e suas princesas, Pedro.

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alguma vez pensou em sumariar estas obras desta forma, Ricardo?
      As coisas que aqui se aprende!! :))))

      Eliminar
  6. rrrss s rsss rssss Está muito engraçado.

    O pior é que a cultura de muita gente - e alguma bem colocada na vida -anda mais ou menos por este nível.....

    Bom final de semana, Pedro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tanta cultura, São?
      Tenho sérias dúvidas.
      O mais natural é não saberem que livros em estrangeiro são esses :))))
      Bfds

      Eliminar
  7. ~
    ~ ~ Eheheheh... eheh!!

    ~ ~ Mas que grande economia!

    ~ ~ E viva a cultura da sinopse...

    ~ ~ Excelente fim de semana, ~ ~

    ~ ~ ~ Beijinhos. ~ ~ ~
    ~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não andamos em maré de cortes e economia, Majo?
      Chegou à literatura! :)))
      Beijinhos, votos de bfds

      Eliminar
  8. Caro Amigo Pedro Coimbra!
    Achei supimpa as resenhas dos imperdíveis livros!
    A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, também faz questão de apresentar resenhas de livros que ela adora:

    O Crime do Padre Amaro
    O único crime que o Amaro cometeu foi amar.

    Reis que amaram como rainhas
    Conta a história, desde a antiguidade, de reis que eram paneleiros, como dizem no reino distante além-mar, e nunca saíram do armário.

    Os Irmãos Karamázov
    História de um patricídio e dos quatro filhos do defunto, que nos permite compreender a índole dos nossos semelhantes.

    Crime e Castigo
    A vida de Rodion Românovitch Raskólnikov ficou uma merda depois que ele tornou-se assassino.

    O Mundo sem Nós
    Ficaria bem melhor.

    Estranha presença
    Uma perda de tempo a não ser que o leitor acredite em fantasmas.

    Depois do Carnaval
    Versa sobre a história dos paneleiros brasileiros desde a época do Brasil Colônia até 1980. A mexeriqueira mor acha que precisa de uma continuação...

    O Retrato de Dorian Gray
    Nem tudo que reluz é ouro.

    Deus um Delírio
    Para leitores que não usam véus

    A Ilha do Conhecimento
    Também para leitores que não usam véus.

    Clarice,
    Biografia circunstanciada da vida da nobilíssima Clarice Lispector.

    Caloroso abraço! Saudações resenhadas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver sem véus!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comentário do ano, Amigo João Paulo de Oliveira!!
      Uma maravilha!
      Grande abraço!!

      Eliminar
  9. kkkkkkkkkkk adorei!
    Depois de um mês fora, preciso de uma maratona de posts seus para rir, Pedro. E ainda vai que me acrescenta hehehe.

    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luria Corrêa,
      Chegou a tempo de assistir a um grande momento de cultura :)))
      Beijos

      Eliminar
  10. Esses resumos são muito bons...
    Apontamentos Sr. Américo
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E em sebenta, Ricardo :)))
      Aquele abraço, votos de bfds

      Eliminar
  11. Coimbramigo

    Daqui de Goa envio mais um resumo.

    Ganesh

    Vedas Yokráti

    Um senhor chamado Sulej vai para a guerra pensando que ela seria a de 1908.
    Mas estava muito enganado e apanhou a dos 19,9 dias. Deixou a cândida esposa Sastri e o filho de fralda de seu nome Ganesh.

    No caminho de volta um fdp diz-lhe que a Sastri lhe andou a pôr-lhe os cornos com um mancebo muito apessoado.

    Chega a casa e vê o tal sacana e corta-lhe a cabeça. Mas a Sastri diz-lhe que ele matou o próprio filho que entretanto habituara-se a crescer. De cabeça perdida (ele e a do filho) apanha um pacífico elefante que estava na paragem de camelos esperando a carreira das 09:35.

    Corta-lhe a cabeça do paquiderme e coloca- no tronco do filho, A Satri enforca-se e o nosso herói agarra o coscuvilheiro e corta-lhe a cabeça. Em seguida suicida-se mas não cortando a própria cabeça, mas mata-ratas.
    E assim nasceu o deus Ganesh com cabeça de elefante e corpo de homem...

    Si non è vero è bene trovatt

    O autor da adaptação não posso mencionar porque é muito tímido, envergonhado e pudico

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. FerreirAmigo,
      É assim que eu gosto de te ver!
      Bem disposto, a dar largas a essa imaginação que não conhece limites.
      Pagava para te ver à desgarrada como o nosso amigalhaço João Paulo de Oliveira!
      Grande abraço para ti, beijinhos para a Raquel

      Eliminar
  12. Deve ter sido mais ou menos assim que muitos que eu conheço ficaram doutores :)
    beijinho e bom fim de semana com muito mais conteúdo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A lerem tanto, Fê???!!!
      Duvido!!!! :))
      Beijinhos, votos de bfds

      Eliminar
  13. Passo e deixo votos de um bom fim de semana, Pedro.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  14. :)))) como já li os livros (felizmente) não vai dar para poupar tempo só com estes brilhantes resumos :)))
    um beijinho e um bom Domingo
    Gábi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Gábi conhece a versão integral.
      Aqui são as versões mais reduzidas.
      beijinhos, votos de boa semana

      Eliminar
  15. Não costumo fazer isto, mas estou tão atordoada com tão e tanta boa leitura abreviada e em total acordo com o teor dos calhamaços originais, que lhe peço permissão para copiar o comentário da amiga Fê! :)))))))

    Beijinhos, bom resto de domingo e boa semana! :)
    (tudo de enfiada)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De certeza que a Fê não se importa e eu também não, Janita.
      Beijinhos, votos de boa semana

      Eliminar
  16. Olá Pedro
    Hoje organizei a minha biblioteca...Nunca pensei !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E afinal era tão fácil, não era, luís?? :))

      Eliminar
  17. Respostas
    1. Coisa tão bem resumida, tão bem feita, dói em quê, luisa?? :))

      Eliminar
  18. Tipo sebenta adorei e ri-me. Mas onde arranhas isto home de deus?!
    Kis :>}

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AvoGi,
      Tenho a sorte de ter uma série de amigos loucos q.b. que me enviam estas brincadeira que aqui partilho
      Beijinhos

      Eliminar
  19. Já conhecia, mas foi bom recordar, porque eu andava a pensar fazer umas releituras e assim já não tenho de perder tempo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está aqui tudinho, Carlos.
      Em versão compacto :))

      Eliminar
  20. Umas sinopses talhadas a podão, ao jeito de muitos.
    Provavelmente haverá também para a rapaziada fazer o exame do 12º ano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me admirava que fosse assim, Agostinho.....

      Eliminar