5 de julho de 2013

Ambulância alentejana


Quantos alentejanos são precisos para conduzir uma ambulância? 
3! 
Um para a conduzir. 
Um para gritar NIIII NOOOO NIII NOOO.
E outro que roda a cabeça e grita: AZZULLLIIII... VERMÊÊÊLHOOOOO... AZZULLLIIII... VERMÊÊÊLHOOOO

Bom fim-de-semana!!

Agradecimento especial à Celeste Monteiro que tem o dom de nos deixar bem dispostos todos os dias :)

36 comentários:

  1. Ahahah!
    A Celeste Monteiro é alentejana?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem sei, Catarina
      Conhecemo-nos muito mal (Facebook) e só sei é que ela é uma bem disposta

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Era o que se dizia dos polícias, FireHead.
      Andavam sempre três no carro.
      Um que sabia ler, outro que sabia escrever, outro que gostava da companhia de intelectuais :)

      Eliminar
    2. Há uma outra piada que dizia que eram precisos dois alentejanos para abanar a cama...

      Eliminar
  3. Bom fim de semana, Pedro, para si e família!

    Aquele abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. BFDS para si e família, Ricardo.
      Aquele abraço!!

      Eliminar
  4. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    A Celeste Monteiro poderá não ser Alentejana, mas cá o Pardal o é por nascimento rsrsrs.
    Mas são geralmente os ALENTEJANOS a inventar anedotas sobre eles próprios, esta da ambulância já conhecia, mas não sobre ALENTEJANOS rsrsr.
    Abraço amigo, votos de óptimo fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta para mim é novidade, Amigo Cambeta.
      Com, ou sem, alentejanos.
      Aquele abraço e votos de um óptimo bfds para si e família também!

      Eliminar
  5. Caro Amigo Pedro Coimbra!
    Fico cá a divagar esta suposta cena envolvendo os valorosos e pertinazes alentejanos!
    Agradeço e retribuo os auspiciosos votos!
    Caloroso abraço! Saudações socorristas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com os alentejanos tudo é possível, Amigo João Paulo de Oliveira :))
      Aquele abraço e votos de bfds!!

      Eliminar
  6. Gargalhadas:):):) e bom fim de semana para ti também e para a tua prole:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bfds, Fatyly.
      A prole está toda na Coreia
      Gajas às compras.
      Passo!!
      No domingo estarão de volta.

      Eliminar
  7. Bom fim-de-semana para si, Pedro, e todos os seus.

    Já agora, não, a Celeste Monteiro não é alentejana :)

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me lixe, António, não me diga que conhece a Celeste Monteiro!
      Este mundo é assim tão pequeno???
      Nã........:)))
      Aquele abraço e votos de bfds!

      Eliminar
  8. Os alentejanos estão em muitas anedotas, mas como são boa gente, nem levam a mal... :)

    Beijocas e bom fim de semana, Pedro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tete,
      Como diz o nosso amigo Cambeta (alentejano) muitas vezes são eles próprios que as inventam :))
      Beijocas e BFDS!!

      Eliminar
  9. :):):)

    bom fim de semana Pedro

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  10. Coimbramigo

    Com o fim-de-semana a acabar por estas paragens pantanosas + do q.b. mandas umas de Alentejanos. Coitados, são sempre citados como anti-heróis de anedotas. Até parecem o (des)Governo e o Palhaço que temos: quanto pior - melhor!...

    E en passant, creio que te mandei a do puto que perguntou ao pai como se faziam os filhos? Se não enviei, diz-me que volto a enviar-te...

    是在我的整个生命中最可怕的噩梦。我想你应该明白!

    Henrique

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nenhum deses garotos é alentejano, FerreirAmigo.
      Pelo menos de espírito.
      Se o fossem, não faziam estas figuras tristes.

      Não, não me mandaste essa do puto e da pergunta ao pai.
      Fico à espera.

      Aquele abraço!!

