1 de dezembro de 2014

Casamento entre surdos


Um surdo e uma surda casaram-se. Durante a primeira semana, eles descobriram que eram incapazes de se comunicar na cama quando a luz estivesse apagada, pois não podiam enxergar a linguagem dos sinais.

Depois de várias noites pensando em alguma solução, a esposa disse, gesticulando:

- Querido, por que não fazemos alguns sinais simples? Por exemplo, à noite, se você quiser fazer sexo comigo, pegue no meu seio esquerdo uma vez. Se não quiser fazer sexo, pegue no meu seio direito uma vez. 

O marido acha uma grande ideia e gesticula de volta para a esposa

- Óptima ideia! E se você quiser fazer sexo comigo, balance meu pinto uma vez. Se não quiser, balance meu pinto 250 vezes. BEM RÁPIDO

16 comentários:

  1. Esta já conhecia...
    um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  2. Pinto!!! Caramba há cada nome!
    Pedro tenho como vizinhos um casal muito jovens, que são surdos, falam normalmente connosco, ele lê os nossos lábios, ela usa aparelho e ouve-nos.

    Beijinho e boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pinto é a maneira como os brasileiros dizem pila, Adélia. :)))

      Eu também conhecia um casal de surdos mudos.
      Esse mundo do silêncio para eles é que é normal.
      A nós é que faz confusão

      Beijinhos e votos de boa semana

      Eliminar
  3. Ele pode ser surdo mas não é nada parvo :))


    beijinho

    ResponderEliminar
  4. :)) Não acredito que a mulher caísse nessa 'canseira'....:)))

    Afinal eram surdos-mudos...??

    Como diria o outro...É d'homem! :))

    *

    ResponderEliminar