8 de maio de 2012

E, porque estou farto de notícias......

Porque estou farto de notícias, hoje vou aqui deixar duas "não notícias".
Podia ser mais um mês de receitas brutais no Jogo em Macau (já vai nos 40 mil milhões este ano), podia ser a aprovação da fórmula 2+2+100 no processo de reforma (??) política.
Mas não.
Prefiro outras duas.


Na Grécia, com trotskistas e neo-nazis com grande peso eleitoral, segundo e quarto, respectivamente, não foi possível formar governo.
Novas eleições em Junho?
É o mais provável.
Num país à beira do caos, faz todo o sentido.
Mas já nem é notícia.
É, sim, uma óptima "não notícia".


Na Rússia, Putin tomou posse como Presidente.
Outra vez.
Parecendo difícil, a verdade é que aquele pas de deux que vem formando com Medvedev, ainda é menos notícia, mais "não notícia", que qualquer tragédia grega.

13 comentários:

  1. Bom dia Pedro
    As coisas que sendo notícias não são tidas como tal. Não fazem notícia.
    A politica de interesses faz passar apenas e só as coisas que são capazes de alhear as pessoas da verdade e das coisas que são importantes...

    Parece que este é o mau jornalismo que temos e vivêmos hoje. Jogos de poder...???

    ResponderEliminar
  2. Luís,
    Como estou farto de notícias, que, tantas vezes, já vêm de barba branca, hoje preferi dara atenção às "não notícias".
    Pelo menos é diferente, é mais arejado, menos bafiento.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  3. Caro Pedro
    Se não fossem as "não notícias" como é que os media enchiam, paginas, noticiários e então os analistas e mais os especialistas de tudo e mais alguma coisa. Sobre o que é que falavam?
    Faz parte (e há aquela estória do homem moreder o cão).
    Abraço
    Rodrigo

    ResponderEliminar
  4. Essa é que é notícia, Rodrigo!
    Essa e a famosa menina de dois canos morta por espingarda de 20 anos (esta é mórbida).
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  5. Ah!Ah!Ah!

    Você é ...o máximo, caro amigo!!!

    Aquele abraço!

    ResponderEliminar
  6. Ricardo,
    O que está a dar são as "não notícias".
    Vamos navegar a onda!!! :)))
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  7. Notícias, não notícias, assim vai o Mundo.

    ResponderEliminar
  8. E eu com vontade de cantar "stop the world i want to get off", António:)))

    ResponderEliminar
  9. Quanto aos gregos, espero que aproveitem a segunda oportunidade para irem votar, mas em Junho aquilo ainda é mais quentinho e ainda acabam por dar mais força aos extremos.
    Em relação à Rússia é uma espécie de ditadura "democrática". Tanto banzé no Ocidente com a queda do comunismo e agora um silêncio ensurdecedor.

    ResponderEliminar
  10. Serão as "não noticias" que costumam desviar as atenções do povo.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  11. : )))
    Ainda foi esta semana, não me recordo em que canal, se canadiano ou americano, que vi um programa sobre o novo palacete de Putin. Pessoas que de uma forma ou de outra estiveram envolvidas com aquela “grande obra”!

    ResponderEliminar
  12. Bem, perante tais não-notícias, fiquei não-informado. :)

    Abraço.

    ResponderEliminar
  13. Carlos,
    Acredito perfeitamente que, como já ontem aqui comentava o FireHead, as eleições em Junho só venham exacerbar sentimentos extremistas.
    E o que acontecerá à Grécia se esse cenário se confirmar?
    E à Europa?

    Na Rússia, aquele processo tem tanto de democrático como eu de esquimó!
    Que palhaçada!!


    Adélia,
    Há para aí tantas não notícias para divulgar que dava para passar o resto do ano só com esse tema.
    Beijinho


    Catarina,
    Um Taj "Putinal", talvez :)))
    Filho da.....Putin!!!


    FireHead,
    Mais "informação" que isto?? :))
    Fique atento à não informação que vai ser publicada hoje sobre Macau.
    Vai valer a pena.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar