30 de maio de 2012

Macau ainda é uma cidade com alma



Ouvi há pouco que o montante necessário (130 mil patacas) para trasladar para Portugal o corpo da jovem Vanessa Valente, vítima de um brutal acidente de viação no passado sábado já foi excedido.
A resposta à campanha lançada nos meios de comunicação social e nas redes sociais foi imediata e massiva.
Vai ser assim possível à família da jovem Vanessa, finalmente, fazer o luto depois de tão trágica morte.
No meio da tragédia, a confirmação de um fenómeno que já se tinha verificado noutras ocasiões -  nestes momentos de dor, a cidade responde presente.
E mostra que, para além do glamour e do kitsch, Macau continua a ter alma.
É tempo de a Vanessa repousar em paz e a sua família  fazer o luto. 

16 comentários:

  1. Um gesto "Bonito". De facto perante a tragédia as pessoas acabam por ser solidárias.
    Abraço caro Pedro Coimbra.
    Rodrigo

    ResponderEliminar
  2. A solidariedade ainda é uma coisa muito bonita !

    Abraço !

    ResponderEliminar
  3. Rodrigo e Rui,
    Este é só o último exemplo.
    Houve outros antes.
    Bem recentes, até.
    E é bom que se perceba que há uma cidade, gente, coração, para além dos néons e do muito dinheiro que são o que faz notícia normalmente.
    Aquele abraço a ambos

    ResponderEliminar
  4. Uma atitude muito bonita, originada por uma tragédia brutal, Ricardo.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  5. Amigo, vou-lhe confessar uma coisa: quando morrer, gostava de ser enterrado em Macau. Conseguirei eu isso? Não sei. Veremos.

    Em relação à Vanessa Valente, requiescat in pace.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  6. Já se juntou muito mais do que era preciso, António.
    O que permite fazer face às despesas com a trasladação do corpo, viagem e estadia do irmão em Macau, e o mais que virá.
    Criticar quando é de criticar; reconhecer e divulgar momentos de solidariedade e humanismo como este.
    Que Deus abençoe e dê força à família neste momento de tanta dor.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  7. FireHead,
    Esta é a sua terra, é natural que queira aqui repousar.
    Espero que esse seu desejo se realize.

    E que a Vanessa repouse em paz e a família tenha força para ultrapassar este momento horrível.

    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  8. Pedro
    A solidariedade é um dos valores que respeito imenso, em qualquer situação, mas esta é daquelas que mexe cá dentro.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  9. Concordo com o Rui, que a solidariedade ainda é uma coisa muito bonita, mas a solidariedade não é uma coisa exclusiva de Macau, a Alemanha e mesmo Portugal tinham reagido da mesma maneira, meu caro Pedro.

    Que idade tinha a Vanessa Valente?
    Fiquei impressionada com a morte desta jovem e, também por se chamar Vanessa como a minha filha do meio.

    Saudação quente de Düsseldorf!

    ResponderEliminar
  10. Coimbramigo

    Ainda há gente boa e sã. Cada vez menos, mas há.

    Abç

    ResponderEliminar
  11. Caro confrade Pedro Coimbra!
    São fatos como este que você nos informou que me dão esperanças de dias melhores num mundo harmonioso!!!
    Caloroso abraço! Saudações solidárias!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  12. Uma boa notícia para aqueles que ainda acreditam que Macau é uma terra cheia de gente mal formada.

    ResponderEliminar
  13. Adélia,
    Já são várias situações que mobilizam a sociedade de Macau e que me deixam feliz por poder constatar que, para além do brilho das luzes, há sentimento, alma, solidariedade.
    Beijinho


    A Vanessa Valente tinha vinte e poucos anos, ematejoca.
    Trabalhava num dos jornais em língua portuguesa que existem em Macau (Hoje Macau) e morreu de uma forma estúpida.
    O companheiro está no hospital, em coma induzido, desde sábado.
    Uma coisa horrível.

    Estes movimentos de solidariedade mexem connosco.
    E queria dar conta deste porque, quando se fala de Macau, fala-se quase sempre no Jogo, na Las Vegas da Ásia, no (muito) dinheiro.
    Felizmente, há mais, muito mais!!, que isso.


    FerreirAmigo,
    Há gente boa.
    Aqui e em qualquer parte.
    Muitas vezes estes acontecimentos não são notícia.
    Este até foi notícia aqui e aí (na TVI).
    Mas é bom dá-los a conhecer ao maior número possível de pessoas.
    Aquele abraço


    Prof. João Paulo de Oliveira,
    Nos momentos de tragédia, de apelo à solidariedade, Macau responde presente.
    E isso é algo que me enche de orgulho.
    Aquele abraço


    Carlos,
    É exactamente esse esteriótipo que me deixa furioso - Macau é cidade de Jogo, de vício, de corruptos e corruptores, gente má e mal formada.
    Também há aqui gente mal formada.
    Como há em toda a parte.
    E há gente boa, muita gente boa.

    ResponderEliminar
  14. E muito triste, RIP Vanessa Valente.
    Eu sempre penso duas vezes quando levo alguem comigo especialmente de mota, "Nao vais sozinho, ve la o que fazes..." ainda por cima num dia humido com um carrinho daqueles. E muito triste, uma rapariga kerida com tanto talento.

    ResponderEliminar