10 de maio de 2012

A Madre Teresa de Portugal


Do blogue Combustões


"O chefe de Estado assinou hoje o despacho que confere a Ordem de Mérito a Maria Adelaide Manuela Amélia Micaela Rafaela de Bragança , neta do nosso Rei Dom Miguel I e Infanta de Portugal. Resistente ao nazismo, que a condenou à morte por haver acolhido em sua casa muitas pessoas perseguidas pela Gestapo, foi salva in extremis graças à intervenção do Professor Salazar. Depois, dedicou décadas à promoção da ciência e da investigação médica, antes de se consagrar, até limites inumanos de entrega, aos pobres e excluídos. Foi uma mãe para milhares de crianças: recolheu-as das ruas, vestiu-as, alimentou-as, educou-as; em suma, foi assistente social, foi enfermeira, foi cozinheira, foi lavadeira e o apoio moral e espiritual para quantos, condenados pela insensibilidade à rua e à vagabundagem, se tornaram homens e mulheres decentes. São estas as pessoas, de actos e não só de palavras, que salvam a humanidade. São estas pessoas que merecem subir aos altares dos que crêem e aos pedestais daqueles que não crêem. A Infanta Dona Adelaide, cujo aniversário centenário se celebra no próximo dia 31 é merecedora da nossa humilde e insignificante gratidão. Será, talvez, a mais importante portuguesa viva. Ao pé dela, milhões de misseiros e água-benteiros não passam de caricaturas. A Infanta é, exactamente, a Imitação de Cristo. 

Uma homenagem que há muito se impunha ."

Publicada por Combustões em 24.1.12 


Eu não conhecia. Vocês conheciam?

5 comentários:

  1. Por acaso também não sabiam quem ela é... E o quê, o Salazar salvou-a da condenação à morte?? Os esquerdistas não podem saber disso!!

    ResponderEliminar
  2. Por acaso, sabia, Pedro!

    Este meu antecessor nos comentários está em brasa!!! :DDDD

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Só fiquei a conhecer há pouco tempo e através da blogosfera.

    ResponderEliminar
  4. Eu também não conhecia, Catarina.
    Mas gostei de ter conhecido.


    FireHead,
    Será que me vão perseguir? :))
    Gostei muito de conhecer a obra da senhora.
    Que não conhecia.

    Ricardo,
    Eu estava mesmo a ......Oriente. :)))
    Nunca tinha ouvido falar na senhora.

    O FireHead é terrível!!! :)))
    Abraço


    Gábi,
    Também foi a blogosfera que me permitiu conhecê-la.
    Já reparou que, actualmente, consegue-se grande parte da informação na blogosfera?
    Bjs

    ResponderEliminar