30 de março de 2015

A EMPREGADA AFRICANA



A empregada africana, chorando convulsivamente, chega à sala de estar com a mala de viagem na mão e despede-se da patroa que, muito intrigada lhe perguntou:

- Carmélia, que se passa …? Para onde vai?

- Prá junto di minha família, Dona Fror, prá mórrér junto di meus !...

- Mas … o que aconteceu, querida?

- Óh Dona Fro, a sinhora fala sémpre qui seu marido é issilente médico e nunca errou uns dignóstico ná vida ...

- Pois é … É verdade … Normalmente, ele nunca se engana no diagnóstico ... Mas, o que tem isso a ver com a sua saída de casa?

- Então Dona Fror, é qui o Dr. hoje pela manhã, antes di ir embora, apértou a minha bunda com as duas mão e dissi-mi no ouvido:

- DESTA NOITI NUM PASSAS !!!

12 comentários:

  1. Chama-se a isso erro de interpretação.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com resultados terríveis, Elvira Carvalho :))

      Eliminar
  2. ~ 'Tadinha', empregada está sujeita a cada susto!!

    ~~~~~Bj~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  3. Pirata do médico a apalpar a empregada. É um caso clássico de assédio sexual :-)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu concordo com a papoila, Paulo Lisboa - a esposa do médico deve ter-lhe reservado uma surpresa daquelas!! :)))

      Eliminar
  4. Boa surpresa lhe deve ter a mulher...:)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito perfeitamente, papoila.
      Daquelas surpresa nada agradáveis :)))

      Eliminar
  5. Com um dia de atraso cá venho pôr a leitura do seu blog em dia, Pedro!

    Ando com as visitas aos amigos atrasadas, vamos ver se isto esta noite vai! :)

    E a empregada, também vai, não vá o diabo tecê-las! :)))

    Uma boa peça esse tal de Dr.!! eheheh

    Achei imensa piada à imagem que o Pedro foi arranjar!! Cadê a bunda dela??

    Beijinhos e boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma imagem muito inocente, não é, Janita? :)))
      Beijinhos, boa semana

      Eliminar