      Eliminar
  11. Coimbramigo II

    Ainda não me enviaste o que te pedi: uma CARTA DE MACAU com o tema que bem escolheres (naturalmente o que se passa por este desgraçado País ou outros). Quando vem ela? 30/40 linhocas (ou menos...) é q.b. Obrigado

    Outro abç

    Henrique

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. FerreiRAmigo II,
      Ainda não me tinhas convidado, pá!
      Ou sou eu que ando distraído??
      Vou uma semanita de férias a partir de quarta-feira.
      Vamos ver se há tempo até lá.
      Caso não haja, quando voltar fica prometido que te envio o meu textículo.

      Toma lá outro abraço!!

      Eliminar
  12. eheheh ... Logo "3 seguidas" de alentejanos, Pedro ! eheh
    ... Por essa é que eu não esperava ! rsrsrs
    O que vale é que os nossos queridos alentejanos são uma gente fantástica, do melhor que há por cá e com uma "capacidade de encaixe" e sentido de humor notáveis !

    Grande abraço ! :))
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gente boa, Rui, gente boa.
      Rija e bem disposta.
      Aquele abraço!!

      Eliminar
  13. A tripulação é constituída pelo Portas, pelo Coelho e pelo cavaco. Só não sei é se Seguro é o doente, ou está a ver passar a ambulância...

    ResponderEliminar
  14. E por causa da minha costela alentejana (um dos meus avôs era Alentejano e o outro Transmontano) fui à procura de uma anedota no Google que li uma vez. Não consegui encontrá-la ainda, mas encontrei esta:

    Um advogado todo bem, de Alverca, vai caçar patos para o Alentejo.
    Dá um tiro, acerta num pato, mas o bicho cai dentro da propriedade de um lavrador.
    Enquanto o advogado saltava a vedação, o lavrador chega no tractor e pergunta-lhe o que estava ele a fazer. O advogado respondeu:
    - Acabei de matar um pato, mas ele caiu na sua terra, e agora vou buscá-lo.
    O velhote responde:
    - Esta propriedade é privada, por isso não pode entrar.
    O advogado, indignado:
    - Eu sou um dos melhores advogados de Portugal! Se não me
    deixa ir buscar o pato eu processo-o e fico-lhe com tudo o que tem!
    O lavrador sorriu e disse:
    - O senhor não sabe como é que funcionam as coisas no Alentejo! Nós aqui temos o Código Napoleónico! Nós resolvemos estas
    pequenas zangas com a Regra Alentejana dos Três Pontapés. Primeiro eu dou-lhe três pontapés; depois você dá-me dois pontapés; e assim consecutivamente até um de nós desistir!
    O advogado já se estava a sentir violento há um bocado, olhou para o velho e pensou que era fácil dar-lhe uma carga de porrada. Por isso, aceitou resolver as coisas segundo o costume local.
    O velho, muito lentamente, saiu do tractor e caminhou até perto do advogado.
    O primeiro pontapé, dado com uma galocha bem pesada, acertou directamente nas bolas do advogado, que caiu de joelhos e vomitou.
    O segundo pontapé quase arrancou o nariz do advogado.
    Quando o advogado caiu de cara, com as dores, o lavrador apontou o terceiro pontapé aos rins, o que fez com que o outro quase desistisse.
    Contudo, o coração negro e vingativo do advogado falou mais forte. Ele não desistiu, levantou-se, todo ensanguentado, e disse:
    - Bora, velhote! Agora é a minha vez!
    O lavrador sorriu e disse:
    - Nah! Eu desisto! Leve lá o pato!

    ResponderEliminar
  15. Encontrei-a aqui: http://grupocaminheirosevora.wordpress.com/anedotas/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu roubei-a no Facebook à Celeste Monteiro, Gábi :))

      Eliminar
  16. deviam ser quatro, dois a gritar as cores, um portista e um benfiquista :) eheheheh

    ResponderEliminar