18 de junho de 2012

Chegámos ao mata-mata


No "grupo da morte", perante selecções poderosíssimas, a selecção portuguesa chega aos quartos-de-final do Europeu de futebol.
No meio do barulho, da algazarra, de alguma esquizofrenia até, a selecção portuguesa teve um comportamento muito bom, digno, e conseguiu alcançar o primeiro objectivo a que se propôs - chegar aos quartos-de-final da prova.
Com mais calma, mais sangue frio, vamos pensar - neste grupo, com estes adversários, teria sido uma tragédia ter sido eliminado na primeira fase?
Os holandeses, que perderam os três jogos, passaram a ser uns trambolhos?
Não sei qual vai ser o futuro da selecção neste Europeu.
No mata-mata tudo pode acontecer.
Mas tenho uma forte esperança que consigamos bater os checos e chegar às meias-finais.
Se o conseguirmos, e concordando inteiramente com Paulo Bento, depois se vê.
Pensando jogo a jogo, redefinindo objectivos jogo a jogo, sabe-se lá onde poderemos chegar.
Uma coisa já posso concluir - o Criador é um tipo com um sentido de humor muito apurado!
Varela foi trucidado porque não conseguiu ultrapassar aquela mancha feita por Neuer contra a Alemanha.
Nem de propósito, marca o golo da vitória perante a Dinamarca.
Cristiano Ronaldo, que não esteve bem no jogo com os alemães, e falhou dois golos feitos no jogo com a Dinamarca, foi diabolizado.
Mais uma vez, nem de propósito, ontem esfrangalhou a defesa holandesa.
Dá vontade de perguntar - não se arranja ninguém para deitar abaixo no jogo de ontem?
Provavelmente seria o herói do jogo com os checos.

14 comentários:

  1. Estimado Amigo Pedro Coimbra
    Estive assistindo ao jogo pela televisão, valeu a pena ter perdido a noite, e só me levantei era já meio dia, gostei do que vi, mas Portugal podia ter expremido ainda mais a laranja.
    Como sempre existe algo que não bate certo, a rádio Macau a partir das 20.00 horas diariamente liga a Antena 1, e onte não foi excepção, porém fiquei super aborrecido quando fizeram um corte à ligação ficando sem som uns minutos, depois, relato esse não se ouviu mas sim uma musica para adormecer, bom trabalho, é assim já.
    Contente estou pela vitória de Portugal espero que possa ir longe.
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  2. Amigo Cambeta,
    Agora, nesta fase do mata-mata, tudo pode acontecer.
    Ainda assim, e atendendo ao grupo em que ficámos, o balanço já é muito positivo.
    Estou, obviamente, muito contente.
    Aquele abraço e votos de boa semana!

    ResponderEliminar
  3. Caro Pedro,

    confesso, e você sabe-o, que não estava muito confiante para o jogo de ontem e muito menos fiquei quando Rafael Van der Vaart marco o golo da Holanda. Porém, ontem, sentiu-se que era o dia de Portugal, fruto de uma exibição portentosa de toda, repito, toda a equipa sem excepção.

    Cristiano Ronaldo, ontem, esteve ao seu nível algo que, em meu entender, ainda não tinha estado nos jogos anteriores, perdoem-me aqueles que ficam chateados porque exigimos aos nossos jogadores, mas a vida é assim com exigência máxima sempre, isto é, se quisermos alcançar algo de positivo.

    A exibição da Selecção foi, arrisco-me a dizer, a melhor dos últimos anos e deu frutos, isto é, uma dupla laranjada.

    Caro, fiquei (mal) impressionado com o ódio que Paulo Bento destilou na Conferência de Imprensa, ódio esse destilado contra um povo que só quer algumas alegrias quanto mais não sejam no futebol. Foi um tipo amargo, afectado e, acima de tudo, desrespeitoso para com todos aqueles que tem uma opinião dispare da sua, mas que não são menos portugueses que ele. Para ser um grande treinador, e julgo que nunca o será, nem mesmo que se seja Campeão da Europa, tem, dizia eu, que trabalhar a sua atitude e respeito para com os outros.

    Por fim, foi incompreensível a atitude de "black-out" dos jogadores nacionais na zona mista do estádio, mas isso é lá com eles e a sua já característica falta de respeito e humildade para com os portugueses.

