27 de agosto de 2012

A transferência do"crente"



Idalina trabalhava na casa de um médico em São Paulo. Durante muitos anos foi o anjo da guarda da família. Cuidava da limpeza, da cozinha e da roupa. E ajudou a criar os filhos, que, como todos, a adoravam.                   
 
Um dia, muito sem jeito e com os olhos cheios de lágrimas, Idalina anunciou que ia embora. O médico, a mulher, os filhos ficaram em pânico:          
 
- O que é que aconteceu, Idalina? Algum problema? Salário pequeno? Vamos conversar. Quem sabe a gente aumenta seu ordenado?
 
- Não é nada disso não, doutor. É a igreja. Nós somos evangélicos, a nossa igreja transferiu meu marido para o Paraná e eu tenho que ir com ele.              
 
- Seu marido é pastor?
 
- Não, doutor. O pastor é que vai nos levar com ele.
 
- Se seu marido não é pastor, pode muito bem ser substituído por outro.                   
 
- Não pode não, doutor. O pastor só confia em meu marido.
 
- O que é que ele faz?
 
- Ele é o aleijado que levanta e anda.

BOA SEMANA!!!

25 comentários:

  1. Nem os pastores escapam as maledicencias... : )

    ResponderEliminar
  2. Depois dos padres haviam de chegar os pastores :) Heheheheh

    ResponderEliminar
  3. Esta está bestial, Catarina.
    Foi o Prof. João Paulo de Oliveira que ma mandou e, em português do Brasil, só posso comentar - supimpa!! :))

    ResponderEliminar
  4. Protesto, Pedro!

    Onde está o comentário à jornada? É que procuro e...não encontro!!! :(((

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Ricardo,
    Só vai haver aqui bola a partir da próxima semana.
    Explico porquê.
    O mercado só fecha no final da semana.
    A partir daí, vamos saber com quem é que cada clube realmente conta.
    Até lá, e enquanto a poeira não assenta, vou deixando andar.
    Mais, bola passará a ser às terças.
    Segunda e sexta para a palhaçada.
    Terça já pode haver bola que estará concluída a jornada (o Sporting só joga hoje).

    Aquele abraço e votos de boa semana para si e família

    ResponderEliminar
  6. Quem é que joga hoje???

    Ah, pois, segundo as suas próprias palavras «Segunda e sexta para a palhaçada»!!! :DDD

    Abraço, mas continuo triste, pois ansiava muito por este comentário das 2ªs feiras!

    Abraço e boa semana para si e princesas!

    ResponderEliminar
  7. Caro confrade Pedro Coimbra!
    Apesar da minha atual incredulidade tive uma rígida formação católica... Fico cada vez mais inquieto ao constatar o avanço extraordinário destas seitas denominadas "evangélicas", que somente têm como escopo o mercantilismo e ludibriam descaradamente as pessoas ingênuas... O pior de tudo é que cada vez mais os ditos sacripantas, digo, "pastores" entram na política...
    Caloroso abraço! Saudações inconformadas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  8. Passa a ser às terças, Ricardo.
    Será este ano que vamos ter uma luta séria a quatro?
    Confesso que gostava.
    Um campeonato com um Braga e um Sporting fortes seria muito mais interessante do que a eterna luta a dois.

    Ainda para mais com aqueles dois palhaços a trocarem insultos.
    Quando um corrupto e um ladrão trocam acusações acerca de honestidade e seriedade é pouco menos que hilariante.

    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  9. PS - Ficou supimpa o novo visual do seu sempre palpitante e imperdível blog!!!!
    Peço-lhe a gentileza de enviar uma correspondência eletrônica explicando como devo proceder para personalizar o vagão do Expresso do Oriente sob meu comando...

    ResponderEliminar
  10. Prof. João Paulo de Oliveira,
    Isto não tem nada a ver com a Igreja, muito menos a Igreja Católica.
    Isto é pura vigarice e são um bando de oportunistas que exploram a desgraça alheia.
    E que, com essa exploração, se enchem de dinheiro.
    Criminosos, em boa verdade.
    Aquele abraço e votos de boa semana

    P.S. Vou-lhe enviar as instruções (simples) por mail.

    ResponderEliminar
  11. Eu bem precisava de uma Idalina, é pena, que o pastor não venha antes para a Alemanha fazer os "seus milagres".

    No Inverno até gosto de ir ao circo, mas do circo onde entram esses dois "palhaços" sem vergonha, já não gosto mesmo nada.

    Saudação portista!

    ResponderEliminar
  12. ematejoca,
    Aqueles milagres de andar sobre as águas em que era pedido ao Judas para não se esquecer para andar em cima das pedras, o f...da p....., não era? :))

    Já não há paciência para aqueles dois idiotas, pois não?
    Para quem gosta de futebol, e eu estou a referir-me a futebol, era óptimo que fossem afastados.
    Mas eles próprios tremem de pensar nessa hipótese.
    No dia em que deixarem de sere presidentes dos clubes acontece-lhes o que aconteceu ao vale e Azevedo.
    Enquanto forem presidentes gozam de "imunidade".

    Bibó o Puorto, que não se confunde com o Pinto da Costa.

    ResponderEliminar
  13. Só quem não conhece minimamente o protestantismo (que os brasileiros gostam de chamar "evangelismo", por ser um nome mais bonito) é que não sabe que é uma palhaçada a nível teológico, doutrinário e, principalmente, humano.

    ResponderEliminar
  14. O blogue que o Carlos esta semana escolheu é mesmo um blogue do caraças!!!
    E o autor.....pfui! pfui!!!

    Deixei lá a minha opinião sobre o dito, mas o Pedro é obrigado a consultar um dicionário.


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem duvida um blogue tremendo, com um autor......não há palavras!!! :))
      Quando assim e, o melhor e mesmo consultar o dicionário :))
      Bjs

      Eliminar
    2. Já vi o comentário e já consultei o dicionário :))))

      Eliminar
  15. Isto nem e prostetantismo, FireHead.
    Apenas pura e descarada vigarice.
    Explorando momentos de desespero das pessoas.
    Nojice pura!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro, o protestantismo é precisamente isso. Tal como o paganismo.

      Eliminar
    2. É a sua perspectiva, FireHead.
      Respeito.

      Eliminar
  16. Há aqui duas ou três coincidências engraçadas. Em primeiro lugar a minha mãe também se chama Idalina. Em segundo lugar a minha mãe também já trabalhou como empregada de limpeza para um casal de médicos. E em terceiro lugar também entraram em pânico quando a minha mãe pediu a demissão devido a problemas de saúde crónicos.
    Um grande abraço meu caro. ;))

    ResponderEliminar
  17. Os tais milagres!:))
    Boa semana Pedro

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  18. Ou seja... era um instrumento de trabalho imprescindível do pastor :-)))

    ResponderEliminar
  19. :)) Assim, realmente era difícil de substituir :)

    ResponderEliminar
  20. L.O.L.
    Mas a sua mãe não desempenhava aquele papel essencial.
    Sem palhaço, como é que pode haver circo, não é? :)))
    Um grande abraço e votos de uma boa semana


    Adélia,
    Ele é com cada milagre!
    E, com esta banha de cobra conseguem extorquir dinheiro a pessoa genuinamente aflitas.

    Carlos,
    O mais imprescindível!!
    Sem o "aleijadinho" que se levanta lá se vai o negócio do pastor :))

    Gábi,
    Insubstituível!!
    A definição perfeita de um cargo de confiança :))

    ResponderEliminar