23 de agosto de 2013

Gay??


Estava um homem muito descansado num parque de estacionamento entre dois carros a verter águas, até que lhe aparece outro que fica a olhar para ele.
 Depois de olhar durante um bocado pergunta ao outro com uma voz muito meiga: 
- Posso fazer-lhe uma festinha? 
- Ai só me faltava cá mais esta agora... Vai-te embora.
 - Ande lá, só uma festinha, vai ver que se calhar até gosta. 
- Tás aqui tás a levar, vê lá mas é se desapareces antes que eu te dê uns murros. 
- Deixe-me fazer só uma festinha e eu depois vou embora, prometo que não o chateio mais.... 
- Pronto está bem, faz lá a festa mas depois desapareces!
 Então ele com muito cuidado lá pega no pirilau do homem e de repente começa a apertar, a torcer e a puxar e desata aos berros:
 - Isto é... para tu...aprenderes... a nunca mais... mijares para cima... dos pneus ... do ... meu ... carro !!!

20 comentários:

  1. Respostas
    1. Aqui, para além destas "festinhas", ainda pagava 600 rufas (60 euros) de multa.

      Eliminar
    2. Em Portugal os cofres públicos ficariam recheados!

      Eliminar
    3. E por aqui, Catarina?
      Trabalho na subunidade que tem que ouvir estes porcalhões e receber as multas.
      Todos os dias são aos montes.
      E todos os dias há comédia.

      Eliminar
  2. Ora toma que é democrático...
    Mas não foi o pirlau que teve culpa.
    As pessoas não se preocupam em ser mais limpas e não sujar onde lhes dá a vontade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por aqui, em muitas situações são piores que animais, luis.
      Pura nojice!

      Eliminar
  3. O mesmo deveriam fazer por cá...que haveria muitas "festinhas" a dar. Fartei-me de rir:)

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. Se um gajo me fizesse uma destas no carro acho que lhe fazia pior do que torcer, Ricardo.
      Lá está eu a pensar em chouriço às rodelas :)))
      Aquele abraço!!

      Eliminar
  5. Caro Amigo Pedro Coimbra!
    Assim que li pensei em escrever bem feito, mas ao ler os comentários vi que a nossa querida confrade Catarina escreveu primeiro, seguida da Pats.
    A lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, disse-me que se fosse no carro dela, o gajo, como vocês dizem ai, além da puxada e aperto, também enfiaria no orifício anal a chave de roda.
    Caloroso abraço! Saudações mijatórias!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP


    PS - Folguedos a parte, no mês de maio passei alguns dias na cidade de Santiago, capital do Chile e fiquei estarrecido de ver em reiteradas situações cidadãos a mijar no maior descaramento nos logradouros públicos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era aqui que queria referir os triunfo dos porcos
      Que nojice!!!

      Eliminar
  6. Aldrabão! Então não disse que era só uma festinha?

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Numa situação daquelas, a festa tem que ser outra.
      Tipo colonoscopia :))))

      Eliminar
  7. Foi momentaneamente gay por um motivo.

    ResponderEliminar

  8. Qual "festinhas" qual quê... a situação merecia mais um pontapé nos "ditos"! Mas a ser assim lá se ia a anedota!


    Beijinhos sem agressões
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei se um pontapé será pior que este "tratamento",, Afrodite:))))
      Até a mim me dói!!

      Eliminar