15 de agosto de 2011

Porto e Setúbal quebram monotonia dos empates. Real e Barcelona adiam decisão da Supertaça. Villas-Boas empata na estreia.


À semelhança do que aconteceu na época passada, o Porto aproveitou as escorregadelas dos adversários para se adiantar logo na primeira jornada.
A diferença é que o fez num dos poucos terrenos onde tinha deixado pontos na época passada.
O jogo de Guimarães mostrou um Vitória mais afoito (os vitorianos são terríveis a jogar em casa) e um Porto mais calculista.
Disputado a bom ritmo, sobretudo se levarmos em consideração que se está no início da época, foi mais um jogo com o desiquilibrador do costume - Hulk.
Não só pelo golo marcado de pénalti (vai-se falar muito de árbitros durante a semana....), sobretudo por aquele jeito único de correr riscos, de não ter medo de ser feliz ou de errar (Mano Menezes é cego ou é só mesmo mau treinador?)
Manuel Machado tentou manietar o futebol do Porto, tirar-lhe fluidez.
E conseguiu, em boa medida, esse seu objectivo.
Até porque, quando o Porto se livrava dessa teia, Kléber mostrava-se ansioso e perdulário.
Terá que crescer muito este garoto que o Porto foi buscar à Madeira.
Mais a mais agora que é quase certo que Falcao vai sair (quem diz o que ele disse no final do jogo não fica no Porto).
O Porto ganhou, ganhou bem, o Vitória bateu-se muito bem (vai ser muito complicado conquistar pontos em Guimarães), numa fase em que ainda não há plantéis consolidados.
Falcao devará sair, Mangala e Defour serão anunciados hoje, o que implica a saída de mais dois jogadores (aposto em Fernando e Sereno) e a contratação de mais um ponta-de-lança.
A procissão começou agora a dar a volta ao adro.
Mas o Porto, ao contrário dos rivais, entrou com o passo certo.


Nos restantes jogos, merece destaque o outro Vitória, o de Setúbal.
Numa jornada de empates, os sadinos ganharam (2-1) ao Paços de Ferreira, depois de estarem a perder, e, 24 anos depois, entram no campeonato a ganhar e a liderar.
Até porque, nos outros dois jogos de ontem (Marítimo/Beira-Mar e Feirense/Nacional), houve mais dois empates.
E ambos com o mesmo resultado - 0-0.
Alguém mais tem a sensação que esta Liga vai ser uma monotonia no que se refere à luta pela sobrevivência??


Da monotonia para o espectáculo, a emoção.
O Real e o Barcelona empataram (2-2) no Bernabéu.
Fica tudo adiado para Barcelona com a vantagem a pender para o Barcelona.
O Real terá que ganhar em Camp Nou para erguer o troféu.
Real que apresentou Pepe, Ricardo Carvalho, Fábio Coentão (entrou aos 54 minutos) e Ronaldo no onze.
E que dominou grande parte do jogo.
Ao contrário do que tem sido norma, José Mourinho mandou o Real para cima do Barça.
O problema é que os meninos de Guardiola têm o jogo tão automatizado que, de um momento para o outro, sem que nada o faça prever, viram tudo a seu favor.
Mesmo sem Piqué, Busquets, Xavi e Pedro Rodriguez (no banco) e Fabregas (a caminho).
Tudo em aberto.
Mas com vantagem do Barcelona.



Entrada em falso do Chelsea em Inglaterra.
Villas-Boas começa com um empate a zero no campo do Stoke City.
E a dizer que não é mau.
Pois....mas Abramovich não gasta aqueles milhões todos para empatar a zero no campo do Stoke City.
Sem nenhum brilhantismo e com uma série de jogadores aburguesados e a acusarem os efeitos da veterania e de muitos jogos nas pernas.
A loja do mestre André vai ser complicada de gerir....

4 comentários:

  1. Liga Zon/Sagres a começar em tons de "´vomito futebolista" e a deixar bem claro que, no geral, será mais fraca do que a anterior.

    Barcelona e Real Madrid dão o pontapé de saída no futebol da vizinha Espanha.
    Aguardemos a segunda mão na expectativa de assistir a um grande jogo.

    Liga Inglesa: quo vadis Villas-Boas?

    ResponderEliminar
  2. Pedro
    O Porto caramba sempre ganha, nem que seja já no tempo de desconto.
    Abraço de Benfiquista

    ResponderEliminar
  3. Observador,
    É essa a sensação que me fica desta jornada.
    Que aborrecimento!!

    O Barcelona parte favorito, mas o Real está diferente, está equipa.

    Villas-Boas deixou-se seduzir por um camião de libras (agora é o Falcao que se está a deixar seduzir por um camião de euros).
    Vai ter ali uma nau complicada de manobrar.

    Carlota,
    Sem qualquer dúvida.
    Mas foi um começo muito preocupante.
    Com muito raras excepções (Porto, Sporting e Benfica?) toda a gente se preocupou em não perder.
    E eu que pensava que o objectivo do jogo era ganhar....
    Bjs

    Adélia,
    A vitória do Porto, e os empates de Sporting e Benfica, têm ainda muito pouco valor.
    O que me preocupou mais foi a falta de qualidade que se viu até agora.
    Saudações desportivas.

    ResponderEliminar