11 de novembro de 2014

Palpites que fazem sentido


Têm sido muitos os nomes avançados nas últimas semanas como fortes candidatos a integrar o futuro Executivo da RAEM, consequência directa do arrastar do processo e do silêncio que subsiste no Palácio da Praia Grande.
A mais recente versão apresentada faz todo o sentido.
A confirmar-se, representa uma alteração total na estrutura governativa (as excepções, no que toca a titulares de altos cargos, são a manutenção de Sam Hou Fai na presidência do Tribunal de Última Instância e de Ho Veng On à frente do Comissariado da Auditoria) e representa verdadeiramente a formação da equipa de Chui Sai On.
Chui Sai On, que tem estado a trabalhar com uma equipa escolhida na sua quase totalidade por Edmund Ho, terá agora a possibilidade de escolher a sua equipa.
Analisemos os nomes aventados:
Leong Vai Tak segue a lógica de um empresário, que não um funcionário público,  na pasta da Economia e Finanças.
E é uma escolha há muito antecipada, ele que faz parte da elite de eternos candidatos a altos cargos governativos em Macau (princeling).
Wong Sio Chak e Ma Io Kun, bem como a subdirectora dos Serviços de Alfândega, são nomes que se inserem na pura lógica de evolução na carreira dentro das forças militarizadas.
Cheong Weng Chon (André Cheong) representa a manutenção de um jurista, que não um magistrado, no Comissariado Contra a Corrupção, e vê reconhecido o seu trabalho ao longo dos anos (apostava nele para porta-voz do Governo).
Lai Kin Hong, uma estrela dentro da judicatura, era suposto tomar agora conta do Ministério Público.
Nas últimas horas o seu nome desaparece para dar lugar ao de outro magistrado - Ip Son Sang, o homem que liderou a comissão eleitoral aquando das eleições para a Assembleia Legislativa e que parece ver agora o seu trabalho premiado.
E chegamos a três nomes que já trabalham directamente sob tutela do actual Chefe do Executivo e que serão pessoas de sua inteira confiança - Chan Hoi Fan, Tam Chon Weng (Alexis) e Raimundo do Rosário.
Se Tam Chon Weng e Raimundo do Rosário já conhecem as pastas que irão tutelar, Chan Hoi Fan (Sónia) é uma surpresa na área da Administração e Justiça por ser uma pasta que, à partida, não dominará.
Muito à semelhança do que sucedeu com a actual titular do cargo em bom rigor.
Entre evoluções naturais na carreira, escolhas dentro das elites de Macau, prémios por bom desempenho, e nomeações baseadas em pura confiança pessoal, os nomes ora avançados fazem todo o sentido.
Resta aguardar pelo anúncio oficial.

12 comentários:

  1. A política de Macau pelo correspondente Pedro Coimbra a dar conta, a par e passo, do movimento das peças no tabuleiro. Virá aqui confirmar as apostas logo que as nomeações se confirmem.
    Boa semanada, Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando estes nomes se confirmarem (já nem escrevo se porque o Chefe do Executivo está numa conferência de imprensa e já repetiu quatro vezes "novos secretários") eu actualizo o post.
      Boa semana

      Eliminar
  2. ~ ~ Parece reinar a simpatia, em Macau...
    ~ ~ Em qualidade, até não é nada mau...
    ~ ~ ll; ))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Chefe do Executivo, sem confirmar estes nomes, deu hoje boas novidades.
      Aumentos salariais a partir de Janeiro, distribuição de dinheiro pela população, devolução de impostos, injecção de dinheiro nas contas individuais do Fundo de Previdência.
      Vez ver se estas medidas não têm efeitos inflacionistas ao até que ponto é que o têm.

      Eliminar
  3. Esperemos então as confirmações...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não faltará muito, São
      Os nomes estão em Pequim para serem aprovados.
      Faz parte do ritual e da lei

      Eliminar
  4. Parece que a dificuldade em encontrar gente competente para a Justiça, não é apenas um problema de cá.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou dar o benefício da dúvida à pessoa.
      Alguém que até conheço pessoalmente, de quem tenho boa impressão, mas que não tem experiência na área,

      Eliminar
  5. Lamento amigo. Não conheço nada nem ninguém do assunto focado no post.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Local politics, Elvira Carvalho.
      Um abraço e votos de boa semana também

      Eliminar