21 de maio de 2012

O pinto




O padre de uma vila tinha um pinto (pintainho...!!!) como mascote.

Certo dia, o pinto desapareceu, e ele achou que alguém o havia

roubado. No dia seguinte, na missa, o padre perguntou à congregação:

- Algum de vocês aqui tem um pinto?

Todos os homens se levantaram.

- Não, não, disse o padre, não foi isso que eu quis dizer. O que eu quero 
saber é se algum de vocês viu um pinto?

Todas as mulheres se levantaram..

- Não, não, repetiu o padre... o que eu quero dizer é se algum de vocês 
viu um pinto que não lhes pertence.

Metade das mulheres levantou-se.

- Não, não, disse o padre novamente muito atrapalhado. Talvez eu possa 
formular melhor a pergunta: O que eu quero saber é se algum de vocês viu o 
meu pinto?

Todas as freiras se levantaram.

- Esqueçam, esqueçam... Vamos continuar a missa !!!!!!!!!!!!!!!!

13 comentários:

  1. Estimado Amigo Pedro Coimbra,
    Para começar bem a semana nada melhor que uma valente gargalhada, essa do pinto deu para isso, e não era da Costa e nem Sá.
    Boa, adorei.
    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  2. Amigo Cambeta,
    A ideia é mesmo essa - acabar e começar a semana a rir!!
    Aquele abraço

    Catarina,
    Uma(s) boa(s) gargalhada(s)logo no início da semana são um óptima terapia :))

    ResponderEliminar
  3. Caro Pedro Coimbra
    Aqui está a prova provada de que a lingua Portuguesa é muito traiçoeira, mesmo na versão Brasileira. Boa!

    Parabéns para a sua "Briosa".
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Muitíssimo, Rodrigo!!!!

    BRIOOOOSA!!!!

    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  5. Pelo menos, naquela paróquia ninguém tenta fugir à verdade ! eheheheh

    ResponderEliminar
  6. Todos se confessam, Rui.
    Abertamente!! :))))

    ResponderEliminar
  7. :)) Talvez ele devesse trazer com ele uma fotografia ou um desenho do pinto para não haver confusões :)

    ResponderEliminar
  8. Não se lembrou disso, Gábi, deu asneira!! :)))

    Está tudo a mudar, Carlos.
    Até os sermões!! :)))

    ResponderEliminar
  9. Caro confrade Pedro Coimbra!
    Já pensou se a lambisgóia da Agrado estivesse nesta Missa?!...
    Caloroso abraço! Saudações paroquianas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  10. Ahahahahaha o que os pintos provocam :)

    ResponderEliminar
  11. Nem quero imaginar o que aconteceria, caro Prof. João Paulo de Oliveira!!! :)))
    Aquele abraço


    O padre não podia dizer pintainho, Catarina?
    Dá nisto!! :)))

    ResponderEliminar