    Aquele abraço e tenha uma excelente semana!

    ResponderEliminar
  4. Ricardo,
    A atitude de Paulo Bento não é nada bonita.
    Mas não me surpreendeu.
    Já no Sporting ele o havia feito.
    "Querem criticar, querem dar pancada, estou aqui eu.
    Deixem os jogadores em paz!"
    Nesse aspecto, é o oposto do Carlos Queiroz.
    E isso custou-lhe o lugar no Sporting.


    Sporting que, curiosamente, "inventou" oito dos jogadores que estão nesta convocatória (Rui Patrício; João Moutinho; Custódio; Hugo Viana; Varela; Quaresma; Nani; Ronaldo).
    E não aproveitou quase nenhum.


    Ronaldo, como o Ricardo sabe, é, para mim, não só melhor jogador da actualidade, o melhor jogador, o mais completo, que alguma vez vi jogar.
    O jogador que, se eu pudesse escolher, escolheria para o Porto.


    Falha?
    Pois falha.
    Mas, quando acerta.....saiam debaixo!!!
    E acerta muita vez!!

    Vou esquecer o conselho do João Pinto - acredito que Portugal bata os checos e acredito que o Ronaldo, depois do jogo de ontem, venha a fazer um Europeu excepcional.

    Algo que já estão a fazer Pepe (sobretudo ele) e Bruno Alves; Fábio Coentrão e Moutinho (estes gajos deviam fazer publicidade à Duracell, carago!!).

    Estou optimista e entusiasmado, Ricardo.
    Espero bem que o feeling se confirme.

    Aquele abraço e votos de uma excelente semana para si e família!!

    ResponderEliminar
  5. Há que dizer bem quando tal se justifica.
    É o caso.
    No jogo frente à Holanda, vitória justa construída com base numa actuação muito acima da média.
    Esta 'Laranja Mecânica' está enferrujada. Neste Europeu foi clara, evidente, tal situação.
    Não é esse factor que retira brilho à vitória lusitana.

    Disse há uns dias atrás que não me importaria de dar o braço a torcer, caso aquele então aglomerado de jogadores me desse motivo para o fazer.
    Cá estou, publicamente a dar a mão à palmatória.

    Temos, todos nós, que exigir mais, muito mais, daqueles rapazes que, de vez em quando, se lembram de nos dar alegrias.
    Ninguém pode levar a mal esta exigência de que não abdico. Em meu nome e no do nosso País, do nosso Povo.

    Paulo Bento estraga a pintura com a sua manifestação de menino birrento e o 'black out' não teve razão de ser. Outra birra.
    Estamos habituados.

    Um abraço e boa semana.

    Quinta feira chegam os checos...

    ResponderEliminar
  6. António,
    E eu digo, quinta-feira vão-se os checos :))

    Eu estou a gostar da participação portuguesa.
    O grupo era tremendo.
    Começámos mal com a Alemanha, algo hesitantes, mas até podíamos ter ganho o jogo.
    Depois, quer no jogo com os dinamarqueses, quer no jogo com os holandeses (estiveram muito mal neste Europeu), quando foi preciso assumir o jogo, fomos para cima deles.

    E há ali grandes jogadores.
    Aqueles dois centrais são uma parede.
    E Pepe ainda é um perigo sempre que sobe.
    Moutinho e Coentrão fazem-me lembrar a boca do Jardel quando disse que para chegar àquela bola tinha que ter dois pulmões :))
    Estes têm, pelo menos, três!!
    Têm uma energia!!!
    E depois há Nani (fisicamente não está bem) e Ronaldo (um prodígio!!).
    Estou confiante, optimista.

    O Paulo Bento, repito, fez isto no Sporting.
    E levou um chuto por causa disso.
    Batam-me a mim.
    Deixem os jogadores em paz.
    Com isto une o grupo.
    Foi feio?
    Foi.
    Não foi inesperado.

