9 de julho de 2013

Oferta de emprego no sector da restauração


Anúncio no jornal:

Somos um restaurante casual no centro da cidade e estamos à procura de músicos para tocarem de graça no nosso restaurante, podendo assim promover a sua música e vender os seus CDs. Este não é um emprego diário, é apenas para eventos especiais que eventualmente se tornarão eventos diários uma vez que a resposta do público seja positiva. Preferimos que toquem Jazz, Rock, e outros ritmos mais leves, de todo o mundo e de várias culturas. Está interessado em promover o seu trabalho? Então comunique connosco o mais rápido possível.
Contacte para apartado 1050 Lisboa


Resposta de um candidato:

Sou um músico, à procura de um dono de restaurante que venha a minha casa promover o seu restaurante ao fazer comida de graça para mim e para os meus amigos. Isto não aconteceria diariamente, mas a princípio em eventos especiais, os quais poderão eventualmente crescer e tornar-se em algo grande e diário, se a resposta for positiva. Damos preferência a carnes de primeira e peixes frescos pescados na nossa costa. Você está interessado em promover o seu restaurante? Então comunique comigo urgentemente para Rua do chico esperto oportunista, nº 0 à esquerda!
 

19 comentários:

  1. Respostas
    1. Estes escroques que se querem aproveitar da debilidade das pessoas não merecem outro tipo de resposta, Catarina.

      Eliminar
  2. Acho bem! Um ajuda o outro e vice-versa. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O chico-esperto levou um coice que ainda não se deve ter posto em pé, FireHead.

      Eliminar
  3. Tinha lido no facebook e achei fantástica a resposta!

    ResponderEliminar
  4. A verdade é que há muita gente a aproveitar-se da crise para explorar quem trabalha. Infelizmente, nem sempre as respostas são tão incisivas como as deste candidato....

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Urubus, Carlos, urubus.
      A merecerem levar umas boas chumbadas.
      Como este levou.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Uma resposta cinco estrelas.
      Como um oportunista sem vergonha merece.

      Eliminar
  6. Já conhecia, mas é muito boa :) Mas conheço outro caso muito semelhante, na área do artesanato do género "Vem cá dar os workshops de graça que nós divulgamos a sua loja" (tipo dar workshops em outra loja de artesanato, as pessoas que vão aprender pagarem, e não ir dinheiro nenhum para quem ensina...), esta aconteceu com uma amiga do FB daqui de Aveiro...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande lata, Poppy.

      Aveiro onde vivem e trabalham alguns grandes amigos meus.
      Um professor universitário (Marques Lapa); a mulher (Nela) que é psicóloga; o Luís Pinho e a Alexandra Alendouro, ambos advogados.
      Gente boa!!

      Eliminar
  7. Estoi a dançaire com a fita. Fiquei pasmo, e perplecto!

    ResponderEliminar