15 de agosto de 2014

Capuchinho Vermelho


Chapéuzinho Vermelho está andando pela floresta, para levar seus docinhos para avozinha, quando vê uma moita se mexendo.
Sem conseguir conter a sua curiosidade, espia atrás da moita e dá de cara com o Lobo Mau.
- Bom dia, seu Lobo! Nossa que olhos grandes você tem! - observa ela.
- São para melhor te ver, Chapéuzinho! - responde o Lobo, cordial.
 E ela continua o seu passeio.
Pouco mais adiante, vê outra moita se mexendo.
 Corre para dar uma espiada e novamente encontra o Lobo Mau.
- Olá, seu Lobo! Nossa que nariz grande você tem! - observa.
- São para melhor sentir o seu perfume, Chapéuzinho! - responde ele, secamente.
E ela continua o seu passeio.
Alguns minutos depois, vê outra moita se mexendo.
Espia e outra vez dá de cara com o Lobo.
- Uau! Você de novo! Mas que orelhas grandes você tem! - observa.
- São para melhor te ouvir, Chapéuzinho! - responde ele, irritado.
E ela continua o seu passeio.
Duzentos metros depois, vê outra moita se mexendo.
Adivinha quem está lá? O próprio!
- Olá, seu Lobo! Mas que saco grande você tem! - observa.
- São para te aturar, Chapéuzinho! Faz meia hora que eu estou querendo dar uma cagada e você não deixa!

12 comentários:

  1. ~
    ~ ~ Há uma palavra que estraga esta anedota! Bem podia a ter adaptado para "aliviar", poupando, assin, os tímpanos delicados das suas amigas.

    ~ ~ Com que então, um lobo bonzinho e um capuchinho vermalho mázinha?!

    ~ ~ ~ ~ ~ Beijinhos. ~ ~ ~ ~ ~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma variante única, não é, Majo?! :))
      Fui fiel ao original.
      Que é, aceito, um bocado nojento.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. hahahhah, essa eu não conhecia.
    Tenha um ótimo fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma versão alternativa, Anajá :)))
      Tenho um óptimo fds também

      Eliminar
  3. Caro Amigo Pedro Coimbra!
    A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, disse que a Chapeuzinho Vermelho tinha tara por lobos desde o tempo que levava guloseimas para a vovozinha. Depois que tornou-se adulta contraiu matrimônio com um lobisomem.
    Caloroso abraço! Saudações uivantes!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma questão de tamanho, Amigo João Paulo de Oliveira.
      E elas depois dizem que não é importante.... :))))
      Aquele abraço e votos de bfds

      Eliminar
  4. Mas que menina intrometida, pô!!

    Já um lobo não pode **gar descansado! Eheheheheheheh

    Beijinhos e até 2ª, Pedro!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já nem para se aliviar um lobo tem sossego, Janita.
      E ainda era ele o mau da história :)))

      Eliminar
  5. Trata-se de uma história ao contrário. Pedro. Coitado do Lobinho que deu com uma ressabiada de Capuchinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui a Capuchinho Vermelho é que assediava o pobre lobo, Agostinho :))

      Eliminar
  6. Desde miúdo que a miúda me pareceu irritante...

    ResponderEliminar