    Aquele abraço e votos de boa semana

    ResponderEliminar
  7. Uma boa vitória que é indiscutível. O povo português lá vai continuando anestesiado enquanto a selecção nacional se aguentar no Euro. Continuo a achar que não somos candidatos à vitória no Euro, mas pelo menos às meias-finais temos tudo para chegar. Aí já nos calhará um adversário mais forte, como a Espanha ou a França. Esta Holanda deve ser das mais fracas dos últimos tempos... em dois anos o sumo de laranja estragou-se, ficou azedo.

    Em relação ao Ronaldo, ele é um grande jogador, dos melhores do mundo sem dúvida... mas continuo a preferir o Messi.

    Boa semana, amigo.

    ResponderEliminar
  8. FireHead,
    Fã do Ronaldo, sempre!!
    Aquele sacana não tem pontos fracos.
    E leva a equipa atrás.

    Esta Holanda, realmente, não tinha sumo.
    Com equipa.
    Porque tem uns executantes fenomenais.
    Outros, para o fraquinho (aquela defesa, ai, ai!!).
    E foram esses desiquilíbrios que conduziram ao descalabro.
    Três derrotas em três jogos.

    Vamos ver o que pode fazer a selecção portuguesa.
    Jogo a jogo, com calma.


    Não sei se os portugueses estão anestesiados.
    Pelo menos, estou um pouquinho mais felizes.
    E isso já é bom.

    Aquele abraço e votos de boa semana!!

    ResponderEliminar
  9. Hum... Já reparou que até agora, pelo menos no nosso grupo as previsões que publicou aqui no inicio do Euro estão a bater certo?
    Qual polvo! :)

    O Paulo Bento destilou, é verdade, mas perante as palavras do Queiroz e do outro logo no início, só digo que muito tempo se aguentou ele.

    Esta já passámos, venha a próxima, uma de cada vez!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Permita-me, Catarina, um reparo ao que disse.
      Paulo Bento esteve miserável nesta sua atitude.
      Nada, absolutamente nada, justificou a sua (dele) estúpida e inoportuna intervenção.

      Carlos Queiroz e o outro - chama-se Manuel José - falaram. Se com razão ou não nem vou, agora, dizer.
      A voz de PB deveria fazer-se ouvir, sobre esse assunto, nunca!
      Muito menos numa altura que era de todo inapropriada.
      Mostrou, Paulo Bento, o que eu penso dele: falta de classe.

      Um abraço para si.

      Eliminar
    2. Eu não pretendi defende-lo, mas não posso deixar de dizer que muito sangue frio teve ele até agora.

      Ou então analisemos a trocas de galhardetes que o nosso futebol nos tem habituado. Daí que considero que ele se aguentou bastante.

      Não gostei da atitude do Carlos Queiroz nem do Manuel José (eu sou péssima para nomes de pessoas), acho que há tempos para tudo, e as declarações deles foram bastante dispensáveis, sobretudo o Queiroz nota-se mesmo que anda desejoso de ver o Paulo Bento falhar e pessoalmente não gosto dessa atitude, é mesquinha.

      Mas como em tudo, é uma opinião e resume-se a isso.

      Eliminar
  10. :) Não tinha pensado ainda nisto desta forma...será que estaremos perdidos porque no jogo anterior ninguém parece ter-se portado mal? :)

    ResponderEliminar
  11. (e até eu, que não gosto assim muito de futebol, ando a ver os jogos da nossa selecção :)

    ResponderEliminar
  12. Catarina e António,
    Eu simpatizo com o Paulo Bento.
    E, como já aqui referir, já não é a primeira vez que ele se apresenta para levar uns estalos e preservar os jogadores.
    Atitude de quem foi jogador e sabe que isso resulta.

    Carlos Queiroz é um ser mesquinho, miserável, incompetente e invejoso.
    O homem que quase nos colocava fora deste Europeu, vir com estas bocas, é quase inacreditável.
    De quem não tem mesmo um pingo de vergonha na cara.

    Manuel José é um ressabiado.
    Há quantos anos anda a dizer que merecia ser seleccionador, que devia sê-lo (nunca percebi porquê, mas enfim....)?
    E ninguém lhe dá ouvidos.

    Gente reles.
    Estou com o Paulo Bento e a Selecção!!


    Gábi,
    Espero bem que não :))
    Estou esperançado numa vitória e no apuramento para as meias-finais.
    Há ali muita gente muito competente.
    E isso é que é importante

    ResponderEliminar